Santa Cruz do Douro

localidade e antiga freguesia de Baião, Portugal
Portugal Santa Cruz do Douro 
  Freguesia portuguesa extinta  
Casa de Tormes
Casa de Tormes
Símbolos
Brasão de armas de Santa Cruz do Douro
Brasão de armas
Localização
Santa Cruz do Douro está localizado em: Portugal Continental
Santa Cruz do Douro
Localização de Santa Cruz do Douro em Portugal Continental
Coordenadas 41° 06' 58" N 8° 0' 02" O
Concelho primitivo Baião
Concelho (s) atual (is) Baião
Freguesia (s) atual (is) Santa Cruz do Douro e São Tomé de Covelas
História
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 10,14 km²
População total (2011) 1 453 hab.
Densidade 143,3 hab./km²

Santa Cruz do Douro é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Baião, com 9,96 km² de área e 1 453 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 145,9 hab/km².

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de São Tomé de Covelas, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Santa Cruz do Douro e São Tomé de Covelas da qual é sede.[1]

Corresponde à "Tormes" queirosiana, descrita na obra A Cidade e as Serras.

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Santa Cruz do Douro [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 480 1 705 1 919 1 906 2 254 2 296 2 468 2 781 2 841 2 668 2 251 2 157 1 973 1 803 1 453
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 334 268 861 340 18,5% 14,9% 47,8% 18,9%
2011 185 182 756 330 12,7% 12,5% 52,0% 22,7%

PatrimónioEditar

  • Casa de Agrelos, incluindo Capela, terraço com balustrada e jardim de buxo.
  • Casa da Capela, datada de 1756, com sua Capela de culto a São Gonçalo, registada no Paço Episcopal do Porto.
  • Casa de Tormes, fortemente presente na obra A cidade e as serras de Eça de Queirós.
  • No cemitério desta freguesia estão sepultados os restos mortais do escritor Eça de Queirós.
  • Casa de São Roque, que tem como parte interna da casa a capela com o nome do santo padroeiro da casa - S. Roque.

Referências

  1. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.