Santa Maria in Aquiro

Santa Maria in Aquiro ou Igreja de Santa Maria em Aquiro é uma igreja titular de Roma, Itália, localizada no rione Colonna, na Piazza Capranica. É dedicada a Nossa Senhora. As origens do nome são nebulosas, mas a maioria dos estudiosos o atribui a uma corruptela do termo latino a Cyro, provavelmente uma referência a um morador antigo da vizinhança. De acordo com outra teoria, Acyro é uma corruptela da palavra circus, um estádio romano para corrida de bigas, que ficava nas imediações.[1]

Igreja de Santa Maria em Aquiro
Santa Maria in Aquiro
Fachada
Estilo dominante Barroco
Início da construção século VIII
Fim da construção 1774
Religião Igreja Católica
Diocese Diocese de Roma
Geografia
País Itália
Região Roma
Local Rione Colonna
Coordenadas 41° 54' N 12° 28' 41" E

O cardeal-diácono protetor do título de Santa Maria em Aquiro é Angelo Amato S.D.B, prefeito da Congregação para a Causa dos Santos.

HistóriaEditar

É uma igreja de origem muito antiga: o papa Gregório III (r. 731–741) ordenou que fosse restaurada, o que implica que ela é anterior à primeira metade do século VIII. Segundo algumas teorias, seria a sede do antigo "titulus Equitii", mas os estudiosos preferem atribui-lo a San Martino ai Monti. Em 1389, o papa Urbano VI se referiu a ela como Santa Maria della Visitazione.

No século XVI, foi entregue aos cuidados da "Confraria dos Órfãos", que a restaurou em 1590.

Arte e arquiteturaEditar

A obra de arte mais importante no interior é uma "Madona com o Menino e Santo Estêvão", do século XIV, na abside, atribuída à escola de Pietro Cavallini. Esta pintura e os monumentos funerários no vestíbulo são remanescentes da igreja medieval de Santo Stefano del Trullo, destruída na época do papa Alexandre VII (r. 1655–1667). Há ainda pinturas dos séculos XVII e XVIII nas capelas. A fachada foi terminada em 1774 por Pietro Camporese, o Velho, com base num projeto de Giovanni Francesco Braccioli. O interior foi redecorado por Cesare Mariani em 1866.

Duas capelas abrigam pinturas de seguidores de Caravaggio: a terceira capela da direita abriga uma "Virgem e Santos" (1617), de Carlo Saraceni, e a segunda capela à esquerda, três telas — "Deposição da Cruz, "Coroação com a Coroa de Espinhos" e "Flagelação de Jesus" (1635–1640) — atribuídas ao francês Trophime Bigot. Acreditava-se antigamente que elas teriam sido pintadas por Gerard van Honthorst.

GaleriaEditar

Referências

  1. Lombardi, Ferruccio (1993). Roma: chiese, conventi, chiostri: progetto per un inventario, 313–1925 (em italiano). [S.l.]: Edilstampa 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Santa Maria in Aquiro