Abrir menu principal

Santa Rosa (Niterói)

HistóriaEditar

Santa Rosa originou-se da antiga Fazenda Santa Rosa, no século XVIII. A história do bairro funde-se com a de Icaraí. A sua expansão e desenvolvimento foi o resultado do modelo de urbanização no qual, primeiro privilegiou-se os locais mais perto do centro da cidade e, mais tarde, a região litorânea.Desta forma, Icaraí foi ocupado primeiro.[2]

No século XIX, o bairro ainda tinha uma paisagem deslubrante. Durante este mesmo século, passou por transformações como a abertura de estradas que davam passagem para tropeiros que vinham de áreas mais distantes como Viradouro e Atalaia que iam em direção ao centro da cidade.[2]

 
Basília de N.S. Auxiliadora vista da Rua Santa Rosa.

Da partilha da fazenda Santa Rosa originaram-se várias chácaras para onde deslocaram-se famílias abastadas da cidade. Pessoas ilustres da cidade e da Província do Rio de Janeiro viviam no bairro.[2] Em fins do século XIX, 1883, o Colégio Salesiano Santa Rosa instalou-se no bairro tornando-o mais movimentado e conhecido.

Durante o final do século XX, o bairro passou diversas transformações urbanísticas ocasionando melhorias como saneamento, iluminação e calçamento de ruas, que proporcionaram a passagem de bondes de tração animal e, mais tarde, elétrico.[2] Já nos anos 70 e 80, com o "boom" imobiliário, a expansão de Icaraí e após a construção da Ponte Rio-Niterói, Santa Rosa transformou-se, aos poucos de um bairro com casas a um bairro com edifícios com vários apartamentos.[2]

Atualmente, o bairro continua destacando-se como região com grande expansão imobiliária, devido a substituição de casas antigas por modernos prédios. Esse crescimento desordenado, no entanto, tem causado problemas como em qualquer bairro populoso. Em outros tempos, o bairro teve um carnaval de rua extremamente frequentado pelas famílias na Rua Nóbrega, tradição que permanece até os dias de hoje. Jovens costumeiramente estimulam a vida boêmia dos bares que localizam-se em sua área.

Além do Colégio Salesiano Santa Rosa, o bairro também foi reduto de instituições tradicionais de ensino como Instituto São José, o Instituto Maia Vinagre e o extinto Colégio Domingos Sávio. Recentemente, os limites do bairro de Santa Rosa foram alterados pelo Plano Urbanístico Regional (PUR), perdendo para o bairro de Icaraí a região entre as Av. Roberto Silveira e rua Geraldo Martins.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Bairros de Niterói
  2. a b c d e «'Santa Rosa'». Cultura Niterói. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  3. PLANO URBANÍSTICO REGIONAL DAS PRAIAS DA BAÍA Niterói Prefeitura.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santa Rosa (Niterói)