Abrir menu principal

Santana de Cataguases

município brasileiro do estado de Minas Gerais

Santana de Cataguases é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2007 era de 3.602 habitantes.

Município de Santana de Cataguases
Bandeira indisponível
Brasão de Santana de Cataguases
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 30 de dezembro de 1962
Gentílico santanense
Lema Solidariedade e trabalho
Padroeiro(a) Santa'Ana[1]
CEP 36795-000 a 36799-999[2]
Prefeito(a) Jucélia Baesso (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Santana de Cataguases
Localização de Santana de Cataguases em Minas Gerais
Santana de Cataguases está localizado em: Brasil
Santana de Cataguases
Localização de Santana de Cataguases no Brasil
21° 17' 13" S 42° 33' 25" O21° 17' 13" S 42° 33' 25" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008[3]
Microrregião Cataguases IBGE/2008[3]
Municípios limítrofes Cataguases, Muriaé, Miraí, Laranjal
Distância até a capital 325 km
Características geográficas
Área 162,549 km² [4]
População 3 622 hab. Censo IBGE/2010[5]
Densidade 22,28 hab./km²
Altitude 240 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,739 alto PNUD/2000[6]
PIB R$ 19 123,519 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 5 100,97 IBGE/2008[7]
Página oficial
Prefeitura santanadecataguases.mg.gov.br
Câmara www.camarasantana.com.br

Índice

GeografiaEditar

O município localiza-se na Mesorregião da Zona da Mata mineira e dista por rodovia 325 km da capital Belo Horizonte.

Relevo, clima, hidrografiaEditar

A altitude da sede é de 240 m. O clima é do tipo tropical com chuvas durante o verão e temperatura média anual em torno de 23,5 °C, com variações entre 18 °C (média das mínimas) e 31 °C (média das máximas). (ALMG)

Santana de Cataguases está inserido na bacia do rio Paraíba do Sul, sendo banhado pelo ribeirão da Fumaça.

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2000

População Total: 3.360

  • Urbana: 2.613
  • Rural: 747
  • Homens: 1.734
  • Mulheres: 1.626

(Fonte: AMM)

Densidade demográfica (hab./km²): 20,6

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 25,4

Expectativa de vida (anos): 71,1

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,3

Taxa de Alfabetização: 81,2%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,739

  • IDH-M Renda: 0,627
  • IDH-M Longevidade: 0,769
  • IDH-M Educação: 0,820

(Fonte: PNUD/2000)

HistóriaEditar

A cidade teve origem no arraial formado no século XIX nos arredores da capela de Santana. O povoado tornou-se distrito do município de Cataguases em 1882, sendo emancipado em 30 de dezembro de 1962.

Hoje a economia da cidade gira em torno das micro e pequenas empresas, destacam-se laticínios e confecções de roupas.

Santana é uma cidade de pessoas carismáticas e hospitaleiras, de belos rios e cachoeiras com áreas de florestas remanescentes da Mata Atlântica.

Informativo: Sempre no final do mês de julho acontece a festa da cidade e exposição de gado leiteiro. (Ou não. como foi o caso de 2009)

Referências

  1. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 6. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar