Abrir menu principal

Pipa pipa

espécie de anfíbio
(Redirecionado de Sapo do Suriname)


Como ler uma infocaixa de taxonomiaPipa Pipa
Pipa pipa01.jpg
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Superordem: Salientia
Ordem: Opisthocoela
Família: Pipidae
Género: Pipa
Espécie: P. pipa
Nome binomial
Pipa pipa
(Linnaeus, 1758)
Sinónimos
Pipa americana Laurenti, 1768

Pipa pipa (L.), popularmente chamado de pipa, aru, sapo-aru, sapo-do-surinã[1], cururu-pé-de-pato e sapo-pipa, é uma espécie de sapo nativa da América do Sul, estando presente na Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Peru, Suriname, Trinidad e Tobago e Venezuela.

A reprodução ocorre quando a fêmea solta os ovos, o macho os fertiliza e os traz de volta às costas da mãe e, então, as costas da mãe incham e onde estão os ovos ficam uns "buracos". Quando os filhotes nascem eles saem pelos buracos e nadam imediatamente.

A espécie tem o corpo achatado, cabeça pontuda, mãos com quatro dedos com papilas sensoriais e pés com cinco dedos ligados por membranas interdigitais. Vive na água. Se alimenta de animais aquáticos. Tem a particularidade de os ovos serem incubados no dorso das fêmeas[1].

EtimologiaEditar

"Aru" vem do termo tupi a'ru[2]. "Sapo-do-surinã" é uma referência ao fato de a espécie habitar o Suriname. "Cururu" vem do termo tupi kuru'ru[3]. "Pé-de-pato" é uma referência às patas traseiras da espécie, que têm os dedos unidos por membranas, como as dos patos[1].

O Wikispecies tem informações sobre: Pipa pipa
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pipa pipa

Referências

  1. a b c FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 334
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.178
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.513
  Este artigo sobre anfíbios é um esboço relacionado ao Projeto anfíbios e répteis. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.