Satyrium erectum é uma espécie de orquídea terrestre pertencente à subtribo Satyriinae, originária da província do Cabo Setentrional, na África do Sul.[1] É planta anual, dotada de poucas raízes que apresentam tubérculos que origina caules, em regra lisos, com poucas folhas. A inflorescência comporta pequenas flores terminais não ressupinadas, com sépalas e pétalas parecidas, unidas na base. O labelo é côncavo prolongando-se em dois calcares na base, raramente quatro. A coluna é variável e auriculada e contém duas polínias.[2] Sua floração aparentemente é estimulada por incêndios ocasionais.[3]

Como ler uma infocaixa de taxonomiaSatyrium erectum

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Orchidoideae
Tribo: Diseae
Subtribo: Satyriinae
Género: Satyrium
Espécie: S. erectum
Nome binomial
Satyrium erectum
Sw. 1800
Sinónimos
Satyrium papillosum Lindl. 1838
Satyrium pustulatum Lindl. 1840

Referências

editar
  1. R. Govaerts, et al (2009). World Checklist of Orchidaceae. The Board of Trustees of the Royal Botanic Gardens, Kew. «Publicada na Internet» (em inglês)  (Consultada em fevereiro de 2009).
  2. Kurzweil, H. & Linder, P.: (2001) Phylogenetics of Orchidoideae. In A. M. Pridgeon, P. J. Cribb, M. W. Chase, and F. N. Rasmussen eds., Genera Orchidacearum, vol. 2, Orchidoideae part 1. Oxford University Press, Oxford, UK ISBN 0198507100.
  3. Van Der Niet, Timotheüs e Lindera, H. Peter: Dealing with incongruence in the quest for the species tree: A case study from the orchid genus Satyrium. Institute of Systematic Botany, University of Zurich, Switzerland, Dezembro de 2007. publicado na internet

Ver também

editar

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre orquídeas (família Orchidaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.