Abrir menu principal

Wikipédia β

Scalene

NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Scalene é uma banda brasileira de rock formada em Brasília no ano de 2009. Eles já lançaram 3 EPs, 3 álbuns de estúdio e 1 álbum ao vivo.[1] A banda participou da segunda temporada do reality show musical Superstar, da Rede Globo, onde terminou como vice-campeã. A banda foi vencedora do Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock em Língua Portuguesa de 2016 com o álbum Éter.[2]

Scalene
Informação geral
Origem Brasília
País  Brasil
Gênero(s) Stoner rock
Metal alternativo
Período em atividade 2009 - presente
Gravadora(s) Som Livre / SLAP
Afiliação(ões) Supercombo
Medulla
Far From Alaska
Inky
Alaska
Influência(s) Queens of the Stone Age, Radiohead, O'Brother, Thrice e outros
Integrantes Gustavo Bertoni
Tomas Bertoni
Lucas Furtado
Philipe Conde Nogueira "Makako"
Ex-integrantes Alexia Fidalgo
Página oficial Site Oficial

Índice

CarreiraEditar

2009: Formação e influênciasEditar

Formada no início de 2009, a banda contava com Alexia Fidalgo (ex-vocalista) Gustavo Bertoni (guitarra e atual vocalista), Tomas Bertoni (guitarra e vocal de apoio), Lucas Furtado (baixo e vocal de apoio) e Philipe "Makako" (bateria e vocal de apoio). A banda foi influenciada por Queens of the Stone Age, Radiohead, O'Brother e Thrice.

2010 - 2012: EP Cromático e saída de AlexiaEditar

Em 2010, a banda produziu muitos dos seus próprios shows pela capital federal, ganhando experiência e seguidores.

Em 2011, a banda tocou em alguns festivais e fez a pré-produção do EP Cromático, que se tornaria depois um álbum de 12 faixas. Em 2012 gravaram o EP Cromático, trabalho que os levou para os mesmos palcos de artistas consagrados como Natiruts, Fresno e Zeca Baleiro.

No começo desse ano também começou com a finalização da gravação do álbum Cromático e início da produção do material para lançamento do CD. Com gravação de vários clipes e web clipes durante o ano e a participação em programas como Acesso MTV e Comando Mix, logo a Scalene tomou proporção nacional. Em Julho, houve o lançamento do clipe e single acústico "Sonhador I", que não esta presente em nenhum álbum de estúdio, mas ganhou uma continuação no "Real/Surreal" como "Sonhador II" e um registro ao vivo no DVD "Ao Vivo Em Brasília", lançado em 2016 pela Slap.

Porém, em agosto a banda encarou a época, segundo Tomás "mais difícil da história do Scalene". O avô do Makako estava hospitalizado e a avó de Tomás e do Gustavo (que são irmãos) faleceu. Além disso, desde o mês anterior estava decidido entre os quatro caras que Alexia sairia da banda. No Domingo, dia 19, e na Segunda, dia 20, conversaram com ela. Na última semana de Agosto foi anunciado oficialmente a saída dela.

Depois do lançamento do clipe de "Nunca Apague a Luz", a banda tocou pela primeira vez no Hangar 110.

No fim do ano de 2012 continuaram a compor para o novo CD e durante um show em Brasília tocaram o acústico ao vivo do Mashup de “Dear Rosemary” e “Somebody That I Used To Know”. Nomeado “Rosemary That I Used To Know”, a música ganhou um vídeo como presente de natal para os fãs.[3]

2013: Álbum Real/SurrealEditar

Em 2013, a Scalene lançou o single e o clipe de "Danse Macabre", baseado no seriado Dexter, que foi um enorme sucesso. O vídeo faz parte do material do segundo álbum, que foi gravado em casa.

Lançado em 14 de Agosto e dividido em duas partes cada uma com nove faixas, o disco explora a dualidade entre o palpável e o imaginário, os sonhos e a realidade. O álbum, independente, figurou na lista de melhores do ano em vários sites e blogs especializados em música, como Tenho Mais Discos Que Amigos, ShowLivre e Collectors Room.[4] Foram lançados Lyric Vídeos para todas as 18 faixas e ainda um clipe para "Surreal", "Amanheceu" e um Web Clipe para "Forma Padrão".

2014: Crescimento da bandaEditar

O disco Real/Surreal foi tão bem recebido por crítica e público que continuou gerando muitos frutos em 2014. A música “Danse Macabre” passou a ser veiculada na cidade de São Paulo através da 89 FM a Rádio Rock, principal emissora de rádio rock do Brasil. A Scalene abriu shows de grandes artistas como Raimundos e, ainda em 2014, fez 45 shows em 18 cidades no Brasil, incluindo aí os festivais Porão do Rock (Brasília, DF) e DOSOL (Natal, RN). O clipe “Surreal” foi veiculado nas principais emissoras de TV do Brasil, como MTV, Multishow e Mix TV.

2015: SuperStar e álbum ÉterEditar

Em 2015, a Scalene começou o ano fazendo parte do line up de festivais renomados como Lollapalooza Brasil e South by Southwest (SXSW), em Austin, Texas, EUA.[5][6]

Foi lançado, no dia 20 de Abril, um clipe para a faixa "Legado", single do álbum Éter, que seria lançado semanas depois.

SuperStarEditar

Em 3 de Maio, a banda tocou a música "Surreal" na noite de Audições do Programa SuperStar da Rede Globo. No programa responsável pelo sucesso da banda Malta, Scalene conseguiu 89% de aprovação do público, além de elogios dos jurados. Escolheram Paulo Ricardo (RPM) para ser seu padrinho e ajudá-los na disputa. Logo depois da apresentação, o site oficial da banda ficou indisponível por congestionamento por quase uma semana.[7] No dia seguinte a banda alcançou 31 pontos de popularidade no site Vagalume, sendo o 37ª artista no ranking. Assim, a banda passou para a próxima fase, concorrendo a quinhentos mil reais, um contrato com a gravadora Som Livre e um carro.[8] Duas semanas depois, em 17 de maio, a música escolhida foi "Danse Macabre". Com 86% a banda seguiu em frente e repetiu o sucesso, o site oficial da banda caiu novamente e a popularidade subiu para 72 pontos, sendo o 9ª artista mais visto segundo o site Vagalume. Thiaguinho, um dos jurados do programa, pediu para a banda cantar a música "Amanheceu", que em palavras dele: "Me fez chorar em casa, me lembrando da minha mãe". Imediatamente a música se tornou uma das mais buscadas da banda e o clipe, que já estava disponível, tomou grande notoriedade.[9] No dia 7 de Junho, para o SuperFiltro a banda tocou uma das faixas do novo álbum: Náufrago. Conseguiu 77%, junto ao público e ao jurados. E passou novamente para a próxima fase, o Top 12. Paulo Ricardo já havia dito que a Scalene é uma "banda pronta" e na ocasião disse que é a favorita.[10] Em 21 de Junho, todas 11 primeiras bandas que se apresentaram tomaram notas em até 80%, a maioria foi em 60. Durante a exibição surgiu a hipótese de várias pessoas estarem entrando no aplicativo porém votando "Não" em todas as bandas senão suas favoritas. A Scalene, então, foi a última a se apresentar, e atendeu ao pedido de Thiaguinho, com a música" Amanheceu", e com uma letra simpática para as mães, eles atingiram 86%. Pela 2ª vez a maior nota da noite. O site da banda caiu mais uma vez e alcançaram 52 pontos de popularidade.[11] No final da temporada, no dia 12 de julho de 2015, Scalene apresentou as músicas "Nunca Apague a Luz" do EP Cromático no Top 4 conquistando 60% dos votos, "Legado" do álbum Éter atingindo 59% no Top 3 e "A Luz e a Sombra" do álbum Real/Surreal na última etapa chegando a 55%, encerrando sua trajetória no reality em segundo lugar.[12]

Álbum ÉterEditar

Em 19 de maio a banda lançou seu terceiro álbum independente intitulado Éter.

O álbum contém 12 faixas produzidas no final de 2014 e início de 2015, uma delas, "Terra" com a participação de Mauro Henrique, conhecido por cantar na banda Oficina G3.

O show de lançamento do álbum aconteceu no Teatro Mars em São Paulo no dia 30 de Maio. Além da Scalene, tocaram também as bandas Supercombo (amiga da banda e até então também concorrente ao vencedor do SuperStar) e a banda Medulla.

O nome do álbum remete ao termo usado desde a Grécia antiga para a hipotética substância que preencheria o vazio do universo e seria o meio de propagação da luz. Era considerada um quinto elemento, mais leve e estável, que harmoniza os elementos clássicos: água, fogo, terra e ar. O disco contém sonoridade e temática que trazem uma sensação de busca pela transcendência e evolução pessoal.[13]

Éter possui composições na mesma linha do disco anterior Real/Surreal, mas agora com letras e sonoridades mais elaboradas e sublimes. Como se tivessem pegado o excesso criativo do álbum passado e transformado em algo mais concentrado e ainda versátil. Melodia nos vocais e peso nos riffs, climas e dinâmicas que se alternam com facilidade e muita distorção são temas que fazem parte do rock moderno da Scalene. As influências de Queens of the Stone Age, Them Crooked Vultures e Thrice continuam soando muito bem.[14]

O álbum foi vencedor do Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock em Língua Portuguesa de 2016, empatando com o álbum Derivacivilização, do Ian Ramil.[15]

2016: EP Entrelaços/Inércia e DVD ao vivoEditar

Em 2016 a banda lançou o 'EP Entrelaços/Inércia' com duas faixas que farão parte do primeiro DVD ao vivo da carreira.[16] Em 18 de julho a banda lançou o DVD ao vivo pela SLAP intitulado 'Ao Vivo em Brasília', contendo quase duas horas de duração e 22 faixas dos álbuns Real/Surreal e Etér além dos singles “Inércia” e “Entrelaços” e as inéditas “Vultos” e "XXIII" (Instrumental de abertura do disco). [17]

No dia 20 de agosto a banda se apresentou no festival Feeling Pro Rock ao lado de CPM 22, Tihuana, Gloria, Vivendo do Ócio, Strike entre outras . No momento a banda se encontra em turnê em suporte ao seu DVD ao vivo 'Ao Vivo em Brasília'.

IntegrantesEditar

  • Gustavo Bertoni - vocal, guitarra, teclado e violão
  • Tomas Bertoni - guitarra, teclado e vocal de apoio
  • Lucas Furtado - baixo e vocal de apoio
  • Philipe Conde "Makako" - bateria e vocal de apoio

Ex-integrantesEditar

  • Alexia Fidalgo - vocal

Membros de turnêEditar

  • Samyr Aissami - Teclado, guitarra e percussão

Linha do tempoEditar

 

DiscografiaEditar

Extended playsEditar

  • Scalene (2010)
  • Cromático (2012)
  • Entrelaços/Inércia (2016)

Álbuns de estúdioEditar

Álbum ao vivo (DVD)Editar

  • Ao Vivo em Brasília (2016)

SinglesEditar

Como banda principalEditar

Ano Título Álbum
2012 Cada Minuto Cromático
Nunca Apague a Luz
Sonhador I (Single acústico)
2013 Danse Macabre Real/Surreal
Surreal
2014 Amanheceu
2015 Legado Éter
Sublimação
Histeria

Como banda convidadaEditar

Ano Canção Álbum
2014 Trans-Aparecer (com Supercombo)
2015 Relentless Game (com Far From Alaska)

Outras apariçõesEditar

Trilha sonora
Ano Título Mídia
2015 Danse Macabre A Regra do Jogo
2016 Relentless Game (part. Far From Alaska) Rock Story

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2016 Prêmio Quem Melhor Banda Scalene Venceu
Grammy Latino Melhor Álbum de Rock em Língua Portuguesa Éter Venceu

Referências

  1. «Biografia - Banda Scalene | Banda Scalene» 
  2. «Do DF, Scalene e Hamilton de Holanda vencem Grammy em Las Vegas». Música no Distrito Federal. 17 de novembro de 2016 
  3. «Retrospectiva 2012 | Banda Scalene». Consultado em 24 de junho de 2015 
  4. «OQTPH: Review de "Real/Surreal"da Banda Scalene | Tracklist». Consultado em 24 de junho de 2015 
  5. «Scalene | Lollapalooza Brasil» 
  6. «Scalene | SXSW 2015 Event Schedule» 
  7. «Scalane consegue 89% com música autoral e escolhe Paulo Ricardo - SuperStar - Catálogo de Vídeo». Consultado em 24 de junho de 2015 
  8. «SuperStar: uma disputa de bandas que tem até rock» 
  9. «Sandy 'perde a compostura' com rock da Scalene, que marca 86% dos votos» 
  10. «Scalene garante 77% dos votos e conquista Paulo Ricardo: 'Favorita!'». Consultado em 24 de junho de 2015 
  11. «Scalene canta música autoral que emocionou Thiaguinho e chega a 86%» 
  12. Gshow, TV Globo (13 de julho de 2015). «Scalene faz balanço sobre participação: 'Aprendemos muito'». Consultado em 13 de julho de 2015 
  13. «Banda Scalene - Banda de Rock em Brasília DF» 
  14. «Lançamento: escute o álbum ÉTER nas principais plataformas digitais | Banda Scalene». Consultado em 24 de junho de 2015 
  15. «Do DF, Scalene e Hamilton de Holanda vencem Grammy em Las Vegas». Música no Distrito Federal. 17 de novembro de 2016 
  16. «Scalene lança EP com as inéditas "Entrelaços" e "Inércia"». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 11 de março de 2016 
  17. «Scalene lança primeiro DVD pronto para liderar o rock nacional». Consultado em 25 de agosto de 2016