School Days

School Days é um jogo de romance visual japonês desenvolvido pela 0verflow e lançada em 28 de abril de 2005 para Windows como um jogo adulto. Posteriormente, foi portada para o PlayStation 2 (PS2) e para o PlayStation Portable (PSP). A história, do gênero slice of life, segue Makoto Ito, um estudante que se torna o interesse amoroso ambivalente de várias garotas durante o segundo período do primeiro ano do ensino médio, e os efeitos que isso tem sobre ele mesmo e seu relacionamento com outros personagens. Embora o jogo exija pouca interação dos jogadores, School Days envolve o jogador por meio de uma trama em que eles têm a oportunidade de mudar o curso durante o jogo. O jogo termina com um final específico para cada desenrolar da história, alguns dos quais se tornaram notórios por sua violência gráfica.

School Days
スクールデイズ
Sukūrudeizu
Segunda capa de School Days (DVD-ROM)
Informações gerais
Gêneros [1]
Jogo
Desenvolvimento 0verflow (Windows)
AiCherry (DVD)
Guyzware, Regista (PS2)
Ixia (PSP)
Distribuição/
Licenciamento
0verflow (Windows)

AiCherry (DVD)
Interchannel (PS2)
PalaceGame (PSP)

Plataformas Windows, DVD, PS2, PSP
Data de lançamento 28 de abril de 2005
Mangá
Escrito por 0verflow
Ilustrado por Homare Sakazuki
Editoração Kadokawa Shoten
Revistas Comp Ace
Demografia Seinen
Período de publicação 26 de maio de 2006 – 26 de setembro de 2007
Volumes 2
Radionovela
Radio School Days
Estúdio TNK
Estações de rádio Lantis Net Radio
Exibição original 26 de junho de 2007 – 28 de março de 2008
Número de episódios 39
Anime
Produção Katsumi Koike
Makoto Ito
Masanori Goto
Direção Keitaro Motonaga
Roteiro Makoto Uezu
Música Kaoru Okubo
Estúdio de animação TNK
Emissoras de televisão originais TV Kanagawa, Chiba TV, TV Aichi, TV Osaka, TV Saitama, AT-X
Período de exibição 3 de julho de 2007 27 de setembro de 2007
Episódios 12
OVA
Valentine Days
Direção Keitaro Motonaga
Roteiro Makoto Uezu
Música Kaoru Okubo
Estúdio de animação TNK
Lançamento 17 de janeiro de 2008
Duração 19 min.
OVA
Magical Heart Kokoro-chan
Direção Keitaro Motonaga
Roteiro Makoto Uezu
Música Kaoru Okubo
Estúdio de animação TNK
Lançamento 26 de março de 2008
Duração 25 min.
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

A 0verflow anunciou School Days em outubro de 2004 e o comercializou em locais públicos que exibiam o uso inovador no jogo de cinemática e voz semelhantes aos de anime. O jogo foi classificado como a visual novel (romance visual, em inglês) mais vendida no Japão na época de seu lançamento, continuando no top 50 nacional por quase cinco meses. A 0verflow produziu então várias sequências por causa do sucesso do jogo, incluindo um spin-off da história original chamada de Summer Days e uma história paralela chamada de Cross Days. Outro spin-off, Island Days, foi desenvolvido pela Klon para o Nintendo 3DS. School Days foi remasterizado como School Days HQ em 8 de outubro de 2010 e localizado na América do Norte em 27 de junho de 2012. O jogo original foi oficialmente descontinuado em 21 de abril de 2011.

Após o lançamento do jogo, School Days fez várias transições para outras mídias. A história original foi adaptada para um mangá e serializada na revista da Kadokawa Shoten, a Comp Ace; mais tarde foi publicada em dois volumes. Antologias de quadrinhos, light novels e livros de arte também foram publicados, assim como audiodramas e vários álbuns de música. Um anime, duas OVAs direct-to-video e um filme concerto também foram produzidas, a primeira da qual se tornou um precursor de um meme da Internet quando seu final foi cortado da transmissão na televisão.

JogabilidadeEditar

 
Exemplo de uma tela de seleção do lançamento norte-americano de School Days HQ. Aqui, Kotonoha fez uma pergunta a Makoto. Os jogadores podem escolher uma das opções disponíveis ou nenhuma

Como é um jogo de romance visual, School Days contém uma jogabilidade mínima. A apresentação central do jogo na tela é composta de cenas que são vistas principalmente de uma perspectiva de terceira pessoa. Em intervalos predeterminados, o jogo faz uma pausa e os jogadores são apresentados a uma ou duas respostas ou ações relevantes para a cena em andamento para fazer, ou não, em nome dos personagens. Cada escolha ramifica o progresso do jogo até aquele ponto em uma direção alternativa, enquanto também faz com que o amor do jogador por um personagem floresça, se estabilize ou diminua,[2] proporcionando assim uma experiência de narrativa não linear. Por ser um título erótico, os relacionamentos entre os personagens podem-se tornar sexuais; cenas desse tipo representam uma combinação variada de beijos franceses, masturbação, sexo oral, relação sexual e nudez (tanto feminina quanto masculina) ou uma combinação delas. A genitália é pixelizada nos lançamentos japoneses originais, mas o lançamento ocidental de School Days HQ não tem censura.[3]

Cada caminho do jogo invariavelmente termina com um final específico para as escolhas feitas até aquele ponto. Dependendo dessas escolhas, o resultado da história será bom ou ruim. School Days se tornou popularmente conhecido por seus finais ruins,[carece de fontes?] que retratam a morte de personagens. Em um final intitulado de "Bloody End" (lit. Final Sangrento), a yandere Kotonoha corta a veia jugular de Sekai com um dozuki, fazendo Sekai entrar em colapso e morrer em uma fonte de sangue, ocasionando uma crise de riso doentia de sua agressora, para o horror de Makoto.[4] Em outro chamado de "Forever" (lit. Para sempre), Kotonoha comete suicídio inclinando-se e caindo do telhado de uma escola, caindo de cabeça em uma calçada, para o horror de Makoto e Sekai.[5] Os bons finais do jogo, em contraste, retratam o bem-estar dos personagens e seus relacionamentos. No final intitulado de "Christmas Eve" (lit. Véspera de Natal), Makoto e Kotonoha se abraçam e fazem amor em um quarto de hotel enquanto a neve cai ao redor da cidade.[6] Em outro, intitulado de "Two Lovers" (lit. Dois amantes), Kotonoha e Sekai concordam em ter um relacionamento poliamoroso com Makoto em vez de rivalizar entre si.[7] Por causa dos inúmeros finais alternativos que podem ser alcançados, os jogadores que desejam assistir a finais adicionais e cenas de sexo terão que jogar o jogo mais de uma vez.[8]

Ao contrário dos romances visuais tradicionais que consistem em personagens estáticos com diálogos legendados, School Days é incomum por incorporar movimento e voz, o que a torna quase uma série animada. A cinemática avança por conta própria, e os jogadores têm a capacidade de pausar, avançar e até mesmo pular as cenas que já viram antes. As vozes masculinas e femininas podem ser silenciadas, as legendas podem ser ativadas ou desativadas e o jogo pode ser reproduzido em uma janela ou tela cheia. O progresso pode ser salvo a qualquer momento em até 100 slots e carregado a partir do menu principal ou durante o jogo.[2]

EnredoEditar

School Days centra-se na vida de Makoto Itou, um estudante do primeiro ano do ensino médio[9] que vive com sua mãe divorciada e não vista na cidade fictícia de Haramihama. Durante o segundo período da escola, ele se apaixona por Kotonoha Katsura, uma colega de escola de fala mansa que pega o mesmo trem que ele para ir e voltar do campus. Quando o plano de assentos de sua classe é reorganizado, ele conhece Sekai Saionji, uma garota otimista que tem um interesse especial por sua paixão recém-descoberta, que é Makoto, fazendo amizade com os dois e fornecendo-lhes um lugar para se conhecerem.[10]

DesenvolvimentoEditar

School Days foi o décimo jogo da 0verflow a ser desenvolvido.[11] Notícias sobre School Days surgiram pela primeira vez em 5 de outubro de 2004, quando a 0verflow postou um link para o site do jogo, ainda no ar, com un registro de desenvolvimento em seu site oficial.[12] Em seu blog, a 0verflow revelou que School Days estava em pré-produção por cerca de dois anos e que seria um jogo totalmente animado. As atualizações sobre o desenvolvimento do jogo estavam programadas para serem feitas em todas as terças e sextas-feiras, e a empresa incentivou os fãs a comparecerem à Dream Party 2004, uma convenção de anime que aconteceria no Tokyo Big Sight em Ariake, em 11 de outubro, onde faria sua primeira exposição pública do jogo e dos seus personagens.[13] Um acompanhamento do local foi feito no dia 15 de outubro. No final do mês, em 26 de outubro, a 0verflow postou que novas informações sobre School Days seriam distribuídas na edição de novembro da Tech Gian, uma revista para adultos publicada pela Enterbrain.[14]

A promoção do jogo começou logo depois. Em uma postagem de desenvolvimento de 6 de novembro, a 0verflow anunciou que estava planejando uma exibição pública de uma nova parte do jogo, mas estava tendo dificuldade em conseguir um local para a exposição. A empresa havia inicialmente optado por ter o local em Akihabara, mas não conseguiu encontrar nenhuma varejista disposta a hospedar a exposição, o que levou a exposiçâo ser feita em Osaka na semana seguinte.[15]

Em 28 de dezembro de 2004,[16] a 0verflow lançou um teste público de School Days e anunciou que a empresa participaria do Comiket 67 no Tokyo Big Sight de 29 a 30 de dezembro, distribuindo cartões telefônicos para os primeiros 50 visitantes de seu estande.[17] Dois meses depois, em 2 de fevereiro de 2005, a empresa anunciou que o jogo havia sido adiado novamente para 28 de abril.[18] De 5 a 8 de abril, a 0verflow concluiu o desenvolvimento do jogo com comentários de Soyogi Tōno, Kaname Yuzuki, Tatsuya Hirai, Yuki Matsunaga, Hikaru Isshiki e Hana Yamamoto, as respectivas vozes de Kotonoha, Sekai, Makoto, Otome, Hikari e Setsuna.[19] Para corrigir bugs que mais tarde foram encontrados no jogo, a 0verflow lançou um patch para trazer School Days a uma versão estável, a 1.11.[20] Em 26 de junho de 2007, a 0verflow e a rádio Lantis-net começaram a transmitir um audiodrama de rádio na Internet intitulado de "Radio School Days".[21] As transmissões terminaram em 28 de março de 2008, com 39 episódios ao todo que foram ao ar.[22] Em 21 de abril de 2011,[23] a 0verflow anunciou através de seu blog que o suporte para School Days estava sendo encerrado.[24]

LançamentoEditar

School Days foi portado para outras três plataformas. O primeiro dos portes foi feito por AiCherry, um desenvolvedor de filmes interativos, que anunciou em 20 de agosto de 2007, que havia escolhido o jogo para desenvolvimento,[25] lançando-o como um jogo de DVD de quatro discos em 28 de setembro.[26] Naquele mesmo ano, em 31 de agosto,[27] A Interchannel postou um link em seu blog para o site oficial do School Days L × H, um porte para PlayStation 2 (PS2) em desenvolvimento pela Guyzware,[28] que seria editado para que houvesse material sexual explícito. O jogo foi lançado em 17 de janeiro de 2008[29] e avaliado pela Computer Entertainment Rating Organization (CERO), o principal sistema de classificação de conteúdo de videogame do Japão, recebendo uma classificação "C" para jovens de 15 anos ou mais por conter temas sexuais e palavrões.[30] A terceira e última versão foi desenvolvida pela PalaceGame para o PlayStation Portable (PSP). Depois de adiar o jogo em 11 de maio, ele foi lançado como quatro UMDs em 30 de junho de 2010.[31]

A 0verflow abriu o que se tornaria a página inicial do School Days HQ em 21 de maio de 2010, uma remasterização do jogo original inicialmente programada para ser lançada em agosto.[32] O site foi finalizado no dia 3 de junho e, no dia 16 de julho, o jogo foi adiado para o dia 24 de setembro. Um teste foi lançado publicamente para download em 7 de agosto e, de 20 de agosto a 28 de setembro, a 0verflow promoveu o jogo.[33] Os clientes que compraram a versão original de School Days teriam a oportunidade de atualizar para o HQ por uma taxa até 11 de outubro, enviando o disco do jogo ou visitando as lojas em Akihabara, Osaka ou Nagoia.[34] As distribuidoras ofereceram cartões telefônicos colecionáveis para reservas,[35] e após uma segunda mudança de data em 10 de setembro, o jogo foi lançado no dia 8 de outubro.[36]

Em 3 de março de 2011, a 0verflow reconheceu o Sekai Project, um grupo não oficial de tradução feito por fãs, que teria começado a localizar School Days em abril de 2006.[37] Em parceria com o distribuidor americano JAST USA, School Days HQ, sem censura em inglês, foi anunciado para ser lançado na América do Norte em 11 de março de 2011.[38] Em vez disso, o desenvolvimento continuou em 2012 e, em 18 de maio, a JAST anunciou que a empresa havia começado a fazer pré-encomendas da Collector's Edition, um lançamento do jogo físico com um chaveiro e um mousepad.[39] A empresa anunciou semanas depois, em 1 ° de junho, que o School Days HQ havia virado ouro.[40] Após a notícia em 26 de junho de que a empresa iria mostrar o jogo na Anime Expo 2012,[41] a JAST atualizou o anúncio de 1º de junho de que o School Days HQ havia começado a ser comercializado. A versão para download do jogo foi lançada posteriormente em 6 de agosto.[42]

VendasEditar

Em uma classificação nacional de vendas de jogos bishōjo na PCNEWS, uma agora extinta revista online japonesa, School Days estreou como o jogo mais vendido da segunda metade de abril de 2005,[43] o segundo e décimo sétimo na primeira e segunda metades de maio,[44][45] o quinto e o vigésimo sexto para a primeira e segunda metades de junho,[46][47] e o vigésimo sétimo para a primeira quinzena de julho.[48] Uma versão melhorada de School Days, lançada uma semana após o ranking de vendas anterior, continuou a ajudar o jogo a ficar no ranking de vendas; ficou como o trigésimo terceiro jogo mais vendido na segunda quinzena de julho,[49] antes de terminar como trigésimo quinto e quadragésimo nono jogo mais vendido na primeira e segunda metades de agosto.[50][51]

Getchu.com, um grande distribuidor de jogos de romance visual e produtos domésticos de anime, registrou vendas semelhantes. School Days for Windows estreou como o jogo mais vendido no mês de seu lançamento,[52] e o sétimo mais em maio,[53] ficando como o jogo mais vendido no primeiro semestre de 2005[54] e o nono do ano.[55] No ano seguinte, a versão melhorada de School Days foi o vigésimo jogo mais vendido em julho de 2007,[56] caindo para a trigésima posição entre agosto a outubro.[57][58][59] School Days HQ foi o sexto jogo mais vendido em outubro de 2010[60] mas fracassou nos rankings de vendas depois disso.

De acordo com o Gamasutra, um site de notícias de jogos eletrônicos, School Days L × H foi o jogo para PlayStation 2 mais vendido em janeiro de 2008.[61]

MídiaEditar

Romances visuais relacionadosEditar

A 0verflow desenvolveu vários outros jogos relacionados a School Days, compartilhando o mesmo universo. Antes do desenvolvimento de School Days, a 0verflow desenvolveu a série de romances visuais Radish Vacation. A primeira é Snow Radish Vacation, que foi lançada em 28 de dezembro de 2001, seguida por Summer Radish Vacation em 1 de abril de 2003 e, finalmente, Summer Radish Vacation 2 em 13 de agosto de 2004.[62]

Um spin-off intitulado de Summer Days foi lançado em 23 de junho de 2006, recontando a história do jogo original durante as férias de verão e da perspectiva de Setsuna Kiyoura.[63] Ao contrário de seu antecessor, no entanto, Summer Days foi quase universalmente criticado por seu estado altamente bugado,[64] com muitos patches[65] e os vários recalls feitos para consertar o jogo e recompensar os jogadores pelo prejuízo.[66] Outro spin-off, intitulado de Cross Days, foi lançado em 19 de março de 2010. Situado no mesmo universo de School Days, Cross Days segue a vida de outro protagonista, Yuuki Ashikaga, um calouro do ensino médio que também se viu preso entre o afeto de duas meninas, Roka Kitsuregawa e Kotonoha Katsura, durante o seu segundo ano na Academia Sakakino. O jogo também apresenta cenários yaoi, durante os quais Yuuki se traveste como empregada doméstica.[67][68] A 0verflow também lançou Shiny Days em 2 de fevereiro de 2012, uma versão remasterizada de Summer Days com uma nova personagem e animações de alta qualidade. Um terceiro spin-off, intitulado de Island Days, foi desenvolvido para o Nintendo 3DS e lançado no Japão em 3 de julho de 2014.[69][70] O jogo, desenvolvido pela Klon, se concentra em Makoto e as garotas ficando presos em uma ilha remota e inclui elementos de Tower defense.[71]

MangáEditar

Baseado na história do jogo original, School Days foi reinventado como um mangá, ilustrado por Homare Sakazuki e serializado na revista da editora Kadokawa Shoten, Comp Ace, de 26 de maio de 2006[72] a 26 de setembro de 2007.[73] Em 12 de julho de 2007,[74] a 0verflow anunciou o primeiro volume do mangá, compreendendo cinco capítulos com lançamento previsto para 24 de julho.[75] Mais tarde naquele ano, o segundo e último volume, compreendendo os sete capítulos restantes, foi lançado em 21 de novembro.[76]

Data de lançamento (Japonês) ISBN (Japonês)
01 26 de julho de 2007ISBN 978-4-04-713946-6
  1. "Confession" (告白 "Kokuhaku"?) ~boys & girls~
  2. "The Couple's Distance" (二人の距離 "Futari no Kyori"?) ~distance~
  3. "First Kiss" (ファーストキッス "Fāsuto Kissu"?) ~step for skip~
  1. "Another Good Luck Charm" (もうひとつのおまじない "Mō Hitotsu no Omajinai"?) ~wish & pain~
  2. "And the Story Begins" (そして始まる物語 "Soshite Hajimaru Monogatari"?) ~decide~
Data de lançamento (Japonês) ISBN (Japonês)
02 26 de novembro de 2007ISBN 978-4-04-713965-7
  1. "Right and Left Hand" (右手と左手 "Migite to Hidarite"?) ~unbalance~
  2. "Warmth" (ぬくもり "Nukumori"?) ~sign~
  3. "The Couple's Feelings" (二人の想い "Futari no Omoi"?) ~ripple mind~
  4. "Mask" (仮面 "Kamen"?) ~innocent~
  1. "Two People and One Person" (フタリとヒトリ "Futari to Hitori"?) ~fall down~
  2. "Slanted Words" (歪むコトバ "Hizumu Kotoba"?) ~period~
  3. "The Couple's World" (二人のセカイ "Futari no Sekai"?) ~world's end~

Vários artistas também produziram mangás curtos de School Days que foram compilados em duas antologias de quadrinhos . O "School Days Comic Anthology" foi lançado pela Ohzora Publishing em 25 de outubro de 2005,[77] sob seu selo P-mate Comics, contendo nove mangás curtos de artistas individuais.[78] Em 25 de fevereiro de 2008, a editora Ichijinsha publicou o "School Days Kotonoha Anthology" sob seu selo DNA Media Comics, uma coleção de mangás focando principalmente no personagem Kotonoha Katsura.[79]

Livros e publicaçõesEditar

Além do mangá, School Days foi adaptado para outras mídias impressas. O primeiro deles foi o "School Days Visual Guide Book" publicado pela Jive em 16 de setembro de 2005,[80] um artbook contendo ilustrações de personagens, folhas de modelos, roteiros, storyboards e uma hierarquia visual das escolhas e cenas correspondentes no jogo.[81] Edições separadas para a série de televisão de anime e o porte do jogo para o Playstation 2 também foram publicadas, em 1 de dezembro de 2007[82] e 21 de março de 2008, respectivamente.[83] Coleções de trabalhos de produção do jogo para Windows, como as artes de personagens e meio ambiente, roteiro, comentários de artistas e todos os itens promocionais manufaturados, foram coletados e lançados nos "School Days Official Visual Art Works" (School Days 公式ビジュアル・アートワークス School Days Koushiki Bijuaru Atowa Kusu?) em 16 de dezembro de 2005[84] e também apresentado no "SummerDays [sic] & School Days Visual Collection" em 31 de agosto de 2006.[85]

A primeira de quatro light novels, todas ilustradas por Junji Goto, escrita por Ryuna Okada e impressa pela Harvest Publishing sob seu selo Harvest Novels.[86] Lançado em 1 de dezembro de 2005,[87] "School Days: Sekai Hen" (School Days 世界編?) reconta a história original da perspectiva de Sekai.[78] Okada seguiria a publicar as light novels com "School Days: Kotonoha Hen" (School Days 言葉編?) em 1 de janeiro de 2006, mudando para a perspectiva de Kotonoha. Dois outras light novels também foram publicados pela Jive, a primeira da qual foi escrita por Takuya Baba, intitulada de "School Days: Kimi to Iru, Sora" (School Days 君といる、空?) e impressa em 16 de dezembro de 2005,[88] e a segunda escrita por Hiro Akiduki, intitulada de "School Days: Innocent Blue", lançada em 28 de abril.[89]

AnimeEditar

School Days foi adaptado para uma série televisiva de anime contendo doze episódios com transmissão pela TNK.[90] Notícias concretas sobre isso apareceram pela primeira vez em 1 de junho de 2007,[91] quando a 0verflow anunciou através de seu blog que o site oficial do anime estava no ar.[92] As estações que participaram da transmissão incluíram a TV Kanagawa, a Chiba TV, a Aichi TV, a TV Osaka, TV Saitama e a AT-X, cuja estreia iria ao ar na TV Kanagawa em 3 de julho.[93] O anime foi ao ar até 27 de setembro e terminou sua transmissão pela AT-X.[94] De 26 de setembro de 2007 a 27 de fevereiro de 2008, a série foi compilada em seis DVDs de edição limitada ou comum.[95]

A TNK também produziu dois episódios direct to-video (OVAs) de School Days. O primeiro, intitulado de "Valentine Days" (lit. Dia dos namorados), foi empacotado com cópias da edição limitada de School Days L × H, e apresenta uma travessura cômica não relacionada ao Dia dos Namorados, enquanto Kotonoha, Sekai e Otome tentam dar chocolates de giri a Makoto.[96] O segundo, intitulado de "Magical Heart Kokoro-chan" (lit. Coração mágico Kokoro-chan), leva a série para o território do Mahō shōjo, retratando Kokoro Katsura como a super-heroína Coração Mágico; foi lançado em 26 de março de 2008.[97]

A Discotek Media adquiriu a série de televisão e o OVA "Magical Heart Kokoro-chan", lançado-os em DVD no dia 24 de junho de 2014, com legendas em inglês.[98]

Atraso no episódio finalEditar

 
Captura de tela do MS Skagastøl conforme aparecia na gravação original da compilação. O comentário "belo barco" e posteriormente seu meme seu derivariam disso

Em 17 de setembro de 2007, um dia antes do décimo segundo e último episódio do anime ir ao ar na Kanagawa TV, uma garota de dezesseis anos assassinou seu pai de quarenta e cinco anos em sua casa em Quioto com um machado. A Kanagawa TV então cancelou prontamente a exibição do final do anime na terça-feira por seu conteúdo violento, substituindo-o por uma compilação de um vídeo de trinta minutos com cenas da Europa, incluindo a Noruega, tocadas ao som de "Ária na corda sol", de August Wilhelmj. Jornais como o The Japan Times e o Mainichi Shimbun noticiaram o assassinato e a antecipação do episódio em 19 de setembro.[99][100] De acordo com o Mainichi Shimbun, a Chiba TV e a Aichi TV também cancelaram suas exibições, sendo AT-X a única estação indecisa. A 0verflow apresentou um pedido de desculpas por meio de seu blog no mesmo dia,[91] pedindo aos espectadores que fiquem atentos às atualizações.[101] Na semana seguinte, a 0verflow anunciou que havia organizado duas exibições do final editado no Akihabara 3D Theatre em 27 de setembro. Aqueles que desejassem participar deveriam registrar uma vaga por e-mail, ter pelo menos 18 anos com foto e trazer uma cópia do Windows de School Days ou Summer Days.[102] Naquele mesmo dia, a AT-X anunciou que decidira transmitir o final não editado entre 27 de setembro e 1º de outubro.[103]

Uma das sequências da transmissão improvisada para substituir o final do anime, uma captura de tela do navio norueguês M / S Skagastøl[104] apareceu na Internet junto com a legenda "Nice boat." (lit. Belo barco.), uma frase que ganhou popularidade no Japão.[105] O Google Trends registrou um aumento nas pesquisas por "Nice boat" por volta do terceiro trimestre de 2007[106] enquanto Yomiuri Shimbun, um jornal japonês, relatou que "Nice boat" foi a décima coisa mais pesquisada do Japão no Yahoo! entre 17 a 23 de setembro.[107]

O meme Nice Boat. se tornou tão conhecido que foi usado em outras mídias. O meme apareceu como um easter egg no primeiro episódio de Ef: A Tale of Memories.,[108] e foi parodiado em 13 de fevereiro de 2009, quando o canal da Kadokawa Pictures no YouTube carregou uma pequena montagem de veleiros em vez da estreia previamente agendada de The Melancholy of Haruhi Suzumiya.[109] A 0verflow capitalizou a popularidade da frase, nomeando seu estande no Comiket 73 como "Nice boat.", e também vendeu várias coisas inspiradas no meme.[110] A TNK também homenageou o meme em "Magical Heart Kokoro-chan", um episódio especial direct-to-video da série animada.[111]

Filme de concertoEditar

Além dos lançamentos em vídeo do anime de School Days, um filme concerto, o School Days Secret Live DVD, também foi produzido pela HOBiRECORDS.[112] Lançado em 26 de junho de 2006, em conjunto com Summer Days,[113] o filme contém imagens de um show realizado em 15 de junho de 2005[114] com as performances de Miyuki Hashimoto, YURIA, rino, yozuca* e Minami Kuribayashi.[112]

CDs de áudioEditar

De 2005 a 2010, a Lantis publicou seis álbuns musicais de School Days. O "School Days Vocal Album", uma coletânea com todos os nove temas de encerramento do jogo, interpretada pelos artistas Kiriko, Yozuca*, Miyuki Hashimoto, Yuria, Halko Momoi, Minami Kuribayashi, Rino e Kanako Ito[115] foi a primeira a ser lançada, compartilhando sua data de 28 de abril de 2005 com o lançamento do próprio jogo. As 28 trilhas sonoras restantes, compostas pela KIRIKO/HIKO Sound, foram lançadas em 21 de julho, completando oficialmente a trilha sonora do jogo.[116] Outra coletânea, a "School Days Vocal Complete Album [sic]" com canções de Summer Days e Cross Days, foi lançada em 8 de outubro de 2010.[117]

Três semanas após a estreia do anime na televisão em 25 de julho de 2007, a Lantis publicou o single "Innocent Blue" da DeviceHigh, um disco de quatro faixas com a abertura do anime de mesmo nome, uma canção inspirada em disco chamada Dancin' Joker, contendo também seus instrumentais.[118] A Lantis seguiu os lançamentos com "School Days: Final Theme +" em 22 de agosto, um disco de dezesseis faixas contendo todos os temas de fechamento do anime e notas de fundo em 26 de setembro.[119]

Além das coletâneas musicais, também foram produzidos seis audiodramas, intitulados de "School Days: Little Promise" (lit. School Days: Pequena promessa). Uma crônica da infância de Sekai e Setsuna foi o primeiro audiodrama a ser lançado. Apresentando música da Kiriko/Hiko Sound e de Kanako Ito, a Hobirecords publicou "Little Promise" como um conjunto de dois discos, que a 0verflow agendou para lançamento em 27 de janeiro de 2006.[120] Os pré-lançamentos foram vendidos na Comiket 69 de 29 a 30 de dezembro de 2005.[121] Algum tempo depois, no entanto, a 0verflow anunciou que as cópias pré-lançadas de Little Promise estavam com defeito e pediu aos clientes que enviassem seus discos para substituição. O lançamento também foi adiado para 24 de fevereiro.[122] A Lantis lançou os cinco audiodramas restantes. O primeiro, intitulado de "School Days Drama CD Vol. 1 Himitsu Hanazono" (ヒ・ミ・ツの花園), uma folia da série com as seis meninas principais, foi lançado em 8 de agosto de 2007.[123] Um segundo, intitulado de "School Days Drama CD Vol 2. Koi no Nou-hau "(恋のノ・ウ・ハ・ウ), foi lançado em 24 de outubro de 2007.[124] O Radio School Days foi compilado em três álbuns separados: "Futakumidake no Taiikusai" (二組だけの体育祭?), que foi lançado em 21 de novembro de 2007,[125] "Futakumidake no Shakaika Kengaku" (二組だけの社会科見学?), lançado em 6 de fevereiro de 2008,[126] e "Futakumi Ijou no Rakkasan Butai" (二組以上の落下傘部隊?), lançado em 21 de junho.[127]

MerchandisingEditar

Um esforço considerável foi feito para comercializar e promover School Days antes e depois de seu lançamento, incluindo a venda de merchandising da marca e o uso de incentivos. Por meio de locais públicos e através da loja online da empresa, a 0verflow vendeu chaveiros da marca, mousepads, cartões telefônicos, capas de livros, canecas, camisetas,[128] estojos dakimakura, figuras de PVC[129] cordões, porta-cartões de visita e material para cosplays, como os uniformes escolares das meninas e o dōzuki de plástico.[130]

RecepçãoEditar

A UK Anime Network, uma revista britânica de anime e mangá online, deu ao anime uma nota 7 de 10, resumindo-o como "Uma subversão total do gênero de romance colegial, que é perturbador e constrangedor... ainda que estranhamente atraente de alguma maneira."[131] A THEM Anime Reviews, um site dedicado à crítica de animes, deu à série uma nota pior, 1 de 5 estrelas, citando personagens "exagerados, superficiais e planos" e que, embora "School Days pareça fascinante quando você vê screenshots dele e lê guias de episódios", o crítico achou que a obra é "irritante, estúpida, mesquinha e cheio de alguns dos maiores idiotas que [ele tinha] visto em um anime em muito tempo."[132]

Em 12 de junho de 2015, o Ministério da Cultura da China listou School Days entre os 38 títulos de anime e mangá proibidos no país.[133]

Leitura adicionalEditar

Referências

  1. «School Days Sub.DVD». Anime News Network (em inglês). Consultado em 15 de maio de 2021 
  2. a b «School Days: Spec» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 2 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de maio de 2013 
  3. «Getchu.com: School Days» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 23 de outubro de 2020 
  4. 0verflow (28 de abril de 2005). School Days (em japonês). Windows. Stack. Cena: Ryuuketsu no Ketsuron (鮮血の結末?) "Bloody End" 
  5. 0verflow (28 de abril de 2005). School Days (em japonês). Windows. Stack. Cena: Eienni (永遠に?) "Forever" 
  6. 0verflow (28 de abril de 2005). School Days (em japonês). Windows. Stack. Cena: Kurisumasu Ibu (クリスマスイブ?) "Christmas Eve" 
  7. 0verflow (28 de abril de 2005). School Days (em japonês). Windows. Stack. Cena: Futari no Koibito (二人の恋人?) "Two Lovers" 
  8. Julián Carrera (novembro de 2019). «What are Visual Novels?» (em inglês). Electra Street. Consultado em 11 de outubro de 2020 
  9. «School Days Characters». STACK, JAST USA. Consultado em 11 de outubro de 2020 
  10. «School Days Story». STACK, JAST USA. Consultado em 11 de outubro de 2020 
  11. «製品情報 (全作品)» (em japonês). 0verflow. Consultado em 13 de outubro de 2020 
  12. «0verflow blog: Public School Days Special Page» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2004 
  13. «Development blog: October 2004» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 8 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2013 
  14. «Tech Gian official website» (em japonês). Chiyoda-ku, Tóquio: Enterbrain. Consultado em 8 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 8 de julho de 2013 
  15. «Development blog: November 2004» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 8 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2013 
  16. «Development blog: December 2004» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 8 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2013 
  17. «Event information: Comiket 67» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 30 de dezembro de 2004 
  18. «Development blog: February 2005» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2013 
  19. «Development blog: April 2004» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2013 
  20. «School Days downloads» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 29 de abril de 2005 
  21. «Radio School Days begins today!» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2004 
  22. «Radio School Days: 39th final broadcast» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Lantis. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2008 
  23. «Overflow: Information» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2012 
  24. «School Days discontinued» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2012 
  25. «Update History: Latest title: School Days» (em japonês). AiCherry. Consultado em 2 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2007 
  26. «School Days DVD Players Game» (em japonês). AiCherry. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 30 de março de 2008 
  27. «Interchannel Holon Inc.» (em japonês). Interchannel. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2007 
  28. «School Days L×H at Guyzware» (em japonês). Tokyo, Japan: Guyzware. Consultado em 11 de junho de 2012. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2011 
  29. «School Days L × H on sale today!» (em japonês). Interchannel. Consultado em 11 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2008 
  30. «School Days L×H ratings» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: CERO. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  31. «「SchoolDays」UMD-PG Edition» (em japonês). PalaceGame. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  32. «School Days HQ: Coming soon» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 24 de maio de 2010 
  33. «School Days HQ: What's New» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  34. «School Days HQ upgrade campaign information» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  35. «Store reservation phonecards» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  36. «School Days HQ: What's New». Consultado em 27 de junho de 2021 
  37. «Welcome to the Sekai Project website». Sekai Project. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 24 de maio de 2007 
  38. «School Days is coming in English!». JAST USA. 1 de março de 2011. Consultado em 13 de setembro de 2020 
  39. «School Days HQ is available». JAST USA. Consultado em 12 de outubro de 2020 
  40. «School Days HQ Goes Golden Master». JAST USA. 1 de junho de 2012. Consultado em 12 de outubro de 2020 
  41. «JAST Panel at Anime Expo 2012». JAST USA. 26 de junho de 2012. Consultado em 27 de junho de 2012 
  42. «School Days HQ Available for Download». JAST USA. 6 de agosto de 2012. Consultado em 9 de outubro de 2012 
  43. «TOP50 PC NEWS No.170(4/16〜4/30)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2005 
  44. «TOP50 PC NEWS No.171(5/01〜5/15)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2005 
  45. «TOP50 PC NEWS No.172(5/16〜5/31)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2005 
  46. «TOP50 PC NEWS No.173(6/01〜6/15)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2005 
  47. «TOP50 PC NEWS No.174(6/16〜6/30)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2005 
  48. «TOP50 PC NEWS No.175(7/01〜7/15)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2005 
  49. «TOP50 PC NEWS No.176(7/16〜7/31)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2005 
  50. «TOP50 PC NEWS No.177(8/1〜8/15)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2005 
  51. «TOP50 PC NEWS No.178(8/16〜8/31)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: Peaks, Inc. Consultado em 3 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2005 
  52. «April 2005 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  53. «June 2005 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  54. «First half of 2005 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  55. «2005 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  56. «July 2007 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  57. «August 2007 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  58. «September 2007 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  59. «October 2007 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  60. «October 2010 sales rankings!» (em japonês). Getchu.com. Consultado em 3 de janeiro de 2012 
  61. Danny Cowan (18 de janeiro de 2008). «Saling The World: U.S. Wii Owners Shift Attention to Budget Releases» (em inglês). Gamasutra. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  62. «WebCite query result». www.webcitation.org. Consultado em 27 de junho de 2021 
  63. «Summer Days: FAQ» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 26 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 18 de julho de 2012 
  64. «Apology for Summer Days» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 31 de julho de 2008 
  65. «Summer Days patches» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2006 
  66. «Apology and notice of recall for Limited Edition Summer Days» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 14 de julho de 2006 
  67. «Cross Days: Story» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de dezembro de 2012 
  68. «Overflow|Cross Days». 0verflow (em japonês). Consultado em 2 de dezembro de 2020 
  69. «School Days' New Game Island Days Heads to 3DS in May». Anime News Network (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2021 
  70. «Just Another Day In The Life Of Island Days - Siliconera». web.archive.org. 26 de abril de 2014. Consultado em 27 de junho de 2021 
  71. «Island Days Is Coming To Nintendo 3DS In May». Siliconera. 10 de janeiro de 2014. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  72. «Comp Ace June 2006 Volume 7» (em japonês). Kadokawa Shoten. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  73. «Comp Ace November 2007 Volume 19» (em japonês). Kadokawa Shoten. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 23 de julho de 2012 
  74. «School Days Comic Volume 1 Release Announcement» (em japonês). 0verflow. Consultado em 9 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 20 de julho de 2007 
  75. «School Days (1)» (em japonês). Kadokawa Shoten. Consultado em 25 de outubro de 2020 
  76. «School Days (2)» (em japonês). Kadokawa Shoten. Consultado em 25 de outubro de 2020 
  77. «関連商品 ≫ 本・コミックス». 0verflow (em japonês). Consultado em 25 de outubro de 2020 
  78. a b «0verflow: Books and Comics» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2012 
  79. «School Days Kotonoha Anthology» (em japonês). Ichijinsha. Consultado em 25 de outubro de 2020 
  80. «Jive: School Days Visual Guidebook» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  81. «School Days Visual Guide Book» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. 19 de setembro de 2007. Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  82. «Jive: School Days -TV Anime- Visual Guide Book» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 11 de janeiro de 2012 
  83. «Jive: School Days L×H Visual Guide Book» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 11 de janeiro de 2012 
  84. «Jive: School Official Days Visual Art Works» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 11 de janeiro de 2012 
  85. «Jive: SummerDays & School Days Visual Collection» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 11 de janeiro de 2012 
  86. «Harvest Novels search: Overflow» (em japonês). Harvest Publishing. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2012 
  87. «関連商品≫ 本・コミックス». 0verflow (em japonês). Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  88. «Jive: School Days: Kimi to Iru, Sora» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 11 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 10 de abril de 2013 
  89. «Jive: -TV Anime- School Days Innocent Blue» (em japonês). Shinjuku, Tóquio: Jive. Consultado em 11 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 14 de maio de 2012 
  90. «TNK list of previous works» (em japonês). TNK. Consultado em 9 de janeiro de 2012 
  91. a b «Updates: June 1 ~ November 12, 2007» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. 1 de junho de 2007. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de fevereiro de 2008 
  92. «TV animation news» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. 1 de junho de 2007. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 29 de junho de 2007 
  93. «School Days anime homepage» (em japonês). 0verflow. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 18 de março de 2009 
  94. «School Days TV anime broadcasting in July 2007!!» (em japonês). 0verflow. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2009 
  95. «School Days TV Anime DVD Information» (em japonês). 0verflow. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2008 
  96. «PlayStation 2 "School Days L × H" Limited Edition: Bonus Bundle» (em japonês). Interchannel. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 10 de janeiro de 2008 
  97. «School Days OVA Special: Magical Heart Kokoro-chan» (em japonês). 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2008 
  98. «Discotek Licenses School Days, Magical Heart Kokoro-chan». Anime News Network. 26 de fevereiro de 2014. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  99. «Schoolgirl murders father, defers final broadcast of School Days» (em japonês). Mainichi Shimbun. 19 de setembro de 2007. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de outubro de 2007 
  100. «Teenage girl admits killing dad with ax». The Japan Times. 19 de setembro de 2007. Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  101. «About the School Days episode 12 broadcast» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. 19 de setembro de 2007. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 17 de fevereiro de 2008 
  102. «School Days TV anime sign-up» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 14 de outubro de 2007 
  103. «School Days episode 12 broadcast information» (em japonês). AT-X. 26 de setembro de 2007. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  104. «Fjord1: Vessels». Florø, Norway: Fjord1 Fylkesbaatane. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 26 de maio de 2012 
  105. «"Nice boat." meme born from discontinued broadcast of School Days anime» (em japonês). Akihabara, Tokyo: new-akiba.com. Consultado em 7 de maio de 2012 
  106. «Google Trends: Nice boat.». Mountain View, California. Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  107. Fukuda, Jun (26 de setembro de 2007). «Henken Jochōsuru Kajō Hannō Unzari» 偏見助長する過剰反応うんざり [Fed Up With the Encouraging Overreaction Bias]. Yomiuri Shinbun 
  108. «Eve». Ef: A Tale of Memories. Episódio 1 (em japonês). No minuto 7:06. Chiba Television Broadcasting. CTC 
  109. Brad Rice (13 de fevereiro de 2009). «That's it, I give up: First episode of Haruhi-chan not finished, viewers get half-decent boat instead». Japanator. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  110. «0verflow: Comiket Market 73 information» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 10 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 24 de dezembro de 2007 
  111. «School Days: Magical Heart Kokoro-chan». School Days. Episódio 1 (em japonês). No minuto 23:00 
  112. a b «HOBiRECORDS: School Days Secret Live DVD» (em japonês). HOBiRECORDS. Consultado em 13 de abril de 2012 
  113. «Junji Goto autograph session commemorating release of Summer Days» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de abril de 2012. Cópia arquivada em 26 de junho de 2006 
  114. «0verflow: DVDs» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 13 de abril de 2012 
  115. «Lantis: School Days Vocal Album» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 11 de janeiro de 2012 
  116. «Lantis: School Days Original Sound Track» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 11 de janeiro de 2012 
  117. «Lantis: School Days Vocal Complete Album» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  118. «Lantis: Innocent Blue by DeviceHigh» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  119. «Lantis: School Days TV Original Sound Track» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  120. «School Days Little Promise: January 27, 2006 release» (em japonês). 0verflow. 19 de setembro de 2007. Consultado em 12 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2005 
  121. «Event information: Comiket 69» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tóquio, Japão: 0verflow. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  122. «School Days Little Promise: February 24 date change» (em japonês). 0verflow. 19 de setembro de 2007. Consultado em 12 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2006 
  123. «Lantis: School Days Drama CD Vol. 1» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  124. «Lantis: School Days Drama CD Vol. 2» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  125. «Lantis: Radio School Days Volume 1: Futakumidake no Taiikusai» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  126. «Lantis: Radio School Days Volume 2: Futakumidake no Shakaika Kengaku» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  127. «Lantis: Radio School Days Volume 3: Futakumi Ijou no Rakkasan Butai» (em japonês). Shibuya, Tóquio: Lantis. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  128. «0verflow: Goods (2)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  129. «0verflow: Goods (1)» (em japonês). Kanda, Chiyoda-ku, Tokyo: 0verflow. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  130. School Days Official Visual Art Works. [S.l.]: Jive. 2005. ISBN 978-4-86176-263-5 
  131. Hanley, Andy (8 de junho de 2009). «Anime Review: School Days». UK Anime Network. Consultado em 26 de agosto de 2016 
  132. Jones, Tim (25 de março de 2010). «School Days». THEM Anime Reviews. Consultado em 26 de agosto de 2016 
  133. «China bans 38 anime & manga titles including Attack on Titan». Special Broadcasting Service. 12 de junho de 2015. Consultado em 31 de agosto de 2018 

Ligações externasEditar