Abrir menu principal
Scooter Braun
Informação geral
Nome completo Scott Samuel Braun
Também conhecido(a) como Scott, Scooter
Nascimento 18 de junho de 1981 (37 anos)
Origem Nova Iorque, NY
País  Estados Unidos
Ocupação(ões) Empresário, executivo de entretenimento, produtor musical, Presidente da Ithaca Ventures, Proprietário da School Boy Records e coproprietário da Raymond-Braun Media Group
Período em atividade 2003 - presente
Gravadora(s) Schoolboy Records, RBMG
Afiliação(ões) Asher Roth, Usher, Justin Bieber, Cody Simpson, Ariana Grande, Demi Lovato, The Wanted, Carly Rae Jepsen, Psy, CL, Tori Kelly, David Guetta, Lil Dicky, Karlie Kloss, Dan + Shay, Black Eyed Peas, Zac Brown Band, Cody Simpson, Madison Beer, Martin Garrix, Rixton, Eden, Steve Angello, Poo Bear, CL, The Knocks, Vic Mensa, Todrick Hall, Watt, Moxie Raia
Página oficial Scooter Braun

Scott Samuel "Scooter" Braun (Nova Iorque, Estados Unidos, 18 de junho de 1981) é um empresário americano, gestor de talentos, investidor, filantropo e executivo de entretenimento.[1][2][3][4] Fundador da empresa de entretenimento e mídia SB Projects, Braun representa Justin Bieber, Ariana Grande, Madison Beer, Martin Garrix, Psy, Carly Rae Jepsen, Dan + Shay, Zac Brown Band, Kanye West, Demi Lovato e Tori Kelly, entre outros.[5][6] Ele foi indicado a um Grammy award em 2016. Braun também é cofundador do estúdio de produções baseadas em histórias em quadrinhos, o Mythos Studios, juntamente com o produtor de Hollywood David Maisel.[7][8]

Braun figurou na Time 100 de pessoas "mais influentes do mundo" em 2013 da Revista Time.[9] Em 2018, Braun coorganizou a Marcha pelas nossas vidas, um protesto liderado por estudantes por leis de armamento mais rígidas, que o USA Today classificou como o maior protesto de um único dia da história de Washington, DC.[10]

Índice

BiografiaEditar

Braun nasceu em Nova Iorque de pais Judeus Conservadores,[11] Ervin e Susan (née Schlussel) Braun. Os pais de Ervin "escaparam por pouco" do Holocausto e viveram na Hungria até 1956. Pouco antes de a União Soviética intervir para coibir a Revolução Húngara de 1956, eles fugiram para os Estados Unidos. Ervin cresceu no Queens e se tornou dentista; Susan Schlussel Braun era ortodontista. Depois de se casarem, eles se estabeleceram em Greenwich, Connecticut.[12][13]

Braun tem quatro irmãos: Liza, Cornelio, Sam e Adam.[14] Adam Braun é o fundador da Pencils of Promise, uma instituição de caridade que se dedica à construção de escolas em países em desenvolvimento.[12][15]

Braun cresceu em Cos Cob, Connecticut e frequentou a Greenwich High School, onde foi eleito representante de turma.[16] Jogou basquete dos 13 aos 18 anos na União Atlética Amadora com a Connecticut Flame.[14][12] Quando Braun tinha 17 anos, seus pais adotaram Sam Mahanga e Cornelio Giubunda, ex-membros da seleção nacional juvenil de Moçambique. Sem time na ocasião em virtude de um programa de basquete que havia se deteriorado, Ervin Braun recrutou-os para um torneio de estrelas. Mahanga e Giubunda tornaram-se astros do time de basquete da Greenwich High, apesar de terem sofrido provocações por parte dos fãs -- uma experiência que afetou tremendamente os Brauns.[17] Enquanto estudava na Greenwich High School, Braun participou de um concurso de documentários em vídeo para o National History Day com um vídeo de 10 minutos entitulado O Conflito Húngaro sobre Judeus na Hungria antes, durante e depois do Holocausto. O filme venceu concursos regionais e estaduais, classificando-se em terceiro lugar no geral.[12] Um membro da família de Braun enviou o vídeo para o escritório do diretor Steven Spielberg, que, por sua vez, apresentou o vídeo ao Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos. Braun disse que a aprovação de Spielberg foi um dos momentos mais inspiradores da sua vida.[12]

Braun foi para a Universidade Emory em Atlanta, onde também jogou basquete universitário até o segundo ano.[12] Depois que Dupri pediu-lhe que se tornasse o diretor de marketing do seu Selo, o So So Def, Braun supostamente deixou a universidade sem o diploma.[17][18][19]

CarreiraEditar

Braun iniciou sua carreira organizando festas enquanto estudava na Universidade Emory em Atlanta. Em 2002, Braun foi contratado para organizar after-parties em cada uma das cinco cidades da turnê denominada Anger Management Tour com Ludacris e Eminem.[16] Essa estreia no mundo do hip-hop conduziu Braun ao produtor Jermaine Dupri, o diretor do So So Def Recordings. Braun tinha 19 anos quando Dupri pediu-lhe que ocupasse um cargo na área de marketing no So So Def e, aos 20 anos, Dupri o nomeou diretor executivo de marketing do So So Def. Ainda no segundo ano na Universidade Emory, Braun trabalhana no So So Def e em seu negócio de organização de festas. Alguns dos seus maiores projetos incluíram festas para o 2003 NBA All-Star Game e after-parties na turnê denominada The Onyx Hotel Tour de Britney Spears.[16] Braun deixou o So So Def para dar início a um empreendimento privado, que incluía um negócio de marketing, um selo musical e representação de artistas.[17] Ele começou seu próprio negócio de marketing intermediando uma negociação de campanha de US$ 12 milhões entre Ludacris e a Pontiac; o videoclipe de Two Miles an Hour de Ludacris incluiria um carro Pontiac, e os anúncios publicitários da Pontiac incluiriam a música.[16]

Braun viu Justin Bieber pela primeira vez ao assistir no YouTube a um vídeo de Bieber aos 12 anos cantando uma música do Ne-Yo. Braun entrou em contato com a mãe de Bieber, Pattie Mallette, que concordou em levar o filho para Atlanta para realizar testes sem compromisso. Finalmente, Braun convenceu-os a se mudarem do Canadá para os Estados Unidos definitivamente. Após um sucesso ainda maior online, Braun apresentou Bieber a dois artistas bem-sucedidos, Usher e Justin Timberlake; ambos demonstraram interesse. Por fim, o mentor de Usher, o executivo do ramo da música L.A. Reid, assinou um contrato com Bieber Island Def Jam em parceria com a Raymond-Braun Media Group.[20]

Filme e televisãoEditar

Braun produziu Never Say Never, um documentário sobre o pop star Justin Bieber, que a MTV declarou em 2011 ser "um dos documentários sobre música de maior bilheteria da história nacional."[21] O orçamento do filme foi de US$ 13 milhões, e ele arrecadou mais de US $100 milhões no mundo inteiro como o documentário de maior bilheteria até o momento.[22] Braun também é produtor executivo da série de televisão Scorpion na CBS.[23] Sua primeira experiência em um programa de televisão, Scorpion teve quatro temporadas e alcançou 26 milhões de espectadores em sua estreia em 2014.[24] Em 2018, a Variety afirmou que o estúdio do canal de televisão FX requisitou um piloto de uma comédia ainda sem título produzida por Braun, que inclui o ator Kevin Hart e o rapper Lil Dicky.[25]

SB ProjectsEditar

Em 2007, a Braun fundou a SB Projects, uma empresa de entretenimento e marketing com todos os serviços, abrangendo diversos empreendimentos que incluem a Schoolboy Records, a SB Management e a Sheba Publishing, uma empresa de composição de canções.[26][27] O grupo também inclui a RBMG, uma joint venture entre Braun e Usher. A School Boy Records tinha um acordo comercial de distribuição de música com a Universal Music Group. No início de 2013, Ariana Grande assinou com a gestão de Scooter Braun e, em 2016, a gravadora de Ariana Grande, Republic Records, confirmou que Braun era seu principal gestor, administrando todos os aspectos da sua carreira.[3][28][29] A SB Ventures também trabalha com campanhas de televisão, branding, contratos de licenciamento de músicas e patrocínios de turnês --incluindo o endosso de Justin Bieber à Calvin Klein para a turnê intitulada Purpose World Tour de 2016-2017.[30] A empresa também intermediou uma parceria entre Kanye West e a marca Adidas.[31]

A Ithaca Ventures, holding de Braun que inclui a SB Projects, levantou US$ 120 milhões em 2010 para capital de risco, incluindo investimentos no Uber, Spotify e Editorialist.[32][33] A Fortune divulgou que a Ithaca Ventures tem participação em sete das maiores empresas de gestão de música do país.[32] Veículos de comunicação noticiaram que a Ithaca, com US$ 500 milhões sob gestão a partir de 2018, apoiaria a GoodStory Entertainment, uma colaboração entre Braun e o executivo de entretenimento J.D.Roth, em aquisições de filmes de eventos ao vivo e documentários sem script.[34][35]

Mythos StudiosEditar

Em 2018, o "New York Times" divulgou que Braun uniu-se a David Maisel, presidente fundador da Marvel Studios, para fundar o Mythos Studios para a produção de franquias de filmes baseados em histórias em quadrinhos nos formatos live-action e filmes de animação.[7][36][37]

PrêmiosEditar

Braun apareceu na capa da Billboard no dia 11 de agosto de 2012 na edição especial "Forty Under Forty" sob o título "Scooter Braun e outras poderosas figuras em ascensão". Braun figurou na lista Time 100 de 2013.[38] Ele também apareceu pela segunda vez na capa da Billboard na edição de 20 de abril de 2013 junto com Guy Oseary e Troy Carter (music industry)|Troy Carter.[39] Em 2016, Scooter ganhou o prêmio de “Mehor Gestor de Talentos” no 3º “International Music Industry Awards” anual, apresentado por Shazam na 12ª MUSEXPO anual em Los Angeles.[40] Em 2017, Braun apareceu na capa edição Hitmakers da revista Variety (magazine)|Variety e na capa da edição Gratitude da revista Success.[41][42]

Em 2018, Braun foi homenageado com o Harry Chapin Memorial Humanitarian Award no Music Biz 2018 por suas contribuições filantrópicas em 2017.[43]

FilantropiaEditar

Braun continua envolvido com várias instituições de caridade, incluindo a Braun Family Foundation.[44][45] Muitos artistas com os quais Braun assina contratos também estão envolvidos em diversas iniciativas filantrópicas. Braun é mais conhecido por apoiar a Pencils of Promise, fundada por seu irmão mais novo, Adam Braun. O irmão mais novo inspirou-se na experiência de perguntar a uma criança na Índia o que ela desejava; pergunta à qual a criança respondeu "um lápis", levando Adam Braun a fundar a Pencils of Promise para a construção de escolas em países em desenvolvimento.[12] Braun e Bieber trabalharam em apoio à organização.[46] A instituição de caridade ajudou na construção de mais de 200 escolas na Ásia, África e América Latina.[47] A Billboard informou que, desde 2017, Scooter Braun - juntamente com os clientes e suas empresas - realizou mais desejos por meio da Make-A-Wish do que qualquer outra organização na história da fundação.[48] Scooter Braun foi homenageado com o Humanitarian Award no Billboard Touring Awards de 2016 por seu apoio filantrópico à Pencils of Promise, à Make-A-Wish Foundation e à F*ck Cancer.[49]

Em 2017, a revista Billboard afirmou que Scooter Braun foi o "primeiro a agir" na indústria da música quando ele organizou e produziu o concerto beneficente One Love Manchester e a maratona televisiva solidária Hand in Hand: A Benefit for Hurricane Relief com intervalo de alguns meses entre os dois eventos.[50] Em março de 2018, George Clooney, Braun e sua equipe organizaram a Marcha pelas nossas vidas, uma manifestação liderada por estudantes por leis de armamento mais rígidas que ocorreu em Washington, DC. O Vox informou que a marcha foi a maior na história do Capitólio desde a Guerra do Vietnã.[51]

Vida pessoalEditar

Em 2013, Braun começou a namorar a ativista de saúde canadense, filantropa e fundadora da F*ck Cancer, Yael Cohen.[52] Eles se casaram no dia 6 de julho de 2014 em Whistler, British Columbia.[53][54] No dia 6 de fevereiro de 2015 nasceu o primeiro filho, Jagger Joseph Braun, em Los Angeles.[55][56] O segundo filho, Levi Magnus Braun, nasceu no dia 29 de novembro de 2016.[57] A CNBC divulgou que Braun fez diversos investimentos em startups, incluindo o Uber, Lyft, Spotify, DropBox, Grab, e Casper.[58]

Referências

  1. «Here's a Brand Name: Scooter Braun». Consultado em 4 de Junho de 2018. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2015 
  2. Herrera, Monica (19 de Março de 2010). «Justin Bieber – The Billboard Cover Story». Billboard. e5 Global Media. Consultado em 6 de Maio de 2011. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2017 
  3. a b Halperin, Shirley (23 de setembro de 2016). «Ariana Grande Returns to Scooter Braun Management». Billboard. e5 Global Media. Consultado em 23 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 22 de Outubro de 2017 
  4. «DJ Mag Top 100 DJs liveblog of Oct., 19th 2016». 19 de Outubro de 2016. Cópia arquivada em 20 de Outubro de 2016 
  5. Benjamin, Jeff. «Psy Signs to Scooter Braun's Label, Will Appear at MTV VMAs». Billboard. Cópia arquivada em 1 de Julho de 2016 
  6. «DJ Mag's twitter feed status update announcing Martin Garrix as nr. 1 DJ». 19 de Outubro de 2016 
  7. a b Coscarelli, Joe (27 de março de 2018). «A New Film Studio From the Moguls Behind Justin Bieber and Marvel». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 2 de abril de 2018 
  8. «Scooter Braun, David Maisel Form Mythos Studios». Variety. Consultado em 3 de Junho de 2018. Cópia arquivada em 9 de Junho de 2018 
  9. «The 2013 TIME 100: Scooter Braun». Time magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2016 
  10. «March for Our Lives could be the biggest single-day protest in D.C.'s history». USA Today. Consultado em 4 de Junho de 2018. Cópia arquivada em 9 de Junho de 2018 
  11. Lev, David. «Young Bieber Gets a Firsthand Lesson in Israeli Politics». Arutz 7. Consultado em 7 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 22 de abril de 2017 
  12. a b c d e f g Hodenfield, Chris (dezembro de 2010). «Brains & Braun». Greenwich Magazine. Consultado em 7 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 3 de Maio de 2012 
  13. Schuster, Dana (15 de agosto de 2010). «Bringing Up Bieber». New York Post. Consultado em 11 de janeiro de 2011 
  14. a b «Liza Braun bio». goduke.com. 29 de Outubro de 2009. Consultado em 14 de Março de 2014 
  15. «Scooter Braun Confirms That Justin Bieber Says the Shema Before Every Show». 17 de janeiro de 2012. Consultado em 7 de janeiro de 2015 
  16. a b c d Ward, Coley (10 de Maio de 2006). «Scooter Braun is the Hustla: How a white kid from the North became a power player in Atlanta hip-hop». clatl.com. Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  17. a b c Widdycombe, Lizzy (3 de setembro de 2012). «Teen Titan». The New Yorker. Consultado em 27 de Junho de 2013 
  18. Jerusalem Post: "Braun and Brains Behind Bieber" by David Brinn and Amy Spiro Maio 14, 2013
  19. Halperin, Shirley (22 de novembro de 2010). «The Brains Behind Bieber: A Conversation with Scooter Braun». Hollywood Reporter. Consultado em 12 de dezembro de 2010 
  20. Halperin, Shirley (9 de fevereiro de 2011). «Justin Bieber Cover: The Team and Strategy Behind Making Him a Star». The Hollywood Reporter. Consultado em 11 de Maio de 2015. The resulting joint venture, which took six months to come together, is a straightforward 50-50 split between IDJ and the newly formed Raymond Braun Media Group. 
  21. «JUSTIN BIEBER'S 'NEVER SAY NEVER' IS THIRD-HIGHEST-GROSSING DOCUMENTARY OF ALL TIME». MTV. Consultado em 15 de Junho de 2018 
  22. «Scooter Braun's Movie Business Expanding Well Beyond Justin Bieber». Variety magazine. Consultado em 15 de Junho de 2018 
  23. «Scooter Braun is best known for Bieber, but 'Scorpion' is his real breakout hit». Washington Post. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  24. «Audience For CBS' Premiere of 'Scorpion' Tops 26 Million Via 35-Day Multi-Platform Viewing». Variety magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  25. «FX Orders Lil Dicky Comedy Pilot With Kevin Hart, Scooter Braun Producing». Variety. Consultado em 22 de Junho de 2018 
  26. «SB Projects - Music». scooterbraun.com. Consultado em 11 de Maio de 2015 
  27. La Puma, Joe (9 de fevereiro de 2015). «No Ceilings: Inside Scooter Braun's Growing Empire». Complex. Consultado em 11 de Maio de 2015 
  28. «Don't blame Justin Bieber for Ariana Grande manager split». pagesix.com. 13 de fevereiro de 2016. Consultado em 1 de Novembro de 2017 
  29. «EXCLUSIVE: The Real Reason Ariana Grande Fired Scooter Braun as Her Manager». yahoo.com. Consultado em 1 de Novembro de 2017 
  30. «Meet the Six Key Execs Who Help Scooter Braun Care for Roster of Clients». Consultado em 4 de Junho de 2018 
  31. «Kanye West and Manager Scooter Braun Part Ways Professionally». Variety. Consultado em 22 de Junho de 2018 
  32. a b «Meet the Powerhouse Behind Justin Bieber's Success». Fortune magazine. Consultado em 15 de Junho de 2018 
  33. «Scooter Braun's Hit Factory». The Wall Street Journal. Consultado em 15 de Junho de 2018 
  34. «Scooter Braun Teams With JD Roth to Form Unscripted Content Studio». Variety magazine. Consultado em 15 de Junho de 2018 
  35. «Scooter Braun & JD Roth Launch Unscripted Content Studio GoodStory Entertainment». Deadline. Consultado em 26 de Junho de 2018 
  36. Ivie, Devon. «Justin Bieber's Manager Is Going to Make Marvel Superhero Movies». Vulture (em inglês). Consultado em 2 de abril de 2018 
  37. «Justin Bieber's manager Scooter Braun is making comic book movies now - NME». NME (em inglês). 28 de março de 2018. Consultado em 2 de abril de 2018 
  38. Katzenberg, Jeffrey (18 de abril de 2013). «Scooter Braun: The 100 Most Influential People in the World». Time100.time.com. Consultado em 23 de abril de 2013 
  39. Hampp, Andrew (22 de abril de 2013). «How Guy Oseary, Scooter Braun and Troy Carter Are Finding the Rock Stars of Tech: Billboard Cover Story». Billboard. Consultado em 23 de abril de 2013 
  40. «Award Winners Unveiled At The 3rd Annual 'International Music Industry Awards' At Musexpo L.A. In Partnership With Shazam». allaccess.com. Consultado em 1 de Novembro de 2017 
  41. «The Secrets of Scooter Braun's Success: Compassion, Loyalty and a Golden Ear». Variety magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  42. «The Ripple Effects of Gratitude». Success magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  43. «Scooter Braun Urges Nashville to Join Gun Control Debate at Music Biz 2018: 'Get on the Right Side of History'». Billboard magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  44. «L.A. Clippers Foundation, Patrick Beverley and Braun Family Foundation renovate L.A. elementary school playground». National Basketball Association. Consultado em 3 de Junho de 2018 
  45. «How Ariana Grande's Manchester Benefit Came Together So Quickly». New York Times. Consultado em 3 de Junho de 2018 
  46. Halperin, Shirley (28 de Julho de 2011). «Adam Braun on Pencils of Promise and How Justin Bieber Is 'Making the World Better». The Hollywood Reporter. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  47. «Pencils Of Promise Founder Adam Braun On How Serving As A Mentor Is An Illuminating Gift». Forbes. Consultado em 27 de Novembro de 2015 
  48. «Scooter Braun Receiving Humanitarian Award at Music Biz 2018». Billboard magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  49. «Scooter Braun on Karma & How His Wife's Work With Cancer Patients Keeps His Problems In Perspective». Billboard. Consultado em 7 de Novembro de 2016 
  50. «Hurricane Telethon Highlights Scooter Braun's Other Job: Music's First Responder». Billboard magazine. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  51. «It's official: March for Our Lives was one of the biggest youth protests since the Vietnam War». Vox. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  52. Nessif, Bruna (6 de janeiro de 2014). «Justin Bieber's Manager Scooter Braun Engaged to Yael Cohen». E! Online 
  53. Lee, Esther (7 de Julho de 2014). «Scooter Braun Marries Yael Cohen: Justin Bieber's Manager Wedding Pictures and Guest Details». Us Weekly 
  54. Malkin, Marc; Scarborough, Senta (7 de Julho de 2014). «Justin Bieber's Manager Scooter Braun Marries Yael Cohen». E! Online 
  55. «Scooter Braun's Hit Factory». The Wall Street Journal. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  56. Webber, Stephanie (7 de fevereiro de 2015). «Scooter Braun, Justin Bieber's Manager, Welcomes First Child With Wife Yael Cohen». Us Weekly 
  57. «Scooter Braun Welcomes Baby Boy With Wife Yael -- Find Out His Cute Name!». Entertainment Tonight. Consultado em 4 de Junho de 2018 
  58. «An investor behind Justin Bieber and Uber reveals what makes a great entrepreneur». CNBC. Consultado em 22 de Junho de 2018 

Ligações ExternasEditar