Abrir menu principal

Sea of Thieves

vídeojogo de 2018
Sea of Thieves
Produtora(s) Rare
Editora(s) Xbox Game Studios
Diretor(es) Gregg Mayles
Produtor(es) Joe Neate
Designer(s) Mike Chapman
Shelley Preston
Andrew Preston
Escritor(es) Ken Lobb
Programador(es) Craig Duncan
Artista(s) Ryan Stevenson
Compositor(es) Robin Beanland
Motor Unreal Engine 4
Plataforma(s) Xbox One
Windows 10
Lançamento 20 de março de 2018[1][2]
Género(s) Ação-aventura
Modos de jogo Multijogador

Sea of Thieves é um jogo eletrônico de ação-aventura produzido pela Rare e publicado pela Xbox Game Studios Exclusivamente para Xbox One e Windows 10,[3] sendo lançado em 20 de março de 2018.[4][5]

O jogo contem elementos de jogabilidade na primeira pessoa[5] e utiliza conteúdo gerado pelos usuários, em que os jogadores tem a possibilidade de criar as suas próprias historias usando as ferramentas disponibilizadas pelo jogo.[6] Num cenário de piratas, em Sea of Thieves os jogadores podem jogar cooperativamente num ambiente multijogador em mundo aberto.[7]

JogabilidadeEditar

Sea of Thieves é um jogo multiplayer cooperativo de ação e aventura, com temática pirata, jogado a partir de uma perspectiva em primeira pessoa.[8][9] O jogo apresenta suportes em multi-plataforma entre PC's que tenham o sistema Windows 10 e o Xbox One.[10] Um grupo de jogadores viaja e explora um mundo aberto através de um navio pirata e assume papéis diferentes, como direção, içamento de velas, navegação e disparo de canhões.[9][11] Os jogadores embarcam em missões, colecionam saques e entram em combate com outros jogadores.[11] Sea of Thieves é um mundo de jogo compartilhado, o que significa que grupos de jogadores se encontrarão regularmente durante suas aventuras.[9] O jogo tem um estilo de arte de desenho animado e um mecanismo de física exagerado que permite aos jogadores realizar acrobacias, como ser atingido por canhões de navios.[10][12]

DesenvolvimentoEditar

Sea of Thieves foi desenvolvido pela Rare.[8] O jogo foi desenvolvido usando a Unreal Engine 4 da Epic Games.[13] O desenvolvimento do jogo começou em 2014 com a ideia do "Narrativa em forma de grupo", que Gregg Mayles da Rare descreveu como "um conceito desajeitado" que previa um tipo diferente de jogo multiplayer onde os jogadores criariam "experiências que são divertidas de assistir'".[14] O jogo, cujo nome de código era "Athena", originalmente não se concentrava em piratas na época.[14] Em vez de um criador comum de personagens, o jogo apresenta um "infinito gerador de piratas" que gera aleatoriamente um carrossel de oito piratas com vários tipos de corpos e rostos. Os jogadores podem escolher um para jogar, olhar para mais oito ou podem bloquear uma aparição em seu lugar enquanto os outros mudam.[15] Em novembro de 2016, a Rare lançou o Programa Insider para dar aos membros selecionados acesso a uma versão em desenvolvimento do jogo. A Rare usou o programa Insider para fins de teste e para obter feedback dos jogadores.[16]

Em junho de 2015, Sea of Thieves foi anunciado na conferência da Microsoft na Electronic Entertainment Expo de 2015 (E3).[17] O gameplay foi exibido pela primeira vez na E3 de 2016.[8] O jogo estava programado para ser lançado no Windows e Xbox One em 2017, mas foi atrasado até 20 de março de 2018.[18][19] O jogo faz parte do programa de compra cruzada Xbox Play Anywhere da Microsoft, o que significa que os compradores da versão para download do jogo pode jogar o jogo no Windows 10 e Xbox One.[16] Além disso, o jogo é jogável no lançamento para aqueles inscritos no Xbox Game Pass.[20]

LançamentoEditar

Após o seu lançamento, um grande número de jogadores relatou ter problemas para entrar no jogo. O cabeça da Rare, Craig Duncan e o produtor executivo Joe Neate, explicaram que, devido a uma quantidade maior do que o esperado de jogadores recebendo o jogo no primeiro dia, eles tiveram que afastar alguns para impedir que os servidores caíssem.

RecepçãoEditar

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 6.5/10[21]
EGM 6/10[22]
Game Informer 7/10[23]
Game Revolution      [24]
GamesRadar      [25]
IGN 7.0/10[26]
PC Gamer (UK) 72/100[27]
Polygon 6.5/10[28]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic (XONE) 69/100[29]
(PC) 67/100[30]

Sea of Thieves recebeu críticas mistas através da crítica especializada. De acordo com o agregador de resenhas Metacritic, o jogo contém uma nota 69/100 para sua versão de Xbox One,[31] e 67/100 para sua versão de Microsoft Windows.[30] Muitos notaram que o jogo estava com falta de conteúdo e derrubaram a decisão da Rare de cobrar um preço integral.[32]

Escrevendo para Polygon, Russ Frushtick deu ao jogo uma nota de 6.5/10, dizendo que "Sea of Thieves tem a base de uma experiência incrível. É um verdadeiro jogo pirata que simula perfeitamente a experiência da pirataria. Mas, no entanto, depois das primeiras horas, você vai começar a se sentir menos como Barba Negra e mais como um contador do Barba Negra".[33] Similarmente, Kirk McKeand da VG247 escreveu que o jogo "só precisa de mais. Ele precisa de mais maneiras de jogar, mais variedade de missões, mais inimigos variados do que apenas esqueletos de cores diferentes e progressão mais significativa. Se essas coisas não aparecerem em breve, posso ver números de jogadores caindo substancialmente após um curto período".[34] Michael Goroff da Electronic Gaming Monthly deu ao jogo uma nota 6 de 10, escrevendo que "o mundo de Sea of Thieves não é completamente carente de conquistas, graças ao seu belo visual e excelente mecânica de navegação, mas parece completamente mal feito em termos de jogabilidade. Talvez ironicamente, Sea of Thieves se sente como o esqueleto de um jogo ao invés de uma experiência totalmente realizada."[35] Brandin Tyrrel da IGN deu ao jogo uma nota de 7/10, escrevendo que ele tinha "uma boa base que é divertida com os amigos", mas se sentiu "atolado" em uma rotina repetitiva.[26]

Referências

  1. «Sea of Thieves delayed to 2017 - VideoGamer.com». videogamer 
  2. «Sea of Thieves: Microsoft announces release window for Rare's pirate game». vg247 
  3. Bedford, John. «Rare announces Sea of Thieves». Eurogamer. Consultado em 15 de junho de 2015 
  4. Mohamed, Ahmed (15 de junho de 2016). «E3 2016: Rare's Sea of Thieves Release Window Revealed». COGConnected. Consultado em 16 de junho de 2016 
  5. a b Dyer, Mitch (15 de junho de 2015). «E3 2015: Rare Announces Sea of Thieves for Xbox One». IGN. Consultado em 15 de junho de 2015 
  6. «Sea of Thieves' player-generated stories will be "the best game Rare has ever made"». Official Xbox Magazine. GamesRadar. 23 de agosto de 2015. Consultado em 25 de agosto de 2015 
  7. GameZone. «E3 2016: Sea of Thieves gets big showcase, new details» 
  8. a b c Alexander, Julia (11 de junho de 2017). «Sea of Thieves coming in early 2018». Polygon. Consultado em 26 de março de 2018 
  9. a b c Totilo, Stephen. «How Rare's Co-Op Pirate Game Sea Of Thieves Works». Kotaku (em inglês) 
  10. a b Hall, Charlie (13 de junho de 2016). «Rare's next game is a multiplayer pirate adventure». Polygon. Consultado em 26 de março de 2018 
  11. a b «E3 2016: Sea of Thieves is a Massive Pirate Sandbox». Shacknews (em inglês). Consultado em 26 de março de 2018 
  12. «Microsoft's Sea of Thieves shows how you use cannons to board ships». VentureBeat (em inglês). 11 de junho de 2017 
  13. Thang, Jimmy (12 de julho de 2016). «Tim Sweeney Criticizes Microsoft/Oculus and Talks Project Scorpio». GameSpot. Consultado em 26 de março de 2018 
  14. a b Mayles, Gregg (24 de janeiro de 2018). «Nearly 4 years ago, a clumsily titled concept envisaged a different type of multiplayer game where players would create 'experiences that are entertaining to watch'. Today we'll start to find out whether #SeaOfThieves has achieved thispic.twitter.com/vblR45ywF7». @Ghoulyboy (em inglês). Consultado em 26 de fevereiro de 2018 
  15. «Rare, Give Me a Little Control in Making My 'Sea of Thieves' Character». Waypoint (em inglês). 21 de março de 2018 
  16. a b «Sea of Thieves launches early access 'Insider Programme'». pcgamer (em inglês) 
  17. «Sea of Thieves announced for Xbox One». Digital Spy (em inglês). 15 de junho de 2015 
  18. Pereira, Chris (11 de junho de 2017). «E3 2017: Sea Of Thieves Delayed Until 2018». GameSpot (em inglês). Consultado em 26 de março de 2018 
  19. «Pirate simulator 'Sea of Thieves' hits Xbox on March 20th». Engadget (em inglês) 
  20. «Xbox Game Pass Expands To Include New Releases From Microsoft Studios». Xbox Live's Major Nelson (em inglês) 
  21. Devore, Jordan (23 de março de 2018). «Review: Sea of Thieves». Destructoid. Consultado em 24 de março de 2018 
  22. Goroff, Michael (23 de março de 2018). «Sea of Thieves review». EGMNow. Consultado em 24 de março de 2018 
  23. «Sea of Thieves: Fun In A Shallow Pool». Game Informer. 23 de março de 2018. Consultado em 23 de março de 2018 
  24. Tamburro, Paul (26 de março de 2018). «Sea of Thieves Review – Rarely Exciting (Xbox One)». Game Revolution. Consultado em 26 de março de 2018 
  25. Loveridge, Sam (23 de março de 2018). «Sea of Thieves review: Doesn't Have the (Sea)legs for Longevity». GamesRadar+. Consultado em 23 de março de 2018 
  26. a b Tyrrel, Brandin (27 de março de 2018). «Sea of Thieves Review». IGN. Consultado em 27 de março de 2018 
  27. Wilde, Tyler (23 de março de 2018). «Sea of Thieves Review». PC Gamer. Consultado em 24 de março de 2018 
  28. Frushtick, Russ (22 de março de 2018). «Sea of Thieves review». Polygon. Consultado em 22 de março de 2018 
  29. «Sea of Thieves for Xbox One Reviews». Metacritic. Consultado em 22 de março de 2018 
  30. a b «Sea of Thieves for PC Reviews». Metacritic. Consultado em 24 de março de 2018 
  31. «Sea of Thieves». Metacritic. Consultado em 26 de março de 2018 
  32. «Sea of Thieves reviews round-up - all the scores for Rare's wonky pirate adventure - VG247». VG247 (em inglês). 22 de março de 2018 
  33. Frushtick, Russ (22 de março de 2018). «Sea of Thieves review». Polygon. Consultado em 26 de março de 2018 
  34. «Sea of Thieves review: an ocean of possibility, but nothing below the surface - VG247». VG247 (em inglês). 22 de março de 2018 
  35. «Sea of Thieves review». EGMNOW.com (em inglês) 

Ligações externasEditar