Segunda República de Uganda



República de Uganda

Estado extinto

Flag of Uganda.svg
1971 – 1979 Flag of Uganda.svg
Flag Brasão
Bandeira Bandeira
Localização de Republic of Uganda
Território ugandense na África Oriental
Continente África
País Uganda
Capital Kampala
Língua oficial Inglês e suaíli
Religião Cristianismo, islã
Governo República
Presidente
 • 25 de janeiro de 1971 – 11 de abril de 1979 Idi Amin
Período histórico Guerra Fria
 • 25 de janeiro de 1971 Golpe de 1971
 • Agosto de 1972 Expulsão dos Asiáticos
 • 30 de outubro de 1978 Guerra Uganda-Tanzânia
 • 11 de abril de 1979 Queda de Kampala
 • 3 de junho de 1979 de 1979 Retomada do último reduto pró-Amin
População
 • 1975 est. 10 827 000 
Moeda Xelim ugandês

A Segunda República de Uganda[1] existiu de 1971 a 1979, quando Uganda foi governada pelo regime militar de Idi Amin.[2]

A economia ugandense acabou devastada pelas políticas de Idi Amin, incluindo a expulsão de milhares de asiáticos, a nacionalização de negócios e empresas, expansão do setor público e má gestão e corrupção política,[3] levando ao colapso de salários, indústrias e das instituições nacionais, em meio a um governo centralizador e corrupto, que caçava dissidentes e intelectuais, e reprimia a oposição com violência excessiva. No final, o regime de Amin foi derrubado por uma coalizão de grupos dissidentes ugandenses e o exército tanzaniano, mas o país acabou engolido por uma guerra civil de quase meia década logo em seguida.[4]

O número de pessoas mortas como resultado da ditadura de Amin é desconhecido; estimativas de observadores internacionais e grupos de direitos humanos variam de 100 000 a 500 000 fatalidades.[5]

Referências

  1. Munnion, Christopher (12 de novembro de 1972). «The African who kicked out the Asians, who said Hitler was right, who has made his country a state sinister». The New York Times. p. 35. Consultado em 1 de abril de 2020 
  2. Hansen, Holger Bernt (2013). «Uganda in the 1970s: a decade of paradoxes and ambiguities». Journal of Eastern African Studies. 7 (1): 83–103. doi:10.1080/17531055.2012.755315 
  3. Weinstein, Jeremy M. (2009). Inside Rebellion: The Politics of Insurgent Violence. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-67797-4 
  4. Stapenhurst, Rick; Kpundeh, Sahr John, eds. (1999). Curbing Corruption: Toward a Model for Building National Integrity. Washington: World Bank. ISBN 0-8213-4257-6 
  5. Seftel, Adam, ed. (2010) [1st pub. 1994]. Uganda: The Bloodstained Pearl of Africa and Its Struggle for Peace. From the Pages of Drum. Kampala: Fountain Publishers. ISBN 978-9970-02-036-2