Abrir menu principal
Andorra
Federació Andorrana de Futbol.png
Alcunhas?  Os Tricolores
Associação Federació de Futbol de Andorra
Confederação UEFA (Europa)
Material desportivo?  Macron
Treinador Koldo Álvarez
Capitão Ildefonso Lima
Mais participações Ildefons Lima (119)
Melhor artilheiro Ildefonso Lima (11)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Andorrana de Futebol (em catalão: Selecció de futbol d'Andorra; francês: Équipe d'Andorre de football) representa Andorra em competições internacionais. Ela é controlada pela Federação Andorrana de Futebol, o órgão regulador do futebol em Andorra. A equipe tem tido muito pouco sucesso, devido em parte à sua baixa população, uma das menores da Europa.

O primeiro jogo oficial da seleção de Andorra foi contra a Estônia com uma derrota por 6-1 em 1996. Andorra já competiu em eliminatórias para o Campeonato Europeu e Copa do Mundo, mas venceram apenas 5 partidas, 4 em casa e uma fora.

Índice

HistóriaEditar

Embora a federação de futebol de Andorra tenha sido formada em 1994, o campeonato nacional de futebol começou apenas em 1995. A equipe não podia participar de competições internacionais importantes, até que se juntou à FIFA e à UEFA em 1996. A equipe nacional jogou sua primeira partida contra a Estônia em Andorra la Vella, e perdeu por 6-1.

A primeira partida de Andorra em uma competição da FIFA foi uma derrota por 3-1 contra a Armênia em 5 de setembro de 1998 em uma eliminatória para o Campeonato Europeu de Futebol de 2000. Andorra perdeu todos os 10 jogos que disputou para o torneio. A equipe se esforçou particularmente em jogos fora de casa, cada derrota foi de no mínimo 3 gols. Andorra marcou apenas 3 gols, sendo que 2 foram de pênalti. Sofreu 28 gols e a maior derrota da equipe nessas eliminatórias foi um 6-1 contra a Rússia.

Nas Eliminatórias para a Copa de 2002, Andorra ficou num grupo com Chipre, Estônia, Holanda, Irlanda e Portugal. Não venceu nenhuma partida, marcou apenas cinco gols e levou 36 (saldo de -31). Esteve perto de vencer sua primeira partida oficial em setembro de 2000, mas gols de Marios Agathokleous (que entrou no segundo tempo) e Michalis Konstantinou (no final da partida) deram a vitória ao Chipre. O ponto mais baixo da campanha foi a dupla goleada sofrida frente a Portugal, que venceria o primeiro jogo por 7 a 1, fora de casa (quatro gols de Nuno Gomes) e o segundo, por 5 a 0 (dois gols de Nuno Gomes, um de Luís Figo, um de Pedro Pauleta e outro de João Pinto).

A primeira vitória oficial veio em 2004, no jogo entre Andorra e Macedônia válido pela Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2006. Coube ao meio-campista Marc Bernaus marcar o gol histórico, aos 60 minutos de jogo (15 minutos do segundo tempo). Depois da partida, o técnico da Macedônia, Dragan Kanatlarovski, pediu demissão e definiu o resultado como "uma humilhação". A seleção andorrana terminou o grupo 1 na lanterna, desta vez com cinco pontos. Porém nas Eliminatórias das Euros 2008 e 2012 e da Copa de 2010, Andorra voltou a perder todas as partidas, tendo sofrido a maior derrota de sua história em outubro de 2008, com um 7 a 0 favorável à Croácia. Dois meses antes, havia sofrido 8 a 1 da República Tcheca.

Em 2017, Andorra conseguiu, pela primeira vez em sua história, vencer 2 jogos em 1 ano; em amistoso disputado em fevereiro, derrotou San Marino por 2 a 0 (foi a primeira vitória andorrana fora de casa), e e em junho, venceu a tradicional Hungria em partida válida pela Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, pelo placar de 1 a 0 (gol marcado pelo zagueiro Marc Rebés).[2]

Copa do MundoEditar

EurocopaEditar

Elenco atualEditar

Futebolistas famososEditar