Semion Mikhailovich Budionny

Semion Mikhailovich Budionny (Loudspeaker.svg? pronúncia; em russo: Семён Миха́йлович Будённый; Platovskaya, 25 de Abril [Calend. juliano: 13 de Abril] 1883 - Moscou, 26 de outubro de 1973), foi um comandante militar, político e um aliado próximo do líder soviético Joseph Stalin. Marechal da União Soviética (1935). Após servir na cavalaria do Império Russo durante a Primeira Guerra Mundial, destacou-se como comandante do 1º Exército de Cavalaria Bolchevique durante a Guerra Civil Russa e a Guerra Polaco-Soviética[1]. Em 1941 comandou um Exército russo durante a primeira fase da invasão alemã (Operação Barbarossa)[2]

Semion Mikhailovich Budionny
Nascimento 13 de abril de 1883
Budyonnovskaya
Morte 26 de outubro de 1973
Moscou
Sepultamento necrópole da Muralha do Kremlin
Cidadania Império Russo, União Soviética
Alma mater
Ocupação político, oficial, escritor
Prêmios
Lealdade Império Russo
Comando 1.º Exército de Cavalaria Bolchevique

Referências

  1. ZAMOYSKI, Adam. Varsóvia 1920. Record, Rio de Janeiro, 2013, p.64-65
  2. KEEGAN,John; WHEATCROFT, Andrew. Who's Who in Military History. London:Routledge, 1996, p.42.


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.