Abrir menu principal

Sergio Vargas

futebolista argentino

Sergio Bernabé Vargas Buscalia (Chacabuco, 17 de agosto de 1965) é um ex-futebolista e treinador de futebol chileno nascido na Argentina, que jogava como goleiro.

Vargas
Informações pessoais
Nome completo Sergio Bernabé Vargas Buscalia
Data de nasc. 17 de agosto de 1965 (54 anos)
Local de nasc. Chacabuco,  Argentina
Altura 1,82 m
Apelido Superman
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1984-1987 Argentina Independiente
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1988-1991
1991
1992
1993-2002
2003
2004-2005
Argentina Independiente
Equador Emelec
Argentina Independiente
Chile Universidad de Chile
Chile Unión Española
Indonésia PSM Makassar
86 (0)
- (-)
15 (0)
253 (0)
26 (0)
- (-)
Seleção nacional
2001 Flag of Chile.svg Chile 10 (0)

CarreiraEditar

Vargas, conhecido por "Superman" graças à sua impulsão, Começou sua carreira no Independiente, de seu país natal, em 1984, mas só ganharia suas primeiras chances como titular três anos depois.

Deixou o Independiente pela primeira vez em 1991 para defender o Emelec, mas não teve sucesso na equipe equatoriana, regressando aos Diablos Rojos no ano seguinte. Após uma temporada, deixou de vez o Independiente no final de 1993, ao ser contratado pela Universidad de Chile, onde viveu seus melhores momentos na carreira, chegando a ser escolhido o melhor goleiro do Campeonato Chileno em sete oportunidades.

Em 2002, René Orozco, presidente da Universidad, anunciou a rescisão do contrato de Vargas, que assinaria com a Unión Española, tendo atuado pelo clube por apenas um ano. O goleiro encerraria a carreira em 2005, quando jogava pelo time indonésio PSM Makassar, aos quarenta anos de idade.

SeleçãoEditar

Vargas disputou dez partidas pela Seleção Chilena de Futebol, todas em 2001[1].

Participou da despedida de Iván Zamorano da Roja, contra a França, além da Copa América de 2001, sendo titular em quatro jogos, barrando o então titular, Nelson Tapia.

"Superman" realizaria sua última partida pelo Chile em novembro de 2001, contra o Equador. Ironicamente, este foi o primeiro jogo dele como capitão da Roja.

Referências

Ligações externasEditar