Sessão de Gala

programa de televisão

Sessão de Gala foi um programa de televisão brasileiro, sendo uma das sessões de filmes da TV Globo, exibida entre 1972 e 2019. Quando a emissora realizava a manutenção mensal em seus transmissores analógicos ou devido a programas especiais como desfiles de escolas de samba durante o Carnaval brasileiro, transmissão da cerimônia do Oscar e festivais de música como Rock in Rio e Lollapalooza, a Sessão de Gala não era exibida.[1]

Sessão de Gala
Sessão de Gala
Logotipo utilizado de 2016 até o fim da sessão em 2019.
Informação geral
Formato telefilme
Gênero sessão de filmes
Duração variável conforme filme exibido
Estado fora do ar
País de origem Brasil
Idioma original (português)
Produção
Tema de abertura Instrumental de As Time Goes By (1990-2019)
Tema de encerramento créditos do filme exibido
Exibição
Emissora original TV Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV) (2007-2019)
Formato de áudio estéreo
mono
Transmissão original 28 de janeiro de 1972 - 21 de abril de 2019

A Sessão de Gala foi uma das quatro sessões de filmes criadas pela TV Globo quando o Brasil estava se preparando para iniciar oficialmente e em definitivo as transmissões em cores, em 1972, para exibição de filmes às 22h30 (após o horário nobre) das sextas-feiras — juntamente com Classe A (às segundas-feiras), Mistério (às quartas-feiras) e Première Mundial (aos sábados).[2] Até 2000, tradicionalmente a Sessão de Gala era exibida após o Supercine, nas madrugadas de sábado para domingo; entre 2000 e 2003 passou a ser exibida após o programa Altas Horas. Ainda em 2003, com a concorrência do então estreante Cine Belas Artes do SBT, a sessão passou a ser exibida após o Domingo Maior, nas madrugadas de domingo para segunda-feira:[3]

A última mudança de identidade visual ocorreu em 2016, quando, junto com as outras sessões de filmes da emissora, a Sessão de Gala buscou retratar através de sua abertura os filmes clássicos e premiados que exibia,[4] geralmente produções premiadas com o Oscar, o Globo de Ouro, considerados "cult" ou produzidos fora dos Estados Unidos. Em abril de 2019, a TV Globo substituiu a sessão temporariamente pela faixa patrocinada Festival Rexona de Cinema e, em maio de 2019, acabou por substituir de vez a Sessão de Gala por uma nova sessão de filmes, denominada Cinemaço.[3][5]

Referências

  1. «Na madrugada de domingo, dia 14, Globo entra em manutenção mensal». Rede Globo. 12 de dezembro de 2014. Consultado em 30 de maio de 2020 
  2. «Televisões vão suprir com filmes programação a cores». Jornal do Brasil. 23 de janeiro de 1972. p. 25. Consultado em 30 de maio de 2020 
  3. a b FORATO, Thiago (28 de maio de 2019). «Para exibir filmes mais comerciais, Globo acaba com a "Sessão de Gala"». Na Telinha. Consultado em 30 de maio de 2020 
  4. «Cinema da Globo tem nova identidade visual». Meio & Mensagem. 2 de julho de 2016. Consultado em 30 de maio de 2020 
  5. PERLINE, Gabriel (1 de abril de 2019). «Por R$ 4,8 milhões, Globo altera nome de sessão de filmes da madrugada». Notícias da TV. Consultado em 30 de maio de 2020 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre a TV Globo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.