Abrir menu principal

Seven Years in Tibet

filme de 1997 dirigido por Jean-Jacques Annaud
(Redirecionado de Sete Anos no Tibet)
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o filme. Para o livro, veja Sete Anos no Tibete.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Seven Years in Tibet
Sete Anos no Tibete (PRT)
Sete Anos no Tibet (BRA)
 Estados Unidos
1997 •  cor •  139 min 
Direção Jean-Jacques Annaud
Roteiro Heinrich Harrer (livro), Becky Johnston
Elenco Brad Pitt
David Thewlis
B.D. Wong
Género Aventura
Idioma inglês, alemão, mandarim, tibetano

Seven Years in Tibet (no Brasil: Sete Anos no Tibet; Portugal: Sete Anos no Tibete) é um filme estadunidense de 1997 dirigido por Jean-Jacques Annaud. O roteiro, de Becky Johnston, é uma adaptação do livro homônimo de Heirich Harrer.

Índice

SinopseEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Heinrich Harrer (Brad Pitt), o mais famoso alpinista austríaco, tentou algo quase impossível: escalar o Nanga Parbat, o 9º pico mais alto do mundo. Onze pessoas de quatro equipes alemãs morreram tentando esta façanha e em virtude disto alcançar o Nanga Parbat se tinha tornado uma obsessão nacional. Heinrich era egocêntrico e visando somente a glória pessoal, viajou para o outro lado do mundo deixando sua mulher grávida e um casamento em crise. Ele não conseguiu o feito, mas quando a Inglaterra declarou guerra à Alemanha absurdamente foi considerado inimigo, por estar em domínio inglês. Heinrich é feito prisioneiro de guerra, mas fugiu após várias tentativas. Através destes e outros fatos ele e Peter Aufschnaiter (David Thewlis), outro alpinista, se tornaram os únicos estrangeiros na sagrada cidade de Lhasa, Tibete. Lá a vida de Heinrich mudaria radicalmente, pois no tempo em que passou no Tibet se tornou uma pessoa generosa além de se tornar confidente do Dalai Lama.[1]

  Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Recepção da críticaEditar

Seven Years in Tibet tem recepção favorável por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 61% em base de 33 críticas no Rotten Tomatoes. Por parte da audiência do site tem 74% de aprovação.[2]

Referências

  1. «Seven Years in Tibet». Filmow. Consultado em 8 de março de 2014 
  2. «Seven Years in Tibet» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 8 de março de 2014 

Ligações externasEditar

  A Wikipédia tem o
  Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.