Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura filme brasileiro de 1986, veja Sexo Frágil (filme).
Sexo Frágil
Informação geral
Formato Sitcom
Duração 30 minutos
Criador(es) João Falcão
Adriana Falcão
André Laurentino
Flávia Lacerda
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) João Falcão
Elenco Bruno Garcia
Lúcio Mauro Filho
Lázaro Ramos
Wagner Moura
Exibição
Transmissão original 17 de outubro de 2003 - 6 de agosto de 2004
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 20

Sexo Frágil foi uma série de televisão brasileira de humor exibida pela Rede Globo de 17 de outubro de 2003 a 6 de agosto de 2004, nas noites de sexta-feira. [1] Teve um total de vinte episódios.

A ideia da série surgiu através de um quadro exibido dentro do programa Fantástico. A série foi criada por Luis Fernando Verissimo e adaptada por Guel Arraes.

A série foi reapresentada pelo canal fechado Viva, sábados, meia-noite e domingos às 18h.

Índice

Escrito porEditar

Primeira temporadaEditar

Cláudio Paiva, Guel Arraes, João Falcão, André Laurentino, Juca Filho, Mauro Wilson, Péricles Barros, Adriana Falcão, Marcelo Rubens Paiva e Antônio Prata. Redação final: João Falcão.

Segunda temporadaEditar

Adriana Falcão, João Falcão, André Muhle, Flávia Lacerda, Kiti Tassis, André Laurentino, Mariana Veríssimo, Marcelo Rubens Paiva e Alexandre Machado. Redação final: João Falcão.

ElencoEditar

Participações especiaisEditar

EpisódiosEditar

1ª TemporadaEditar

Direção: João Falcão e Flávia Lacerda / Direção geral: João Falcão

  1. Já não somos os mesmos - 17 de outubro de 2003
  2. O dia da caça - 24 de outubro de 2003
  3. Almas gêmeas - 31 de outubro de 2003
  4. Vapor barato - 7 de novembro de 2003
  5. Hoje é dia de jogo - 14 de novembro de 2003
  6. Minha vida não é um sitcom - 21 de novembro de 2003
  7. Quem vai ficar com Soraya? - 28 de novembro de 2003
  8. A fonte da juventude - 5 de dezembro de 2003
  9. Para que serve um homem? - 12 de dezembro de 2003
  10. Direito de resposta - 19 de dezembro de 2003

2ª temporadaEditar

Direção: Flávia Lacerda / Direção geral: João Falcão

  1. Um programa pequeno demais para nós todos - 4 de junho de 2004
  2. Encontros e desencontros - 11 de junho de 2004
  3. Pai herói - 18 de junho de 2004
  4. A grande chance - 25 de junho de 2004
  5. Tudo ou nada - 2 de julho de 2004
  6. Como dar o fora - 9 de julho de 2004
  7. Nasce uma estrela - 16 de julho de 2004
  8. O ciúme - 23 de julho de 2004
  9. As mulheres que dão pra gente - 30 de julho de 2004
  10. Último capítulo - 6 de agosto de 2004

CuriosidadesEditar

 
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • A primeira temporada, com os dez primeiros episódios da série, já está disponível para compra em DVD duplo sem extras. Não se tem, contudo, previsão para o lançamento do DVD com a segunda temporada.
  • O elenco, inclusive as participações especiais, era composto apenas de homens, que faziam também os papéis femininos, vestindo-se e comportando-se como mulheres.
  • Em 28 de dezembro de 2004 foi ao ar o especial de fim de ano Programa novo, com a mesma equipe de Sexo frágil. O programa mostrava os atores que, cansados de interpretar papéis femininos, procuravam uma nova atração para se encaixar. O Programa novo iria entrar na grade de programação da Globo em 2005, porém a ideia acabou não sendo aprovada.
  • A série, 7 anos depois, foi reapresentada pelo canal fechado Viva, da Globosat.

Referências

Ligações externasEditar