Abrir menu principal
Shily
bicampeã sul-americana de clubes
Voleibol
Nome completo Shily Lopes Galvão
Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 23 de dezembro de 1972 (46 anos)
Goiânia, GO
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 70 kg Altura: 1,85 m
Clube Aposentada
Medalhas
Competidora do Bandeira do Brasil Brasil
Competidora de Sollo/Tietê
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Lima 1996 Equipe
Competidora de Nossa Caixa/Recra
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Medellin 1994 Equipe

Shily Lopes Galvão (Goiânia, 23 de dezembro de 1972) é ex-voleibolista indoor brasileira que atuou na posição Ponteira de por clubes nacionais e internacionais .Em seu currículo traz a medalha de ouro na edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes de 1996 no Peru e disputou a Copa CEV 2001-02[1].

CarreiraEditar

Sua trajetória profissional se inicia nas categorias de base do Clube Fênix do Rio Verde, também atuou pelo Jóquei Clube de Goiânia, Encol e BAC/Luso [1]. Já como profissional atuou pela equipe Blue Life /Recra na temporada 1991-92, quando conquistou os títulos dos Jogos Abertos do Interior e dos Jogos Regionais em 1991[1]. Conquistou o título da Liga Nacional 1993-94[2][3][4].Em 1994 defendendo o Nossa Caixa/Recra conquistou a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de Clubes em Medellín e conquistou a medalha de ouro e recebeu o prêmio de Melhor Receptora da competição[5].

Transferiu-se na temporada 1994-95 para o Sollo/Tietê encerrando na quinta posição na primeira edição da Superliga Brasileira A.Renovou com a mesma equipe para jornada esportiva seguinte e desta vez alcançou o bronze na segunda edição da Superliga Brasileira A[6] e participou na conquista da medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de Clubes de 1996 em Lima-Peru[7].

Representou o clube catarinense chamado Bonja/Datasul nas competições de 1996-97, atuando como Central[8] e disputou a edição correspondente da Superliga Brasileira A[9] encerrando na sétima posição.

Nas competições do período esportivo de 1997-98 foi contratada pelo Rexona/Ades/PR [8][10] e por este clube disputou a correspondente Superliga Brasileira A[11] alcançando seu primeiro título nesta competição[12].

Foi contratada pelo Leites Nestlé e conquistou o título do Campeonato Paulista de 1998[13] e o título da Copa Sul[14] e alcançou o bronze na Superliga Brasileira A 1998-99[15].

Na jornada esportiva 1999-00 foi contatada pelo Flamengo[16] e foi campeã carioca de 1999[17] e o quinto lugar na Superliga Brasileira A 1999-00.

Recebeu a proposta de atuar no voleibol italiano e representou o Sapori Di Sardegna Sestu na jornada esportiva de 2000-01, vestindo a camisa#10 competiu na edição da Liga A2 Italiana, encerrando na décima quarta posição na fase classificatória e a equipe foi eliminada no fase de play out, contribuindo para o vice-campeonato da Copa A2 Itália (RRD)[18], registrando nesta temporada 354 pontos[19].

Na temporada seguinte permanece no voleibol europeu e assina contrato com o clube francês USSPA d'Albi, teve problema com o visto, atrasando sua estreia[20][21][22].Pelo clube francês disputou a edição da Copa CEV 2001-02[23][24][25], encerrando na segunda posição do Grupo V[26], e o clube foi eliminado na fase de quartas de final[27][28], sofreu uma lesão muscular durante esta competição[29][30].

Na temporada 2001-02, atuando como Ponteira alcançou o sétimo lugar na Liga Pro A Francesa[31][32], semifinalista na Copa da França[33][34], entrou para o Hall da Fama do Clube, como sendo a segunda brasileira a atuar pelo clube, após a temporada retornou ao Brasil[35].

Títulos e resultadosEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b c d e Jornal do Vôlei. «Perfil SHILY». Consultado em 8 de março de 2016 
  2. Mauro Feola (14 de abril de 2014). «Sesi-SP pode repetir o feito da extinta equipe da Nossa Caixa/Recreativa». Consultado em 3 de março de 2016 
  3. Sérgio Kraselis (13 de março de 1994). «Nossa Caixa pode decidir hoje no vôlei». Folha de S.Paulo Esporte. Consultado em 3 de março de 2016 [ligação inativa]
  4. a b CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Todos os Campeões». Consultado em 8 de março de 2016 
  5. Ivan Cruz (11 de abril de 1994). «FINAL RECREATIVA DE LAS BRASILEÑAS». El Tiempo (em espanhol). Consultado em 23 de março de 2016 
  6. a b Melhor do Vôlei (3 de novembro de 2007). «Superliga 95/96- Sollo/Tietê». Consultado em 8 de março de 2016 
  7. El Tiempo. «Campeón brasileño» (em espanhol). Consultado em 8 de março de 2016. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2014 
  8. a b AN-Agência Nacional (9 de maio de 1998). «Rexona». Consultado em 8 de março de 2016. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2015 
  9. Melhor do Vôlei (3 de novembro de 2007). «Superliga 96/97- Bonja/Datasul». Consultado em 8 de março de 2016 
  10. Angelfire. «Equipe-Shily». Consultado em 8 de março de 2016 
  11. AN-Agência Nacional (9 de março de 1998). «Leites Nestlé confirma sua força -Equipe paulista quebra a invencibilidade do Rexona em casa». Consultado em 8 de março de 2016. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  12. a b José Alan Dias (7 de maio de 1998). «Rexona é o campeão da Superliga feminina». Consultado em 8 de março de 2016 
  13. a b A Notícia (5 de novembro de 1998). «Leites Nestlé enfrenta o Bandeirante, em Brusque». Consultado em 8 de março de 2016. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  14. a b A Notícia (8 de novembro de 1998). «Leites é tri na Copa Sul- OBJETIVO ALCANÇADO». Consultado em 8 de março de 2016. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  15. UOL Esportes (5 de fevereiro de 1999). «Leites Nestlé tenta manter invencibilidade diante do Minas Tênis». Consultado em 8 de março de 2016 
  16. Melhor do Vôlei (14 de setembro de 1999). «Isabel é destaque na nova equipe de vôlei do Flamengo». Consultado em 27 de março de 2016 
  17. a b FVR-Federação de Volley-Ball do Rio de Janeiro. «GALERIA CAMPEÕES - ADULTO». Consultado em 8 de março de 2016. Arquivado do original em 28 de janeiro de 2015 
  18. a b Legavolley. «Serie A2 Stagione 2000/2001- Sapori Di Sardegna Sestu - Piazzamenti Stagioni Precedenti» (em italiano). Consultado em 8 de março de 2016 
  19. Legavolley. «Lega Pallavolo Serie A2 Femminile Statistiche Individuali (Anno per Anno) - Stagioni dal 2000/2001 al 2008/2009- Galvao Shily (Schiacciatrice)- Sapori Di Sardegna Sestu» (em italiano). Consultado em 8 de março de 2016 
  20. Ladepeche.fr (5 de outubro de 2001). «Les joueuses n'ont aucune pression sur les épaules» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  21. Ladepeche.fr (12 de outubro de 2001). «L'USSPA confiante bien qu'handicapée» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  22. Ladepeche.fr (6 de março de 2002). «L'USSPA doit s'appuyer sur ses victoires passées» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  23. Ladepeche.fr (8 de outubro de 2001). «L'USSPA teste avec succès un nouvel état d'esprit» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  24. Ladepeche.fr (15 de outubro de 2001). «L'USSPA décroche la qualification et la victoire» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  25. CEV- Confederação Europeia de Voleibol. «TOP TEAMS CUP WOMEN - 2001/2002- USSP ALBI» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2016 
  26. CEV- Confederação Europeia de Voleibol. «TOP TEAMS CUP WOMEN - 2001/2002- Competition Standings-Main Phase» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2016 
  27. CEV- Confederação Europeia de Voleibol. «TOP TEAMS CUP WOMEN - 2001/2002- Main Phase 4th Final» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2016 
  28. Ladepeche.fr (15 de fevereiro de 2002). «Les Albigeoises condamnées au miracle» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  29. Ladepeche.fr (18 de janeiro de 2002). «L'USSPA aux portes des quarts» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  30. Ladepeche.fr (22 de março de 2002). «L'USSPA doit retrouver un groupe compétitif» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  31. Ladepeche.fr (12 de novembro de 2001). «Mode d'emploi d'une superbe victoire» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  32. Ladepeche.fr (2 de dezembro de 2001). «L'USSPA n'a rien pu faire» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  33. Ladepeche.fr (30 de agosto de 2002). «L'envie de revanche de l'USSPA» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  34. a b Ladepeche.fr. «Le palmarès-Saison 2001-2002» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016 
  35. Ladepeche.fr. «Hall of fame» (em francês). Consultado em 8 de março de 2016