Abrir menu principal
O selo do estado da Virgínia, onde a frase é usada.

Sic semper tyrannis é uma frase em latim que significa "Assim sempre aos tiranos". Às vezes ela é traduzida erroneamente como "morte aos tiranos" ou "abaixo os tiranos". A frase completa é Sic semper evello mortem tyrannis (literalmente: "assim sempre eu erradico a vida dos tiranos"). Ela foi possivelmente proferida por Marco Júnio Bruto durante o assassinato de Júlio César,[1][2] mas de acordo com Plutarco, Bruto não teve a chance de dizer a frase ou se disse, ninguém ouviu:

César então faleceu, aos senadores, apesar de Bruto ter se aproximado como se ele fosse falar alguma coisa, ninguém o ouviu, optou por fugir pelas portas, deixando os conspiradores no local confusos e com medo...[3]

A frase tem sido evocada na Europa e em outras partes do mundo como um grito contra o abuso de poder. O estado americano da Virgínia e a cidade de Allentown, Pensilvânia, a usam como lema. Nos Estados Unidos, a frase ganhou mais notoriedade pois John Wilkes Booth a teria gritado durante o assassinato do presidente Abraham Lincoln.[4]

Referências

  1. Mitgang, Herbert (12 de abril de 1992). «Booth Speech Reveals a Killer's Mind». The New York Times. Consultado em 5 de junho de 2019 
  2. Mulvihill, Amy (13 de abril de 2015). «The Fault in His Stars». Baltimore Magazine. Consultado em 5 de junho de 2019 
  3. Plutarch, "Caesar", Plutarch's Lives, with an English Translation by Bernadotte Perrin. Cambridge, MA. Harvard University Press. London. William Heinemann Ltd. 1919. ch. 67. On Line text.
  4. "John Wilkes Booth shoots Abraham Lincoln". Página acessada em 15 de agosto de 2014.