Abrir menu principal
Siegried Sassoon
Nascimento 8 de setembro de 1886
Matfield, Kent, Inglaterra
Morte 1 de agosto de 1967
Heytesbury, Wiltshire
Residência Matfield
Sepultamento Somerset
Nacionalidade Reino Unido Inglesa
Cidadania Reino Unido, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Etnia Judeu
Progenitores Mãe:Theresa Thornycroft
Filho(s) George Sassoon
Alma mater Universidade de Cambridge, Clare College, New Beacon School, Marlborough College
Ocupação Poeta
Prémios James Tait Black Memorial Prize (1928)
Religião Catolicismo, Judaísmo

Siegfried Loraine Sassoon (8 de setembro de 18861 de setembro de 1967) foi um poeta inglês. Ficou conhecido como escritor de sátiras AntiGuerra em poesia, durante a Primeira Guerra Mundial. Mais tarde foi aclamado por seu trabalho em prosa, sua autobiografia ficcional de três volumes, conhecida como "Sherston Trilogy".

Vida e educaçãoEditar

Siegfried Sassoon nasceu no Weirleigh Hospital em Matfield, Kent. Seu pai era judeu e sua mãe, Anglo-Católica. Tinha dois irmãos, Michael e Hamo. Quando Sassoon tinha quatro anos, seus pais se separaram.

Em 1895, seu pai, Alfred Sassoon, morreu de tuberculose, deixando Siegfried devastado.

Sassoon estudou na New Beacon Preparatory School, Kent, Marlborough College em Wiltshire, e no Clare College (Cambridge), onde estudou direito e história de 1905 à 1907. Ele saiu da universidade sem diploma e passou os anos seguintes caçando, jogando Cricket e publicando alguns volumes de poesia não tão aclamada. Seu primeiro grande sucesso foi The Daffodil Murderer, uma paródia de The Everlasting Mercy de John Masefield, publicada em 1913 sob o pseudônimo de "Saul Kain".

GuerraEditar

Motivado pelo patriotismo, Sassoon juntou-se ao Exército Britânico quando a ameaça da Primeira Guerra Mundial foi feita, no dia em que o Reino Unido declarou guerra (4 de agosto de 1914). Ele quebrou o braço em um acidente e foi deixado de fora da guerra antes mesmo de sair da Inglaterra.

Referências