Abrir menu principal

Silésia Austríaca

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)



Herzogtum Ober- und Niederschlesien / Österreichisch Schlesien
Ducado da Alta e Baixa Silésia / Silésia Austríaca

Ducado

POL woj dolnoslaskie COA 2009.svg
1742 – 1918 Moravian-Silesian Region CoA CZ.svg
 
POL województwo śląskie II RP COA.svg

Brasão de Silésia Austríaca

Brasão

Localização de Silésia Austríaca
A Silésia Austríaca (a vermelho) na Áustria-Hungria de 1918
Continente Europa
País Império Austro-Húngaro
Capital Opava
49° 56' N 17° 54' E
Governo Não especificado
Período histórico Período moderno
 • 1742 Fundação
 • 1918 Incorporação na Checoslováquia
Área
 • 1910 5 147 km2
População
 • 1910 est. 756 949 
     Dens. pop. 147,1 hab./km²

A Silésia Austríaca (em alemão: Österreichisch Schlesien; em tcheco/checo: Rakouské Slezsko; em polonês/polaco: Śląsk Austriacki), oficialmente o Ducado da Alta e Baixa Silésia (em alemão: Herzogtum Ober- und Niederschlesien), foi uma região autónoma do Reino da Boémia, então parte do Império Austríaco, depois uma região da coroa cisleitana quando integrada na monarquia dual da Áustria-Hungria.[carece de fontes?] Existiu entre 1742 e 1918[1] e, apesar do seu nome oficial, apenas incluía partes da Alta Silésia, já que não havia qualquer porção do território da Baixa Silésia no interior das suas fronteiras. O território que integrou a Silésia Austríaca está quase totalmente contido na actual região da Morávia-Silésia da República Checa, onde foi integrado em 1918, na sequência da Primeira Guerra Mundial, da dissolução da Áustria-Hungria e da consequente criação da Checoslováquia.

Referências

  1. Słodczyk 2003, p. 105.

BibliografiaEditar

  • Słodczyk, Janusz; Hasiński, Władysław; Opolski, Uniwersytet (2003). Transformation of the social and economic structure of the Silesia region. Opole: Universidade de Opole 

BibliografiaEditar