Silvânia

Silvânia
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Silvânia
Bandeira
Hino
Apelido(s) "Atenas de Goiás"
Gentílico silvaniense
Localização
Localização de Silvânia em Goiás
Localização de Silvânia em Goiás
Mapa de Silvânia
Coordenadas 16° 39' 32" S 48° 36' 28" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Municípios limítrofes Vianópolis, Luziânia, Leopoldo de Bulhões, Anápolis, Alexânia, Bela Vista de Goiás e Gameleira de Goiás
Distância até a capital 85 km
História
Fundação 1833
Aniversário 5 de outubro
Administração
Prefeito(a) José da Silva Faleiro (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 2 264,769 km²
População total (Censo IBGE/2014[2]) 20 106 hab.
 • Posição GO: 54º
Densidade 8,9 hab./km²
Clima Tropical de altitude
Altitude 999 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 75180-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,709 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 252 537,918 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 13 264,94
Outras informações
Padroeiro(a) Nosso Senhor do Bonfim
Website www.silvania.go.gov.br (Prefeitura)

Silvânia é um município brasileiro do estado de Goiás que se localiza na denominada “Região da Estrada de Ferro”.tendo como principal atividade a agricultura e pecuaria de leite e corte com algumas industrias ceramicas

HistóriaEditar

Silvânia teve início por volta do ano de 1774, com a descoberta de lavras de ouro na região. Isso atraiu aventureiros de diversas regiões, inclusive da Bahia, os quais trouxeram consigo uma imagem de Nosso Senhor do Bonfim, o qual deu nome ao arraial que ali surgira. Somente no ano de 1833, a capelinha do arraial de Nosso Senhor do Bonfim recebeu o título de paróquia. O arraial recebeu o título de vila em 2 de abril de 1833. A vila obteve o foro de cidade em 5 de outubro de 1857 através de uma resolução da província de Goiás.[5] A primeira escola pública de Silvânia foi criada em 1829, e Joaquim Gomes Pinto, seu primeiro professor. A educação ganhou destaque no município com a vinda das escolas Salesianas, o Ginásio Anchieta em 1926 e o Instituto Auxiliadora em 1937. O nome Bonfim, foi alterado para Silvânia em 1943, em homenagem à família Silva, de Vicente Miguel da Silva e seus descendentes, que ocupavam cargos de grande prestígio na cidade. Do município de Silvânia, foram desmembrados alguns municípios: Vianópolis, Leopoldo de Bulhões, São Miguel do Passa Quatro Bela Vista de Goiás e Gameleira de Goiás. Silvânia continua sendo um importante polo comercial e educacional da região da estrada de ferro.

Silvânia foi centro educacional do Estado. O poeta Leo Lynce trabalhou na cidade, e Ursulino Leão e Afonso Félix de Sousa estudaram no Ginásio Anchieta. Aldair Aires viveu seus últimos anos de vida na cidade. Escritores da cidade: Antonio Americano do Brasil, Salomão Sousa, Antonio da Costa Neto, André de Leones, Hilda Magalhães, Edmar Camilo Cotrim, Inácio José de Paula e Cavalin, entre outros. Em 2018, foi criada a Academia de Literatura, Artes e História de Silvânia - ALAHS, sendo eleita a historiadora Cida Sanches como primeira presidente.

EconomiaEditar

Economia baseada na pecuária, agricultura e produção de tijolos.

A organização rural é destaque nacional, isto pela participação efetivas dos produtores da Agricultura Familiar e Empresarial nas organizações como a Central de Associações; Coopersil, Cretitag-Silvânia; Sindicato dos Trabalhadores Rurais e, como participação decisivas nas ações do Território Estrada de Ferro Cidade criada na época da exploração do ouro, contribuiu para a formação de grandes figuras do Estado com o Ginásio Anchieta e Instituto Auxiliadora.


TurismoEditar

 
Igreja Nosso Senhor do Bonfim.

Elementos turísticos: Igreja do Senhor do Bonfim, com mais de duzentos anos, as regiões marcadas pela exploração do ouro, como crateras originadas de tal exploração, a Igreja de São Sebastião, que fica no bairro que leva o mesmo nome, o Cristo, na chegada da cidade, e ao lado, a estação do trem-de-ferro Cuturama. Há também uma bela decoração natalina no centro da cidade.

Silvânia conta com uma pequena rede de hotéis.

BairrosEditar

  • Bairro Conselheiro Manoel Caetano
  • Bairro Pedrinhas
  • Bairro Maria de Lourdes
  • Bairro Baú
  • Bairro Nossa Senhora de Fátima
  • Bairro São Sebastião
  • Bairro St. Antônio
  • Setor Central
  • Setor Industrial
  • Con.Hab. São Sebastião
  • Resd. Beira do Lago
  • Resd. Deco Corrêa
  • Resd. Jorge Barroso
  • Resd. Park Anchieta
  • Resd. São Judas Tadeu
  • Resd. Anhanguera
  • Bairro Leonides Cotrim " Vila Mutirão "
  • Bairro Nosso Senhor do Bonfim
  • Resd. Jardim Ipê
  • Setor Sul
  • Jardim Daiana
  • Bairro Sêneca Lobo


Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de setembro de 2014. Consultado em 30 de setembro de 2014 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. "História de Silvânia", em: BORGES, H.C. (1981)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  • Site do Sindicato dos Trabalhadores Rural. Visitada em 06/01/13
  • Site Território Estrada de Ferro. Visitada em 06/01/13
  Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.