Silveira Bueno

Francisco da Silveira Bueno (Atibaia, 20 de agosto de 1898 — São Paulo, 2 de agosto de 1989) foi um cronista, poeta, jornalista, lexicógrafo, filólogo, ensaísta e tradutor brasileiro.

Silveira Bueno
Nascimento 1898
Atibaia
Morte 2 de agosto de 1989 (90–91 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação escritor, jornalista, professor universitário, romanista, poeta, filólogo
Empregador Universidade de São Paulo

Iniciou na carreira eclesiástica (estudando filosofia, teologia, direito canônico, exegese em bíblica e línguas, especializando-se em linguística e pesquisa filológicas), da qual desistiu para dedicar-se ao magistério, lecionando Português, Latim, História, Califasia (dicção e oratória[1]), calirritmia, califonia e Literatura Portuguesa. Foi professor catedrático da Universidade de São Paulo.

Foi redator de vários jornais e colaborador em quase todos os órgãos da imprensa do Rio de Janeiro e São Paulo.

Atualmente, seus dicionários têm Dinorah da Silveira Campos Percoraro, doutora em filologia portuguesa pela USP, como responsável pela revisão e ampliação.

Em sua primeira fase como escritor, assinava com o pseudônimo de Frei Francisco da Simplicidade.

ObrasEditar

  • Minidicionário da Língua Portuguesa, Editora FTD, (diversas edições)
  • Minidicionário de Português - Inglês, Editora FTD.
  • Gramática normativa da língua portuguesa: curso superior, 1944 - Editora Acadêmica
  • Tratado de semântica, 1947.
  • Literatura Luso-Brasileira, Editora Saraiva, 2ª edição de 1948.
  • A Arte de Falar em Público, Editora Saraiva, 5ª em 1948.
  • A Formação Histórica da Língua Portuguesa, Livraria Acadêmica, 1ª edição de 1955.
  • Dicionário Silveira Bueno, Editora FTD, 1ª edição de 1956.
  • A Arte de Escrever, Editora Saraiva, 10a edição de 1961.
  • Pelos Caminhos do Mundo, Editora Saraiva, 3ª edição 1962.
  • Estudos de Filologia Portuguesa, 1963 - Editora Saraiva
  • Manual de Califasia, califonia, calirritmia e arte de dizer, Editora Saraiva, de 1966.
  • O Grande Dicionário Etimológico - Prosódio da Língua Portuguesa, de 1966 (em 08 volumes).
  • Antologia arcaica, Editora Saraiva, 2ª edição de 1968
  • Gramática normativa da língua portuguesa: curso superior com suplemento, 1968 - Editora Saraiva
  • Vocabulário Tupi-Guarani-Português, Editora Gráfica Nagy Ltda, 2ª edição em 1993.
  • Dicionário Escolar, 1998 - Editora Ediouro.

Obras usando o pseudônimo de Frei Francisco da Simplicidade:

  • Cartas de Muito Amor, 1934 - Editora Record
  • Cartas Esquecidas, 1951 - Editora Saraiva
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Global Editora, https://globaleditora.com.br/autores/biografia/?id=1756