Simão, o Fantasma Trapalhão

(Redirecionado de Simão o Fantasma Trapalhão)

Simão, o Fantasma Trapalhão é um filme de comédia e fantasia brasileiro de 1998, dirigido por Paulo Aragão, escrito e estrelado por Renato Aragão e vagamente baseado na obra O Fantasma de Canterville de Oscar Wilde. Foi o segundo filme de Aragão a conter o elemento "fantasmas", sendo que o primeiro havia sido Os Fantasmas Trapalhões em 1987.

Simão, o Fantasma Trapalhão
Simão, o Fantasma Trapalhão.jpg
 Brasil
1998 •  cor •  80 min 
Direção Paulo Aragão
Produção Carlos Alberto Diniz
Daniel Filho
Produção executiva Tininho Fonseca
Renato Tilhe
Roteiro Renato Aragão
Elenco Renato Aragão
Dedé Santana
Fernanda Rodrigues
Roberto Guilherme
Marcelo Augusto
Eloísa Mafalda
Ivete Sangalo
Luciano Szafir
Gênero comédia
fantasia
Música Caxa Aragão
Lincoln Olivetti
Renato Aragão Jr.
Companhia(s) produtora(s) RA Produções Artísticas
Globo Filmes
Lereby Produções
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Brasil 25 de dezembro de 1998
Idioma português
Cronologia
O Noviço Rebelde (1997)
O Trapalhão e a Luz Azul (1999)

O filme conta com as participações espaciais da apresentadora Angélica - em seu quarto filme ao lado de Aragão -, do ator Luciano Szafir e da cantora Ivete Sangalo, ambos em sua estréia nos cinemas.

SinopseEditar

O milionário Dr. Hiram (Oswaldo Loureiro) e sua mulher Lucélia (Eloísa Mafalda) compram um castelo assombrado, pois querem um fantasma só deles. Assim, nas férias vão com os netos conhecer a propriedade, mas Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana), os dois motoristas da família, não estão gostando nada da situação. Ao chegarem lá, os dois com muito medo, encontram a governanta Srª Dolsty (Dirce Migliaccio) e ambos pensam que ela é uma das assombrações do lugar. Na mesma noite, Didi monta guarda em frente ao quarto das crianças e estas resolvem provocar Simão (Roberto Guilherme) o fantasma que asombra o local e que aparece para assustar todo mundo. Virgínia (Fernanda Rodrigues), a neta mais velha, desaprova essa brincadeira e acaba fazendo amizade com Simão, pedindo a ele desculpas pelo comportamento dos outros. Assim Simão e Virgínia tem uma pequena conversa na qual ele diz que há dois séculos não dorme e que só conseguirá sua libertação se alguém encontrar um valioso tesouro que está escondido em alguma parte do castelo. Virgínia promete ajudá-lo. Ela então apresenta Simão para Didi, Dedé e as crianças e explica para todos a situação. Assim como nos demais filmes, Didi se apaixona por uma das personagens, vivendo uma desilusão amorosa. Neste filme, isto se passa com Estrela (Ivete Sangalo) a bela e misteriosa jardineira do castelo, que guarda um grande segredo.

ElencoEditar

participação especial
apresentando

Ver tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.