Sisaque II

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Sisaque.

Sisaque II (889 a.C.),[1] também conhecido como Shoshenk II ou Sheshonk II, foi um faraó da XXII dinastia do Antigo Egito. Filho de Osocor I pela Princesa Maatkare II, filha por sua vez do Faraó Psusenés II, Sisaque II era assim herdeiro da XXI dinastia, tal como da XXII dinastia. A maior parte da sua carreira política fora passada a exercer o cargo de Sumo Sacerdote de Amun em Tebas. Pouco mais se sabe sobre este Faraó.

Sisaque II
Το νεκρικό προσωπείο του Σοσένκ Β΄. Μουσείο Καΐρου.
Nascimento século X a.C.
Morte 889 a.C.
Sepultamento Tânis
Cidadania Antigo Egito
Cônjuge Nesytanebetisherou
Filho(s) Harsiese A
Ocupação high priest
Título faraó
Double crown.svg
Causa da morte sepse

TebasEditar

Pouco tempo após a ascensão do seu pai Osocor ao poder, Sisaque foi nomeado Sumo Sacerdote de Tebas. Assim, Osocor I continuara com a política começada pelo seu pai e sucessor, Sisaque I, que consistia de nomear sempre um filho do faraó incumbente como Sumo Sacerdote de Ámon.

Os Descendentes de Sisaque IIEditar

Sisaque II devia de ser um indivíduo bastante influente, já que era o fruto de duas dinastias egípcias. Foi esta razão que levou a nobreza local a vê-lo a ele e aos seus descendentes como símbolos potenciais de independência. Não há registos de que Sisaque II terá apoiado a independência de Tebas - muito pelo contrário, pode-se inferir do facto de ter sido nomeado co-regente do seu pai que era verdadeiramente contra estes sentimentos independentistas.

Contudo, o seu filho Harsiese A, parece ter tentado reivindicado a independência de Tebas, e até usado o título de rei durante o reino de Taquelote I

Referências

  1. Kitchen, K., The Third Intermediate Period (1100-650BC), p.467