Sisters of Avalon

Sisters of Avalon é o quinto álbum de estúdio da cantora americana Cyndi Lauper. Foi lançado no Japão em 15 de outubro de 1996, pela Sony Music Entertainment Japan. Tematicamente, aborda a questão da complacência e ignorância na cultura popular, a discriminação de minorias, como gays e mulheres e a corrupção na indústria do entretenimento.

Sisters of Avalon
Álbum de estúdio de Cyndi Lauper
Lançamento Japão 1996
Mundo 1997
Gravação 29 de abril a 1 de junho de 1996
Gênero(s) Rock, blues, jazz, trip hop, dance, pop, rock alternativo
Duração 51:13
54:58 (Japão)
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD
Gravadora(s) Epic Records
EK-66433
Produção Cyndi Lauper, Mark Saunders e Jan Pulsford
Cronologia de Cyndi Lauper
Twelve Deadly Cyns ...and Then Some
(1994)
Merry Christmas...Have a Nice Life
(1998)

A recepção da crítica foi favorável, com resenhas que elogiaram as letras, os arranjos, os vocais e a criatividade na diversidade de temas abordados.[1] Comercialmente, teve o pior desempenho no catálogo da cantora nos anos de 1990, em detrimento ao atrito contínuo entre Lauper e a gravadora. O lançamento foi adiado fora do Japão e a fraca promoção fez com que ele vendesse apenas 56.000 cópias nos Estados Unidos, de acordo com Nielsen SoundScan.[2] O Songwriters Hall of Fame, elegeu a faixa-título como uma das canções-chave da carreira da cantora.[3]

Antecedentes e produçãoEditar

O título do é uma referência ao livro The Mists of Avalon de Marion Zimmer Bradley, que conta a lenda do Rei Arthur do ponto de vista das personagens femininas.[4] O repertório se diferente de projetos anteriores, incorporando uma mistura de produção eletrônica com uma variedade de instrumentos tradicionais, como violão, cítara, dulcimer dos Apalaches e dulcimer de slide, bem como um omnicórdio.[5] Para a gravação, a cantora alugou uma casa nos arredores de Nova York, no cenário bucólico de Tuxedo Park.[5] Em declarações à Billboard, em 1997, Lauper comentou: "Para mim, ele é uma progressão natural das canções de Hat Full of Stars. Nunca estive mais orgulhosa de uma coleção de canções."[6] Muitas das faixas foram escritas por Lauper e Jan Pulsford, que se juntou à banda da cantora como tecladista para a turnê de promoção de Hat Full of Stars, em 1993. Lauper disse à Billboard: "Estávamos em uma jornada especial que parecia tão certa. Jan e eu somos colaboradores extremamente compatíveis".[6] Faz-se presente a abordagem de um tema pagão, na faixa "Mother", que faz uma ode a Gaia.[6]

O lançamento ocorreu em 1996, no Japão, e em 1997, em outras partes do mundo. A versão japonesa traz uma faixa bônus, "Early Christmas Morning".[7] A faixa "Lollygagging" é uma faixa oculta que nada mais é do que Lauper e seus músicos tentando gravar a música "Hot Gets a Little Cold", mas cometendo um erro musical e rindo da situação.[8]

Recepção críticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic      [9]
Entertainment Weekly B+[10]
New York Times (favourable)[11]
Pittsburgh Post Gazette      [12]

Após o lançamento, Larry Flick da Billboard escreveu: "O álbum aproveita os pontos fortes de Lauper como vocalista e sua maturidade marcante como compositora, com amplas inclinações estilísticas."[13] David Grad, do Entertainment Weekly, observou: "Lauper continua sendo uma inebriante sereia do pop. Seu sexto disco de estúdio é maravilhosamente eclético."[10]

Stephen Thomas Erlewine, do site AllMusic, o descreveu como "variado e eclético", acrescentando: "Embora os resultados nem sempre sejam bem-sucedidos, ele é o mais intrigante e recompensador que ela fez desde True Colors"[9] A revista People elogiou a variedade lírica e sonora e seus "comentários cortantes", mas teceu críticas pelo fato de "por toda a sua experimentação ousada, Lauper parecer estar se esforçando demais".[14] Tracy Collins, do Pittsburgh Post Gazette, fez uma crítica favorável e observou que ele "é um disco estranho e intrincado de uma mulher com um grande senso de aventura" e também que é "a coisa mais próxima de uma reinvenção segura para Lauper".[12]

Desempenho comercialEditar

Devido à falta de promoção, obteve um desempenho ruim na maioria dos mercados. Nos Estados Unidos, estreou na posição de #188 na tabela da revista Billboard, de 19 de abril de 1997.[15] Ele permaneceu nela por uma semana e vendeu 56.000 cópias até 2012.[2]

No Reino Unido, foi lançado no início de fevereiro de 1997 e entrou na parada da Official Charts Company, na posição de #59, saindo dela na semana seguinte.[16] Entrou na parada de álbuns austríacos, atingindo o pico de #45, e nela permanecendo por três semanas.[17] Foi seu primeiro de estúdio a aparecer na parada de sucessos do país desde True Colors.[17]

A repercussão foi mais bem-sucedida no Japão, onde atingiu o pico de #15, passando nove semanas na parada e foi eventualmente certificado com um disco de ouro por vendas superiores a mais de 100.000 cópias no país.[18]

FaixasEditar

Créditos retirados do encarte do álbum Sisters of Avalon, de 1997.[8]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Sisters Of Avalon"  Cyndi Lauper; Jan Pulsford 4:20
2. "Ballad Of Cleo + Joe"  Lauper; Pulsford 4:00
3. "Fall Into Your Dreams"  Lauper; Pulsford 4:45
4. "You Don't Know"  Lauper; Pulsford 5:14
5. "Love To Hate"  Lauper; Pulsford 3:25
6. "Hot Gets A Little Cold"  Lauper; Catherine Russel 3:37
7. "Unhook The Stars"  Lauper; Pulsford 3:56
8. "Searching"  Lauper; Pulsford 4:35
9. "Say A Prayer"  Lauper; Pulsford 4:53
10. "Mother"  Lauper; Pulsford 4:44
11. "Fearless"  Lauper 3:38
12. "Brimstone And Fire"  Lauper; Pulsford 3:35
13. "Lollygagging"  Lauper; Pulsford 0:24

TabelasEditar

Tabelas semanaisEditar

Tabela musical (1997) Melhor
posição
Áustria (Ö3 Austria Top 40)[19] 45
Japanese Albums (Oricon)[18] 15
South African Albums (RISA)[20] 93
Reino Unido (UK Albums Chart)[21] 59
Estados Unidos (Billboard 200)[22] 188

SinglesEditar

Ano Single Parada musical Posição
1997 "You Don't Know" Billboard Hot 100[23] 111
"You Don't Know" Hot Dance Music/Club Play[23] 16
"You Don't Know" Hot Dance Music/Maxi-Singles Sales[23] 16
"You Don't Know" Bubbling Under Hot 100 Singles[23] 11
"Ballad of Cleo & Joe" Billboard Hot 100[23] 125
"Ballad of Cleo & Joe" Hot Dance Music/Club Play[23] 36
"Ballad of Cleo & Joe" Bubbling Under Hot 100 Singles[23] 25
"You Don't Know" UK Charts[16] 27
1998 "Sisters of Avalon"

Certificações e vendasEditar

Região Certificação Vendas
Estados Unidos[2] 56,000
Japão (RIAJ)[24] Ouro 100,000*

*números de vendas baseados somente na certificação
^distribuições baseadas apenas na certificação

Referências

  1. Williams-Chalmers, Jeremy (14 de setembro de 2014). «Lost In Music: Cyndi Lauper – Sisters of Avalon». So So Gay. Consultado em 14 de setembro de 2014. Arquivado do original em 25 de setembro de 2014 
  2. a b c Barth, Keith. «Ask Billboard | Billboard.com». billboard.com. Consultado em 8 de janeiro de 2012 
  3. «Songwriters Hall Of Fame 2014 Nominees For Induction Announced». Consultado em 6 de setembro de 2021. Arquivado do original em 14 de outubro de 2013 
  4. «Cyndi Lauper - Sisters of Avalon». 15 de abril de 2004. Consultado em 23 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de agosto de 2005 
  5. a b Antunes, Marcelo (30 de junho de 1997). «A bruxaria pop de Cyndi Lauper». O Pioneiro: 4. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  6. a b c Billboard magazine - Lauper's artistic aspect emphasized on Epic set - Larry Flick - March 1, 1997 - page 34
  7. (1996) Créditos do álbum Sisters of Avalon por Cyndi Lauper [CD]. Japão: Epic Records (ESCA 6584).
  8. a b (1997) Créditos do álbum Sisters of Avalon por Cyndi Lauper [CD]. Estados Unidos: Epic Records (ET 66433).
  9. a b AllMusic Review by Stephen Thomas Erlewine (1 de abril de 1997). «Sisters of Avalon - Cyndi Lauper | Songs, Reviews, Credits». AllMusic. Consultado em 5 de abril de 2019 
  10. a b Grad, David (4 de abril de 1997). «Album Review: 'Sisters of Avalon'». ew.com. Entertainment Weekly 
  11. Zwerin, Mike (31 de janeiro de 1997). «RECORDINGS». The New York Times 
  12. a b Collins, Tracy (4 de junho de 1997). «Record Review». Pittsburgh Post Gazette. p. B-4 – via Google Books 
  13. Billboard magazine - Lauper's artistic aspect emphasized on Epic set - Larry Flick - March 1, 1997 - page 15
  14. Picks and pans: Review: Sisters of Avalon People.com. Consultado em 6 de setembro de 2021.
  15. Sisters Of Avalon Chart History Billboard.com. Consultado em 6 de setembro de 2021.
  16. a b Official Charts: Cyndi Lauper - Chart History Officialcharts.com. Consultado em 6 de setembro de 2021.
  17. a b Austrian charts: Cyndi Lauper - Sisters of Avalon Austriancharts.at. Consultado em 6 de setembro de 2021.
  18. a b シンディ・ローパーのアルバム売り上げランキング (em japonês). Oricon. Consultado em 8 de maio de 2016. Arquivado do original em 24 de outubro de 2012 
  19. «Cyndi Lauper - Sisters of Avalon» (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em May 8, 2016.
  20. «South African Divas Albums». Geo Cities. Consultado em 19 de maio de 2019 
  21. Cyndi Lauper | Artist | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. Consultado em May 8, 2016.
  22. «Cyndi Lauper Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard 200 para Cyndi Lauper. Prometheus Global Media. Consultado em May 8, 2016.
  23. a b c d e f g Erlewine, Stephen Thomas. «Cyndi Lauper: Awards». AllMusic. Arquivado do original em 31 de julho de 2013 
  24. «RIAJ: Certified Awards: シンディ・ローパー – ハット・フル・オブ・スターズ». Recording Industry Association of Japan (em japonês). Consultado em 5 de setembro de 2017