Abrir menu principal

"Skibet skal sejle i nat" (em português :"O navio parte esta noite") foi a canção que representou a Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção 1957 que se disputou em Frankfurt am Main, na então Alemanha Ocidental. Esta canção marcou a estreia da Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção e foi a primeira vez em que se ouviu o dinamarquês no Festival Eurovisão da Canção.

Dinamarca"Skibet skal sejle i nat"
Festival Eurovisão da Canção 1957
País
Artista(s)
Língua
Dinamarquês
Compositor(es)
Erik Fiehn
Letrista(s)
Poul Sørensen
Performance das finais
Resultado da final
3.º
Pontos da final
10
"Jeg rev et blad ud af min dagbog" (1958) ►

A referida canção foi interpretada em dinamarquês por Birthe Wilke e Gustav Winckler . Foi a nona e penúltima canção a ser interpretada na noite do evento, depois da canção da França "La belle amour cantada por Paule Desjardins e antes da canção da Suíça "L'enfant que j'étais", interpretada por Lys Assia. Terminou a competição em 3.º lugar, tendo recebido um total de 10 pontos. No ano seguinte, em 1958, a Dinamarca foi representada por Raquel Rastenni que interpretou a canção "Jeg rev et blad ud af min dagbog".


Índice

AutoresEditar

Autores da canção
Letrista: Poul Sørensen
Compositor: Erik Fiehn
Orquestador: Kai Mortensen

LetraEditar

A canção é um dueto de amores, com os cantores[1] falando do amor que ambos sentiam um pelo outro, antes de um deles partir (possivelmente o homem, porque usa um chapéu de marinheiro) numa viagem de navio. A canção ficou famosa pelo linguado/beijo de língua que os cantores dão no final da canção, assinalando o final da canção, o que foi revolucionário para a época.

Outras versõesEditar

O dueto lançou também uma versão em alemão, intitulada "Das Schiff geht in See heute Nacht"

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia possui o
Portal da Música

.