Abrir menu principal

Skylab 3

(Redirecionado de Skylab III)
Skylab 3
Skylab2-Patch.png
Informações da missão
Operadora NASA
Foguete Saturno IB SA-207
Espaçonave Apollo CSM-117
Astronautas Alan Bean
Owen Garriott
Jack Lousma
Base de lançamento Plataforma 39B, Centro
Espacial John F. Kennedy
Lançamento 28 de junho de 1973
11h10min50s UTC
Cabo Kennedy, Flórida,
 Estados Unidos
Amerrissagem 25 de setembro de 1973
22h19min51s UTC
Oceano Pacífico
Órbitas 858
Duração 59 dias, 11 horas,
9 minutos, 1 segundo
Altitude orbital 441 quilômetros
Inclinação orbital 50 graus
Distância percorrida 39,4 milhões de
quilômetros
Imagem da tripulação
Garriott, Lousma e Bean
Garriott, Lousma e Bean
Navegação
Skylab1-Patch.png Skylab 2
Skylab 4 Skylab3-Patch.png

Skylab 3 (SL-3ou SLM-2)[1] foi a segunda missão tripulada do programa Skylab.

Efetuada durante cerca de dois meses por uma tripulação de três homens, entre julho e setembro de 1973, a missão realizou experiências científicas nas áreas de atividades médicas, observação solar e recursos naturais terrestres.

TripulaçãoEditar

PrincipalEditar

Posição Astronauta
Comandante Alan L. Bean
Piloto Cientista Owen K. Garriott
Cientista Jack R. Lousma

ReservasEditar

Posição Astronauta
Comandante Vance D. Brand
Piloto Cientista William B. Lenoir
Cientista Don L. Lind

MissãoEditar

 
A estação Skylab em órbita.

A missão começou com um problema ocorrido durante a aproximação com a estação para a acoplagem, no sistema de controle de reação do módulo de comando e serviço, causando uma fenda no conjunto. A tripulação conseguiu acoplar mas a vibração a bordo continuou com o problema. Pela primeira vez, uma nave Apollo foi levada até a plataforma de lançamento em Cabo Kennedy para uma possível missão de resgate, já que a estação possibilitava a acoplagem de duas naves ao mesmo tempo. A tripulação, entretanto, resolveu o problema, com o resgate se mostrando desnecessário.

Esta missão alongou o tempo no espaço de uma tripulação de um mês, caso da Skylab II, para dois meses. Neste tempo, centenas de experiências científicas foram realizadas, entre elas: estudo da saúde dental, instalação de protetores solares contra micrometeoritos, adaptação psicológica humana no espaço, estudo de cobaias de laboratório e de características de células do pulmão humano na microgravidade.

Referências

  1. «Skylab Numbering Fiasco». Living in Space. William Pogue Official WebSite. 2007 

Ligações externasEditar