Slackline

Praticante de Slacklining

Slackline é um esporte de equilíbrio que utiliza uma fita de nylon esticada entre dois pontos fixos, permitindo ao praticante andar e fazer manobras. Também conhecido como corda bamba, significa "linha folgada" e pode ser comparado ao cabo de aço usado por artistas circenses, porem sua flexibilidade permite criar saltos e manobras inusitadas.[1][2][3]

HistóriaEditar

O desporto iniciou-se nos anos 1980 nos campos de escalada do Vale de Yosemite, EUA[1]. Os escaladores passavam semanas acampando em busca de novas vias de escalada e nos tempos vagos esticavam as suas fitas de escalada, através de equipamentos, para equilibrar-se e caminhar.[2]

BrasilEditar

No Brasil, o esporte popularizou nas praias do Rio de Janeiro em 2010, espalhando-se por todo o Brasil.[2]

OrganizaçãoEditar

Em agosto de 2015 foi fundada a International Slackline Association com o objetivo de incentivar e organizar o esporte, em nível global, através da cooperação entre entidades nacionais.[4]

ModalidadesEditar

SoullineEditar

Com distância curta da fita e altura bem baixa, é uma modalidade para iniciantes.[5][1]

YogalineEditar

Nesta modalidade, em vez de manobras, pratica-se posturas derivadas yoga sobre a fita, com concentração.[5][1]

TricklineEditar

Geralmente praticado a partir de 1 metro ou mais de altura, com uma fita de 50 mm de espessura, o trickline permite a realização de manobras com saltos e equilíbrio extremo, exigindo bastante preparo físico e treino.[5]

LonglineEditar

Esta modalidade exige do praticante bastante condicionamento físico, pois quanto maior o comprimento da fita mais força muscular e equilíbrio são necessários, e também requer bastante concentração para manter-se na fita e vencer as suas dificuldades.[5][1]

WaterlineEditar

É a pratica do Slackline sobre as águas, seja em piscinas, rios ou praias. Nesta modalidade, também é permitido o uso de uma fita tubular.[5][1]

HighlineEditar

Praticado em alturas superiores a 5 metros. Esta modalidade requer muita experiência e conhecimento de alpinismo, pois é necessário utilização de equipamentos de segurança e conhecimento técnico de sistema de redução, como uma cadeira de montanhistas chamada "baudrier", presa ao corpo do praticante com uma corda de escalagem e mosquetão que aguenta 2 toneladas de peso e uma segunda fita ou cabo de aço.[5][1]

BaselineEditar

A modalidade baseline é o highline sem o baudrier, onde o praticante vaicom uma mochila de paraquedas nas costas, caso caia da fita. O praticante desta modalidade tem que ser paraquedista.[5]

Referências

  1. a b c d e f g A febre do Slackline Portal educação Física - acessado em 30 de junho de 2020
  2. a b c O que é Slackline? Portal Globo Esporte - acessado em 30 de junho de 2020
  3. Slackline se espalha pelo Brasil e rende até vaga no Cirque du Soleil Portal UOL Esporte - acessado em 30 de junho de 2020
  4. International Slackline Association Slackline International
  5. a b c d e f g Em busca do equilíbrio Acervo Digital UFPR - acessado em 30 de junho de 2020