Sofia Sá da Bandeira

apresentadora de televisão portuguesa
Sofia Sá da Bandeira
Nascimento 22 de junho de 1963 (57 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação apresentadora de televisão

Sofia de Freitas Branco de Sá da Bandeira (Lisboa, 22 de junho de 1963), é uma actriz portuguesa. Frequentou o curso de Filosofia da U.C.P tem o curso de formação de actores da Escola Superior de Teatro e Cinema do Conservatório Nacional de Lisboa, e trabalha frequentemente em televisão, no teatro e no cinema.[1]

BiografiaEditar

Filha de José Maria de Castro e Almeida de Sá da Bandeira (n.1943) e de Clara de Freitas Branco (n. 1945).

Descendente do general Marquês de Sá da Bandeira.

A sua mãe é filha do musicólogo João de Freitas Branco, neta paterna do compositor Luís de Freitas Branco, sobrinha-neta do compositor Pedro de Freitas Branco, prima de Bernardo Sassetti.

Vida profissionalEditar

Trabalhou em vários projectos de cinema, teatro e televisão como; Lendas de Portugal, Verão Quente, Primeiro amor, A grande Aposta, Filhos do Vento, Cinzas, Claxon, A Árvore, O Passeio, de Cristina Hausser, O Milagre Segundo Salomé, As Dioptrias de Elisa, A importância de ser Ernesto, de (Oscar Wilde) O processo dos Távoras, Alves dos Reis, Roseira Brava, Na Paz dos Anjos, Desencontros, Almeida Garrett, O Crime, Eu ligo-te, Vila Faia, Liberdade 21, Perfeito Coração, Voo Directo, Laços de Sangue, Dancing Days, Mar Salgado, Vidas Opostas, Os Nossos dias, Terra Brava, A Noite, de José Saramago, entre outros.

Paralelamente, apresentou programas pedagógicos em televisão, como Vitaminas, Projecto Sírios, Ruas Vivas e Ecoman onde se propõem alternativas ligadas às questões ambientais.

Integra o elenco de séries e filmes internacionais como, Crimes en Série, Feu Adrien Muset, Une Famille Formidable, Le Voyage Étranger, Les Fleurs du Mal, La Leyenda de Balthasar el Castrado, de Juan Minon, entre outros.

Tem participado no júri de vários festivais de cinema, como Festival de cinema de Tróia, CineEco, Famafest e Mostra de Cinema Internacional de Cabo Verde.

Interpretou, como narradora a obra de Benjamin Britten, The young person’s guide to the orchestra, com a orquestra do Teatro de S. Carlos e a ópera de Bela Bartok Bluebeard’s Castle, com a orquestra Gustav Mahler na Gulbenkian.

Fez dobragens de filmes de animação para a Disney, narração e gravação de poesia, narração em áudio-livro de contos tradicionais para a CPLP.

Colaborou com o Jornal Expresso com uma crónica semanal.Publicou as crónicas "Histórias de uma Mulher Casada" e o romance "Quase Nós" (Editora D. Quixote)

Obras PublicadasEditar

  • Crónicas semanais, revista Vidas, jornal Expresso. 2000
  • Histórias de uma Mulher Casada, 2001
  • Quase Nós, 2005

TelevisãoEditar

TelenovelasEditar

SériesEditar

TeatroEditar

Como ApresentadoraEditar

  • Um (A)caso em Portugal, RTP2 2006
  • Ruas Vivas, RTP 2005
  • Jet 7, RTP 1999/2000
  • Objectivo Sirius, RTP 1992
  • Vitaminas, RTP 1991 (co-apresentação com Carlos Alberto Vidal)

CinemaEditar

  • The End, de Vitor Candeias, 2006
  • O Milagre Segundo Salomé, de Mário Barroso, 2003
  • As Dioptrias de Elisa, de António Escudeiro, 2002
  • O Passeio, de Cristina Hauser, 1999
  • Bloody Mary, de Kátia Bucho e Nuno Mesquita, 1997
  • Le quai du bonheur, de Franck Apprederis, 1996
  • La Leyenda de Balthasar el Castrado, de Juan Miñon, 1994
  • Feu Adrien Muset, de Jacques Besnard, 1992
  • Le voyage étranger, de Serge Roullet, 1991
  • Les Fleurs du Mal, de Jean Pierre Rawson, 1990
  • Coimbra, de Diogo Pais, 1988

PublicidadeEditar

  • Pescanova (2017), com José Fidalgo
  • Galp - Movimento Energia Positiva (2008)
  • Separação do Lixo (2000)
  • L'Oreal (1999)
  • Galp (1998)
  • Protecção do Ambiente - Ministério do Ambiente (1998)
  • Hipermercados Continente (1996)
  • Evax (1995)
  • Vinho do Porto (1990)

ReferênciasEditar

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço relacionado ao projeto entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.