Abrir menu principal
Soldo de Juliano, o Apóstata, c. 361

O soldo ou sólido[1] (em latim: solidus , lit. "sólido"), uma antiga moeda romana de ouro criada por Constantino em 309, circulou longamente no Império Romano, estendendo-se até ao século X no Império Romano do Oriente. Substituiu o áureo como a mais importante moeda de ouro do império.

A denominação soldo já havia sido empregada por Diocleciano, mas era diferente da moeda emitida por Constantino. A moeda era cunhada com uma proporção de 1/72 da libra romana (c. 4,5 gramas). Os soldos eram mais largos e finos que o áureo. Também foram produzidas moedas fracionárias do soldo, chamadas semisse (em latim: semissis meio soldo) e tremisse (em latim: tremissis, um terço do soldo).

As palavras "soldo" ("remuneração por serviços militares") e "soldado" ("homem de guerra") têm sua origem no nome da moeda romana, com a qual os soldados romanos eram pagos. Soldo não tem a característica de contra prestação pelo trabalho prestado, por isso há a possibilidade do "soldo" ser menor do que o salário mínimo.

Índice

Referências

  1. Lopes 2013, p. 39.

BibliografiaEditar

  • Lopes, Reinaldo José (abril de 2013). «Roma - A saga do império que nunca acabou». São Paulo. Super Interessante. ISSN 978-85-364-1568-0 Verifique |issn= (ajuda) 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outras mídias sobre Soldo (moeda)
  Este artigo sobre numismática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.