Soyuz 16

Soyuz 16 foi um voo de teste no projeto de obter uma junção, durante um voo espacial, entre uma nave soviética e uma norte-americana que resultou na missão Apollo-Soyuz.[1][2]

Soyuz 16
Insígnia da missão
Informações da missão
Sinal de chamada Буран (Nevasca)
Operadora Programa Espacial Soviético
Número de tripulantes 2
Lançamento 2 de dezembro de 1974
09:40:00 UTC
Baikonur LC1
Casaquistão
Aterrissagem 8 de dezembro de 1974
08:03:35 UTC
30 km ao sudoeste de Arkalyk
Órbitas 95
Duração 5d 22h 23m 35s
Navegação
Salyut program insignia.svg Soyuz 15
Soyuz 17 Vimpel 'Diamond'.jpg

Os cosmonautas Anatoli Filipchenko e Nikolai Rukavishnikov avaliaram uma cápsula Soyuz modificada e o equipamento de acoplagem que iria permitir que naves diferentes se ligassem. Ao mesmo tempo, o voo deu experiência aos grupos de comando dos Estados Unidos e da União Soviética sobre o trabalho em conjunto, e satisfez os oficiais norte-americanos com relação à segurança da nave Soyuz.[1][2]

A missão foi feita exatamente para elaborar planos, com ambas as administrações felizes com a performance da espaçonave e dos grupos em terra.[1][2]

TripulaçãoEditar

[1][2]

Posição Cosmonauta
Comandante   Anatoli Filipchenko
Engenheiro de voo   Nikolai Rukavishnikov

Parâmetros da MissãoEditar

[1][2]

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. a b c d e Joachim Becker e Heinz Janssen (20 de abril de 2018). «Soyuz 16». SPACEFACTS. Consultado em 20 de julho de 2019 
  2. a b c d e Mark Wade. «Soyuz 16». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 20 de julho de 2019 

Ligações externasEditar

Precedido por
Soyuz 15
Voos tripulados
Sucedido por
Soyuz 17