Soyuz 8 (em russo Союз 8 - União 8) foi a sétima missão tripulada do programa Soyuz da URSS. Esta foi uma missão conjunta com as missões Soyuz 6 e Soyuz 7, num encontro triplo das naves e suas tripulações no espaço. A missão foi lançada em 13 de outubro de 1969 e devido a problemas com a eletrônica de acoplamento nas três naves, o planejado engate com a Soyuz 7 não foi bem sucedido.[2][3]

Soyuz 8
Informações da missão
Sinal de chamada Гранит (Granito)
Operadora Programa Espacial Soviético
Foguete Soyuz No. Yu15000-18[1]
Espaçonave Soyuz 7K-OK
11F615 #16
Base de lançamento Baikonur 31/6
Lançamento 13 de outubro de 1969
10:19:09 UTC[1]
Baikonur
Aterrissagem 18 de outubro de 1969
09:09:58 UTC[1]
145 km ao norte de Karaganda
Órbitas 80[1]
Duração 4d 22h 50m 49s[1]
Altitude orbital 204,5-223,7 km[1]
Inclinação orbital 51,65º[1]
Imagem da tripulação
Shatalov e Yeliseyev
Shatalov e Yeliseyev
Navegação
Soyuz 7
Soyuz 9

Tripulação

editar

[2]

Posição Cosmonauta
Comandante   Vladimir Shatalov
Engenheiro de voo   Aleksei Yeliseyev

Ver também

editar

Referências

editar
  1. a b c d e f g «Spaceflight mission report: Soyuz 8». 14 de julho de 2020. Consultado em 15 de junho de 2021 
  2. a b Joachim Becker e Heinz Janssen (10 de julho de 2019). «Soyuz 8». SPACEFACTS. Consultado em 20 de julho de 2019 
  3. Mark Wade. «Soyuz 8». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 20 de julho de 2019 

Ligações externas

editar

Precedido por
Soyuz 7
Voos tripulados
Sucedido por
Apollo 12