Soyuz TMA-10M

Soyuz TMA-10M foi uma missão humana à Estação Espacial Internacional, a 119ª missão de uma nave russa Soyuz ao espaço. Lançada do Cosmódromo de Baikonur em 25 de setembro de 2013, ela transportou três tripulantes à estação, que integraram as Expedições 37 e 38 da ISS. A nave ficou por cerca de seis meses acoplada à estação para servir como veículo de escape em caso de emergência.[1]

Soyuz TMA-10M
Insígnia da missão
Informações da missão
Sinal de chamada Yenisei
Operadora Roscosmos
Número de tripulantes 3
Base de lançamento Baikonur Pad 1/5
Lançamento 25 de setembro de 2013 20:58 UTC[1]
Cosmódromo de Baikonur
Aterrissagem 11 de março de 2014 03:23:48 UTC[2]
Distrito de Zhanaarka
Órbitas 2580[2]
Duração 166d 06h 24m 58s[2]
Imagem da tripulação
Hopkins, Kotov e Ryazansky
Hopkins, Kotov e Ryazansky
Navegação
Soyuz TMA-09M
Soyuz TMA-11M

TripulaçãoEditar

Posição Cosmo/Astronauta
Comandante   Oleg Kotov
Engenheiro de voo 1   Sergei Ryazansky
Engenheiro de voo 2   Michael Hopkins

Parâmetros da MissãoEditar

[3]

Lançamento e acoplagemEditar

A nave foi lançada ao espaço às 20:58 UTC de 25 de setembro com três astronautas a bordo, e colocou em funcionamento seus motores durante a primeira órbita terrestre, iniciando a viagem até a ISS onde acoplou-se cerca de seis horas mais tarde às 02:45 UTC, no módulo de serviço Poisk. Após as checagens rotineiras de segurança das ligações entre a nave e a estação, as escotilhas foram abertas e os três tripulantes recebidos pelos outros três integrantes da Expedição 37 já a bordo, Fyodor Yurchikhin, Karen Nyberg e Luca Parmitano, que subiram ao espaço em 28 de maio na Soyuz TMA-09M.[4]

A bordo da estação, os astronautas da TMA-10M ajudaram os demais tripulantes a realizar a acoplagem da nave orbital não´tripulada Cygnus com o Canadarm2, para descarregar mais de 1300 libras de carga para a ISS, que incluiu alimentos, vestuários e experiências científicas de estudantes, transportada por esta nave não-tripulada.[5]

Desacoplagem e aterrissagemEditar

Após cerca de seis meses no espaço, a missão da TMA-10 encerrou-se às 00:02 UTC de 11 de março de 2014 com a desacoplagem da nave do módulo Poisk da ISS, levando de volta os cosmonautas Kotov e Ryazanskiy e o astronauta Hopkins, enquanto os outros três tripulantes continuaram a bordo da ISS iniciando a Expedição 39. Depois de deorbitarem, a tripulação pousou cerca de três horas depois nas geladas estepes do Casaquistão, sendo recebidos pela equipe de apoio em terra da Roskosmos e da NASA.[6]

GaleriaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b NASA. «Consolidated Launch Manifest». NASA. Consultado em 6 de junho de 2011 
  2. a b c «Spaceflight mission report: Soyuz TMA-10M». 20 de março de 2020. Consultado em 3 de julho de 2022 
  3. Mark Wade. «Soyuz TMA-10M». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 24 de julho de 2019 
  4. «Soyuz TMA-10M docks with the ISS». NASA Spaceflight.com. Consultado em 29 de setembro de 2013 
  5. «Canadarm2 Captures Cygnus». NASA. Consultado em 29 de setembro de 2013 
  6. «Expedition 38 Lands In Kazakhstan Completing Mission». NASA. Consultado em 16 de março de 2014 

Ligações externasEditar

Precedido por
Shenzhou 10
Voos tripulados
Sucedido por
Soyuz TMA-11M