Space Adventures

Space Adventures é uma empresa norte-americana que vende com exclusividade viagens ao espaço nas cápsulas Soyuz da Agência Espacial Russa, com destino a Estação Espacial Internacional. Por vinte milhões de dólares, e depois de um treinamento rigoroso, um civil pode visitar a Estação Espacial Internacional (EEI ou ISS, na sigla em inglês) durante dez dias.

Em 28 de Abril 2001, o milionário estado-unidense Dennis Tito tornou-se o primeiro turista espacial da história ao viajar para a EEI. Seguiram-no outros dois aventureiros e uma mulher: o sul-africano Mark Shuttleworth, o norte-americano Gregory Olsen, a iraniano-americana Anousheh Ansari que viajou no lugar do japonês Daisuke Enomoto que não pode viajar por problemas médicos, e o mais recente, o americano Charles Simonyi.

Voos suborbitaisEditar

A empresa não se limita somente a voos de ligação à EEI, a empresa também abrirá um "spaceport" (porto espacial) nos Emirados Árabes Unidos, onde oferecerá voos suborbitais, que atingem altitude suficiente para se chegar ao espaço, mas não a velocidade suficiente para manter-se na órbita terrestre, ao custo de vinte mil dólares.

Para isto, usará um tipo de avião espacial com capacidade para cinco passageiros, além do piloto. O veículo será lançado de um avião, que o levará a dezoito mil metros de altitude, e a partir daí voara quase verticalmente até atingir a fronteira do espaço, a 100 km de altitude sobre a superfície terrestre, permitindo aos passageiros ver a escuridão sideral e experimentar os efeitos da falta de gravidade durante cinco e dez minutos. Após isso o avião espacial aterrissa como um avião comum.

Os voos sub-orbitais receberam um forte estímulo em 2004, com o sucesso do SpaceShipOne, o primeiro veículo desenvolvido e financiado pelo setor privado para realizar um voo suborbital. O aparelho, dotado de um motor de foguete híbrido, também foi levado debaixo da asa de um avião a aproximadamente treze mil metros de altitude antes de ser lançado sozinho.

ClientesEditar

Esta é a lista de pessoas que voaram ao espaço pela Space Adventures. Todos os participantes decolaram e aterraram na Estação Espacial Internacional em naves Soyuz.

  1.   Dennis Tito
  2.   Mark Shuttleworth
  3.   Gregory Olsen
  4.     Anousheh Ansari
  5.   Charles Simonyi

Missão lunarEditar

A Space Adventures está oferecendo reserva antecipada para uma futura missão lunar envolvendo viagens para circunavegar a Lua, em uma trajetória circunlunar. O preço foi anunciado em US$ 100 milhões por assento, a partir de 2007.[1]

Esta missão utilizará dois veículos de lançamento russos. Uma cápsula Soyuz será lançada na órbita baixa da Terra por um foguete Soyuz. Uma vez em órbita, a cápsula tripulada irá acoplar com um segundo módulo de propulsão lunar, que irá então fornecer energia à parte circunlunar da viagem.  A missão durará de 8 a 9 dias. Isso inclui (aproximadamente) 2 dias e meio na órbita da Terra, acoplamento com o estágio de propulsão, 5 dias para atingir a órbita lunar, uma observação de 45 minutos da Lua de até 100 km e 2 dias e meio para retornar à Terra. Em 2011, a Space Adventures anunciou que vendeu um dos assentos na viagem lunar por US$ 150 milhões e está em negociações para vender um segundo assento. Eles não revelam o nome da pessoa a quem o ingresso foi vendido, mas afirmam que ele ou ela é bem conhecido. Em 2014, eles alegaram ter encontrado duas pessoas dispostas a gastar US$ 150 milhões e isso poderia acontecer dentro de três anos. Space Adventures posteriormente alterou seu site para dizer que espera que a primeira viagem circunlunar ocorra antes do final da década.[2][3][4]

ReferênciasEditar

  1. Belfiore, Michael (2007). Rocketeers: how a visionary band of business leaders, engineers, and pilots is boldly privatizing space. New York: Smithsonian Books. p. 11. ISBN 978-0-06-114903-0. the ... Russian space program cut a deal with Florida-based Space Adventures to send two tourists and a professional cosmonaut on a flyby mission around the Moon. The major hardware for the mission already exists; all that's needed now is to find two people willing and able to pony up $100 million each to pay for it. 
  2. Lunar Mission, SpaceAdventures website, undated, accessed 2010-05-24.
  3. «Just One ($150 Million) Seat Remains on Space Adventures' Lunar Flyby». 26 de abril de 2011. Consultado em 15 de outubro de 2016 
  4. «Russia to Fly Two Tourists Around the Moon by 2017». 3 de junho de 2014. Consultado em 15 de outubro de 2016 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar