Star Wars: Galactic Battlegrounds

vídeojogo de 2001
Star Wars: Galactic Battlegrounds
Desenvolvedora(s) LucasArts, Ensemble Studios
Publicadora(s) LucasArts
Designer(s) Garry M. Gaber
Motor Genie
Plataforma(s) Microsoft Windows, Mac OS X
Lançamento 13 de novembro de 2001 (original)
14 de maio de 2002 (expansão)
2002 (bundle)
Gênero(s) RTS
Modos de jogo Single player, multiplayer

Guerra nas Estrelas: Campos Galácticos de Batalha (do inglês: Star Wars: Galactic Battlegrounds) é um jogo eletrônico épico de estratégia em tempo real, ambientado no universo da saga Star Wars,[1] lançado pela LucasArts em novembro de 2001.[2][3]

Neste os jogadores tem a possibilidade de comandar em batalhas, legiões com até 200 unidades por exército, quem incluem: caçadores de recompensas, Cavaleiros Jedi, stormtroopers, X-wings, AT-ATs, snowspeeders, AT-STs, tanques Kas Wookiee e, dróides.[1]

Jogabilidade criada a partir da engine de RTS, adaptado da série Age of Empires (da Ensemble).[1]

CivilizaçõesEditar

O jogo possui conflitos envolvendo seis civilizações:[1][2]

CampanhasEditar

  • 1ª campanha (tutorial): campanha dos Wookiees, se passa no ano de 31 B. B. Y. quando a Federação do Comércio invade Alaris Prime, então entram em ação Attichitcuk junto com o filho Chewbacca e o sobrinho Shoran (narrado por Qui-Gon Jinn);
  • 2ª campanha: campanha da Federação de Comércio, se passa durante o Episódio I A Ameaça Fantasma, no ano de 32 B. B. Y. quando a Federação do Comércio invade Nabbo;
  • 3ª campanha: campanha ds Gungans, começa com uma guerra entre tribos Gungans no ano de 3032 B. B. Y. , e termina com a chegada da Federação do Comércio em Naboo em 32 ABY. Enredo centrado em Boss Gallo e em Boss Rugor Nass, o líder dos Gungans na época do Episódio I.
  • 4ª campanha: campanha sobre o Império Galactico, onde os eventos acontecem pouco antes e durante o Star Wars: Episódio V, O Império Contra-Atacaque. Inicia em Yavin 4 no ano de 0 A. B. Y. quando o império jogou sua vingança contra a Aliança Rebelde. Depois se passa no mesmo ano só que em Reyta quando o império reconquistou o planeta. Se passa também em 3 A. B. Y. quando aconteceu a batalha de Hoth, e após em Bespin no episódio 5. E termina numa realidade alternativa onde o jogador tem que vencer com o império a batalha de Endor;
  • 5ª campanha: campanha da Aliança Rebelde e Nova República, os eventos desta campanha estão fora do escopo dos filmes (não incluindo a batalha de Endor e Hoth). Começa em Krant quando a Princesa Léia encontra Echu-Shen-Jon em 1 B. B. Y. Depois esta campanha se passa quando o hoocron Vor-Na-Tu é destruído em Geddes no mesmo ano. Ela depois vai a 5 A. B. Y. quando Geddes é libertada do Império, após isso ela volta para 3 A. B. Y onde ocorre a batalha de Hoth. Ela pula um ano e vai para a batalha de Endor em 4 A. B. Y. depois, como missão desafio esta campanha volta para 19 B. B. Y. onde a Aliança Rebelde nasce;
  • 6ª e última campanha: campanha do Wookiee, acontece após Star Wars: Episódio VI - O Retorno dos Jedi, iniciando em 5 A. B. Y. quando os remanescentes do Império tentam manter o que resta, assim Han Solo e Chewbacca libertam Kashyyyk, e termina no mesmo ano, com a libertação de Kessel.

PersonagensEditar

PlanetasEditar

As campanhas do jogo são ambientadas nos seguintes planetas:

ExpansãoEditar

A Expansão Clone Campaigns (Campanhas Clônicas) foi lançada em maio de 2002.

CivilizaçõesEditar

CampanhasEditar

  1. Campanha, sobre as Guerras Clônicas e a guerra entre os Separatistas;
  2. Campanha sobre o Conde Dooku.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Predefinição:Star Wars/Conflitos

  1. a b c d «Star Wars Galactic Battlegrounds». Super Downloads. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  2. a b «Star Wars: Galactic Battlegrounds». IGN (em inglês). 19 de novembro de 2001. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  3. «Jogo de computador, Star Wars: Galactic Battlegrounds». Loja Amazon. Consultado em 22 de fevereiro de 2019