Stepan Nercessian

Stepan Nercessian
Stepan Nercessian em 2017
Deputado federal pelo Rio de Janeiro
Período 1 de fevereiro de 2011
até 31 de janeiro de 2015
Vereador do Rio de Janeiro
Período 1 de janeiro de 2005
até 31 de dezembro de 2010
Dados pessoais
Nascimento 2 de dezembro de 1953 (66 anos)
Cristalina, Goiás
Nacionalidade brasileiro
Prêmio(s) Grande Otelo de Melhor Ator
2019 - Chacrinha: O Velho Guerreiro
Partido PCB (1964-1992)
Cidadania (1992-presente)
Profissão ator (1970–presente)

Stepan Nercessian (Cristalina, 2 de dezembro de 1953) é um ator, sindicalista e político brasileiro. É primo do falecido ator Chiquinho Brandão.[1]

BiografiaEditar

Filho de pai armênio e mãe cearense, nascido em Cristalina, Goiás, iniciou a carreira artística no final da década de 1960.[2] Escolhido através de teste, estreou como ator no filme Marcelo Zona Sul, do diretor carioca Xavier de Oliveira.[3] De carreira multifacetada, não se dedica apenas ao cinema, estendendo sua carreira ao teatro e à televisão. Foi um dos principais funcionários da Rede Globo de 1971 a 2018. [4][5] Em março de 2018 foi contratado pela Rede Bandeirantes para apresentar o humorístico "Porque Hoje é Sábado".[6] Por não poder interpretar Chacrinha rescindiu o contrato com a Bandeirantes em outubro do mesmo ano.[7]

Com a saída da Band, retornou a Globo em 2019.[8]

Stepan Nercessian é ex-presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão do Rio de Janeiro (SATED) e da Fundação Astrojildo Pereira.[9] Desde os onze anos de idade passou a se interessar por política, como membro do Partido Comunista Brasileiro (PCB).[10] Migrou para o Partido Popular Socialista (PPS), oriundo do PCB, desde sua fundação.[11] Em 2004 elegeu-se vereador na cidade do Rio de Janeiro, sendo reeleito em 2008, com mais de 50.000 votos sendo o terceiro mais bem votado naquela eleição.[12] Nas eleições de 2010, conquistou um mandato de deputado federal representando o estado do Rio de Janeiro, sendo eleito com 84.006 votos.[13]

Em dezembro de 2016, foi nomeado presidente da Funarte, por intermédio de Roberto Freire (Cidadania) durante o governo de Michel Temer (MDB).[14]

É presidente e um dos principais responsáveis pelo projeto Retiro dos Artistas, que visa acolher músicos, atores, esportistas, jornalistas e escritores brasileiros que tiveram destaque no cenário nacional, mas que passam pro dificuldades financeiras.[15][16][17]

Carreira artísticaEditar

Na televisãoEditar

Iniciou sua trajetória em 1971 na telenovela Bandeira 2, na Rede Globo, como Márcio.[18] Cinco anos mais tarde, interpretou Maurício em Duas Vidas.[19] Fechou este período na pele dos personagens Alan e Anselmo em O Astro e Feijão Maravilha, respectivamente.[20][21] No início da década de 1980, atuou como Osmar em Plumas e Paetês e Chico em O Amor É Nosso.[22][23] Em 1982, participou da série Caso Verdade no episódio "Irmã Dulce", deu vida Deolindo Vieira (Déo) em O Homem Proibido e, no ano seguinte, fez participação especial como Pedro em Louco Amor.[24][25][26] Em 1984, esteve em Vereda Tropical como um jogador do Rubro.[27] Em 1986, interpretou Zé Ambrosio em Selva de Pedra e, no ano seguinte, viveu Barbosão em O Outro.[28][29] Posteriormente, fechou o decênio interpretando Jarbas em Vale Tudo e Antônio em O Sexo dos Anjos.[30][31]

No início da década de 1990, encarnou como detetive Palhares em Mico Preto e Chico Bagre em O Sorriso do Lagarto.[32][33] Em 1992, participou das minisséries Tereza Batista como Almério das Neves e Anos Rebeldes como Caramuru.[34][35] Nos dois anos posteriores, atuou como delegado Rodrigo em Mulheres de Areia e Devair em Pátria Minha.[36][37] Entre 1995 a 1996, participou do programa Você Decide nos episódios "O Corno Convicto" e "Paixão Bandida" e "No Silêncio da Noite", além da telenovela Zazá como Samuel.[38][39] Em 1998, deu vida como Goiano na minissérie Hilda Furacão e, no ano seguinte, fechou o milênio como Ernani Corrêa em Força de um Desejo.[40][41]

Em 2000, interpretou Guerra na telenovela Uga Uga e, posteriormente, na série Brava Gente como o vaqueiro Emanuel no episódio "Alandelão de la Patrie".[42][43] Nos dois anos posteriores, viveu um barbeiro cirurgião em A Padroeira e Apolinário em Desejos de Mulher.[44][45] Em 2003, esteve na pele de Golfredo na telenovela Kubanacan e Sabino na minissérie A Casa das Sete Mulheres.[46][47] No ano seguinte, foi Ibrahim Nobre em Um Só Coração e doutor Gusmão na décima primeira temporada de Malhação.[48][49] Nos dois anos seguintes, participou das obras A Lua Me Disse como um professor; no especial Lu como um coronel e em Cobras & Lagartos como Bandeira.[50][51][52] Concluiu o decênio em 2007 protagonizando o especial de fim de ano Faça Sua História como o taxista Oswaldir; fez participação especial no humorístico Zorra Total como Carlos Alberto e viveu Rola na minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes.[53][54][55]

Em 2013, foi para o canal de televisão por assinatura GNT interpretar Ruy num episódio na série As Canalhas e, no ano seguinte, atuar como Nicolau em Acerto de Contas.[56][57] Em 2015, esteve na HBO Brasil na pele de Larsen na série Magnífica 70; além de viver Oswaldo e Claudecir em Aí Eu Vi Vantagem e participou da terceira temporada de Vai que Cola, ambos da Multishow, respectivamente.[58][59][60] Em 2017, foi Doutor Samuel na série Sob Pressão, da Rede Globo; apresentou Saideira no Canal Brasil e encarnou na pele de Chacrinha em Chacrinha - A Minissérie, especial do Canal Viva.[61][62][63] Em 2019, interpretou delegado Gusmões na telenovela Éramos Seis.[64]

No cinemaEditar

Estreou nas telonas em 1970 como protagonista do filme Marcelo Zona Sul.[65] No decorrer da década de 1970, foi novamente o personagem principal em André, a Cara e a Coragem, além de fazer outras aparições em A Rainha Diaba como Bereco; José em Xica da Silva e fez participação especial como Maurício em Nos Embalos de Ipanema.[66][67][68][69] Na década de 1980, esteve apenas no elenco de Beijo na Boca como Pardal e como Odesson em Césio 137 - o Pesadelo de Goiânia.[70][71] Na década de 1990, foi um candidato de Rondônia em Doces Poderes e Pacheco em Orfeu.[72][73]

Na década de 2000, participou do filme Minha Vida em Suas Mãos como um homem suicida e, no ano seguinte, como Bento Cubas em Memórias Póstumas.[74][75] Em 2003, esteve no elenco de Deus É Brasileiro, além de participar dos longas O Maior Amor do Mundo e Mulheres do Brasil três anos mais tarde.[76][77][78] Concluiu o decênio como inspetor Fleury em Podecrer! e Eudes em Chega de Saudade.[79][80]

No início da década de 2010, atuou nos longas Os Penetras como Nelson e Julio Sumiu como Delegado Barriga.[81][82] Em 2014, viveu Antônio Santos em Trash - A Esperança Vem do Lixo e, dois anos mais tarde, em Um Suburbano Sortudo como Damião.[83][84] Em 2017, interpretou Nelson em Os Penetras 2 – Quem Dá Mais? e encarnou na pele de Chacrinha no filme Chacrinha: O Velho Guerreiro.[85][86]

Vida pessoalEditar

Foi casado com a atriz Camila Amado durante catorze anos.[87] É torcedor fanático do Botafogo e do Vila Nova Futebol Clube, de Goiânia.[88][89][90]

Ligado ao mundo do samba, e "Presidente de Honra" da Escola de Samba Difícil é o Nome.[91]

 
Então Ministro da Cultura Roberto Freire, recebe o deputado Danilo Forte (PMDB) e Stepan Nercessian.

Desempenho eleitoralEditar

Ano Cargo Votos Resultado Ref.
2004 Vereador do Rio de Janeiro 26.644 Eleito [92]
2008 Vereador do Rio de Janeiro 50.532 Eleito [12]
2010 Deputado federal pelo Rio de Janeiro 84.006 Eleito [93]

ControvérsiasEditar

Suspeita de envolvimento com a contravençãoEditar

Nercessian foi um dos flagrados pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal (PF), em conversas telefônicas com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, tendo confirmado ser amigo do contraventor.[94]

Stepan Nercessian recebeu R$ 175 mil em 2011 de Carlinhos Cachoeira, sendo que o próprio Stepan admitiu à Folha de S.Paulo que recebeu o dinheiro, e que o valor de R$ 160 mil seria usado na compra de um apartamento no Rio.[95][96][97] Stepan disse que o restante, R$ 15 mil, usaria para adquirir entradas para camarotes na Sapucaí para o Carnaval deste ano.[96][97]

Stepan disse também não se considerar "nenhum criminoso", mas admitiu conhecer Cachoeira "há mais de 20 anos" e que "sempre teve relação social" com o contraventor.[98]

Em inquérito protocolado pelo Ministério Público Federal (MPF) no Supremo Tirbunal Federal (STF), o ministro Ricardo Lewandowski (decisão monocrática) arquivou o processo por não encontrar indícios para levar o caso adiante.[99]

PremiaçõesEditar

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Emissora
1971 Bandeira 2 Márcio Arruda Batista Rede Globo
1976 Duas Vidas Maurício Garcia Soares
1977 O Astro Alan Quintanilha
1979 Feijão Maravilha Anselmo Aquino Ferraz
1980 Plumas e Paetês Osmar Sampaio
1981 O Amor é Nosso Francisco Borges (Chico)
1982 Sétimo Sentido Belarmino de Holanda
O Homem Proibido Deolindo de Oliveira (Déo)
1983 Louco Amor Pedro
1984 Caso Verdade Delegado Homero (Eps: "Esperança")
1984 Vereda Tropical Jogador do Araruama
1985 Um Sonho a Mais José Augusto Carneiro (Zé Augusto)
O Tempo e o Vento Leonardo Fonseca (Leozinho)
1986 Selva de Pedra José Ambrósio da Silveira ()
1987 O Outro Cristovão Barbosa (Delegado Barbosão)
1988 Vale Tudo Jarbas Rocha Bueno
1989 Kananga do Japão Lorens Avril Rede Manchete
O Sexo dos Anjos Antônio Góes Rede Globo
1990 Mico Preto Adalberto Palhares (Detetive Palhares)
1991 O Sorriso do Lagarto Francisco Araújo (Chico Bagre)
1992 Anos Rebeldes Carlos Teixeira Machado (Caramuru)
Tereza Batista Almério Fragoso
1993 Mulheres de Areia Rodrigo Pessoa (Delegado Rodrigo)
1994 Pátria Minha Devair Aguiar
1995 Você Decide Vários Personagens
1996 Caça Talentos Dom Pedro l
1997 Sai de Baixo Fiscal
1997 Zazá Samuel Lopes
1998 Hilda Furacão Goiano
1998 Malhação Petrúcchio Vasconcelos
1999 Força de um Desejo Ernani Corrêa
Terra Nostra Sérgio de Almeida Prado (Dr. Almeida Prado)
2000 Brava Gente Régis Cardoso (Eps: "Um Capricho")
Uga Uga João Guerra Portella (Guerra)
2001 A Padroeira João da Cruz
2002 Desejos de Mulher Apolinário de Castro
2003 Kubanacan Gofredo Pontes
A Casa das Sete Mulheres Francisco Sabino da Rocha (Francisco Sabino)
2004 Um Só Coração Terêncio Campello
Malhação Fernando Gusmão (Dr. Gusmão)
Carga Pesada Agente de cargas (Ep: "Carga Maldita")
2005 Carga Pesada Natal (Ep: "Muito Areia Pro Meu Caminhão")
A Lua Me Disse José Costa (Professor José)
2006 Lu João Ligeiro (Coronel João)
Cobras & Lagartos Breno Bandeira Farias (Bandeira)
2007 Faça Sua História Oswaldir Cunha
Zorra Total Carlos Alberto (Participação Especial)
Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Rolando Cerqueira (Rola)
2013 As Canalhas João Ligeiro GNT
2014 Acerto de Contas Nicolau Medeiros
2015 Magnífica 70 George Larsen (Larsen) HBO Brasil
Aí Eu Vi Vantagem Oswaldo Multishow
Vai que Cola Claudecir da Silva Multishow
2016 Adnight Ele Mesmo (Participação Especial) Rede Globo
2017 Sob Pressão Samuel
Saideira Apresentador Canal Brasil
Chacrinha, o Eterno Guerreiro José Abelardo Barbosa de Medeiros (Chacrinha) Rede Globo
Canal Viva
2018 Zorra Vários personagens Rede Globo
2019 Éramos Seis Delegado Gusmões[102][103]
2020 Chacrinha - A Minissérie Chacrinha

CinemaEditar

Ano Título Papel
1970 Marcelo Zona Sul Marcelo
1971 Pra Quem Fica, Tchau Luisinho
André, a Cara e a Coragem André
1972 Revólveres Não Cospem Flores Júnior
1973 Primeiros Momentos Tatá
Como É Boa Nossa Empregada Bebeto
Amante Muito Louca
1974 O Padre que Queria Pecar Aparício
A Rainha Diaba Bereco
1975 Deliciosas Traições de Amor
Quem Tem Medo de Lobisomem? Lula
1976 Xica da Silva José
Os Maníacos Eróticos
Marília e Marina Júlio
1977 Na Ponta da Faca
Barra Pesada Queró
Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia Suicida
Um Brasileiro Chamado Rosaflor Marreco
Gargalhada Final
Nas Quebradas da Vida
Os Trambiqueiros
O Velho Gregório
1978 Nos Embalos de Ipanema Maurício
1979 Parceiros da Aventura Garçom 1
1982 Beijo na Boca Pardal
1989 Césio 137, o Pesadelo de Goiânia Edson Fabiano
1996 Doces Poderes Candidato por Rondônia
1998 Orfeu Pacheco
2000 Minha Vida em Suas Mãos
2001 Memórias Póstumas Bento Cubas
2003 Deus É Brasileiro Baudelé Vieira
2006 O Maior Amor do Mundo Diretor do asilo
2006 Mulheres do Brasil Olavinho
2007 Podecrer! Inspetor Fleury
2008 Chega de Saudade Eudes
2012 Os Penetras Nelson
2013 Julio Sumiu [104] Delegado Barriga
2014 Trash - A Esperança Vem do Lixo Antônio Santos
2016 Um Suburbano Sortudo Damião Albuquerque
2017 Os Penetras 2 – Quem Dá Mais? Nelson
2018 Chacrinha: O Velho Guerreiro Abelardo Barbosa (Chacrinha)

TeatroEditar

Ano Título
2014 Chacrinha, o Musical - Chacrinha [105][106][107][108]

Referências

  1. De Castro, Thell (15 de setembro de 2016). «9 artistas que morreram no decorrer das novelas em que atuavam». Tv História. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  2. «Veja tudo o que saiu no Migalhas sobre Stepan Nercessian». Migalhas. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  3. Marcelo Zona Sul (1970) (em inglês), consultado em 7 de agosto de 2020 
  4. «Em abril, Sílvio Guindane propõe um 'Acerto de Contas' no Multishow». Acerto de Contas - MULTISHOW. 21 de fevereiro de 2014. Consultado em 12 de julho de 2014 
  5. Fernanda Furquim (27 de fevereiro de 2015). «Teasers de 'Magnífica 70', nova série brasileira da HBO». Veja. Nova Temporada. Consultado em 23 de maio de 2015. Arquivado do original em 8 de maio de 2015 
  6. «Stepan Nercessian assina com a Band para apresentar programa aos sábados - Patrícia Kogut, O Globo». Patrícia Kogut 
  7. «Sem direito de refazer Chacrinha até 2020, Band rompe contrato com Stepan Nercessian». Telepadi. 18 de outubro de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  8. TV, Notícias da (22 de setembro de 2019). «De volta à Globo, Stepan Nercessian reclama de papéis: 'Só fazia delegado e padre'». Notícias da TV. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  9. «Folha de S.Paulo - Televisão: Sindicatos defendem cobrança de cachês - 16/01/98». Folha de S. Paulo. 16 de janeiro de 1998. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  10. Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Vereadores
  11. «Biografia do(a) Deputado(a) Federal STEPAN NERCESSIAN». Portal da Câmara dos Deputados. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  12. a b «Candidatos eleitos» (PDF). Tribunal Eleitoral do Rio de Janeiro. 18 de dezembro de 2008. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  13. «Famosos eleitos deputados comentam vitória nas urnas». Eleições 2010. G1. 4 de outubro de 2010. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  14. «Stepan Nercessian é nomeado presidente da Funarte». Metrópoles. 22 de dezembro de 2016. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  15. Galvão, Pedro (29 de abril de 2020). «Veja como moradores do Retiro dos Artistas enfrentam a pandemia». Portal Uai Entretenimento. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  16. «Retiro dos Artistas precisa de doações para se manter; saiba como ajudar». Gshow. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  17. «ídolo do Botafogo, Manga se muda para o Retiro dos Artistas e agradece ajuda da torcida». Globo Esporte. 28 de maio de 2020. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  18. Xavier, Nilson. «Bandeira Dois». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  19. «Ficha Técnica - Duas Vidas». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  20. Xavier, Nilson. «O Astro (1977)». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  21. «Feijão Maravilha». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  22. Xavier, Nilson. «Plumas e Paetês». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  23. «O Amor É Nosso». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  24. Bergamo, Andrea. «Seriados e programas dos anos 80: Caso Verdade». Projeto Autobahn. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  25. Xavier, Nilson. «O Homem Proibido (1982)». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  26. «Ficha Técnica - Louco Amor». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  27. Xavier, Nilson. «Vereda Tropical». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  28. de Castro, Thell (14 de novembro de 2019). «Por onde anda o elenco da segunda versão de Selva de Pedra?». TV História. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  29. «Ficha Técnica - O Outro». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  30. Ferraz, Luiza (22 de fevereiro de 2019). «Antigo companheiro de Beatriz Segall brinca com herança deixada pela atriz». O Dia - Celebridades. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  31. «Personagens - O Sexo dos Anjos». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  32. Xavier, Nilson. «Mico Preto». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  33. «Ficha Técnica - O Sorriso do Lagarto». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  34. Nader, Vinicius (31 de julho de 2016). «Tereza Batista saiu da literatura para a televisão com ares de superprodução». Divirta-se. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  35. Xavier, Nilson. «Anos Rebeldes». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  36. «Personagens - Mulheres de Areia». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  37. Xavier, Nilson. «Pátria Minha». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  38. Xavier, Nilson. «Você Decide». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  39. «Ficha Técnica - Zazá». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  40. Xavier, Nilson. «Hilda Furacão». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  41. Xavier, Nilson. «Força de um Desejo». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  42. «Personagens - Uga Uga». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  43. «"Brava Gente", da Globo, volta na próxima terça-feira». Folha de S.Paulo. 20 de março de 2001. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  44. Xavier, Nilson. «A Padroeira». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  45. «Selma e Bruno morrem no final». Correio da Manhã. 24 de agosto de 2002. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  46. Xavier, Nilson. «Kubanacan». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  47. «Ficha Técnica - A Casa das Sete Mulheres». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  48. «Ficha Técnica - Um Só Coração». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  49. Xavier, Nilson. «Malhação 2004». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  50. «Ficha Técnica - A Lua Me Disse». Teledramaturgia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  51. «Luana Piovani interpreta a história de três outras Lu». Central Globo de Comunicação. 8 de dezembro de 2006. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  52. Bemfica, David (15 de maio de 2006). «Cobras & Lagartos: Foguinho é preso e Duda paga fiança». Ofuxico. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  53. «Faça Sua História». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  54. «"Zorra Total" presta homenagem a Nair Bello com imagens inéditas». Folha de S.Paulo. 19 de abril de 2007. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  55. «Ficha Técnica - Amazônia, de Galvez a Chico Mendes». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  56. Kogut, Patrícia (20 de julho de 2013). «Stepan Nercessian será marido mandão em série do GNT». O Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  57. Furquim, Fernanda (2 de abril de 2014). «Multishow estreia 'Acerto de Contas'». VEJA. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  58. Russo, Francisco (9 de setembro de 2017). «Magnífica 70: Visitamos o set da 3ª temporada e descobrimos quem será o novo vilão da série». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  59. «Aí Eu Vi Vantagem 1ª temporada». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  60. «Fotos: Veja fotos dos bastidores da terceira temporada de "Vai que Cola"». UOL TV e Famosos. 16 de outubro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  61. Bittencourt, Carla (5 de dezembro de 2018). «Samuel, personagem de Stepan Nercessian em 'Sob pressão', vai deixar saudade». Extra. Telinha. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  62. Lobianco, Bianca (13 de março de 2017). «Antonio Pedro e Stepan Nercessian apresentam o 'Saideira', no Canal Brasil». O Dia. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  63. Jacintho, Etienne (21 de dezembro de 2019). «'Chacrinha', com Eduardo Sterblitch e Stepan Nercessian, estreia na Globo». O Tempo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  64. César, Daniel (9 de março de 2020). «Éramos Seis: Adelaide comete crime para salvar Alfredo». NaTelinha. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  65. «Filmografia - Marcelo Zona Sul». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  66. «Filmografia - André, A Cara e a Coragem». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  67. «Filmografia - A Rainha Diaba». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  68. «Filmografia - Xica da Silva». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  69. «Filmografia - Nos Embalos de Ipanema». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  70. «Filmografia - Beijo na Boca». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  71. «Filmografia - Césio 137». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  72. «Filmografia - Doces Poderes». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  73. «Filmografia - Orfeu». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  74. «Filmografia - Minha Vida em Suas Mãos». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  75. «Memórias Póstumas: Elenco, atores, equipe técnica, produção». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  76. «Deus é brasileiro (2003)». Academia Brasileira de Letras. Consultado em 3 de agosto de 2020 
  77. «Filmografia - O Maior Amor do Mundo». Cinemateca brasileira. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  78. «Mulheres do Brasil: Elenco, atores, equipe técnica, produção». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  79. «Podecrer!: Elenco, ator, equipe técnica, produção». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  80. Pelli, Ronaldo (20 de março de 2008). «Crítica: 'Chega de saudade' é um baile para todas as idades». G1. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  81. Sguassábia, Marcelo (23 de dezembro de 2012). «Os Penetras». Campinas.com.br. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  82. «Julio Sumiu: Elenco, atores, equipe técnica, produção». AdoroCinema. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  83. Reynauld, Nayara (8 de outubro de 2014). «ESTREIA-"Trash - A Esperança Vem do Lixo" encena fábula urbana no Brasil». Jornal O Globo. Cineweb. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  84. Oliveira, Alysson (11 de fevereiro de 2016). «ESTREIA–Comédia "Um Suburbano Sortudo" apela para humor rasteiro». Extra. Cineweb. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  85. Carmelo, Bruno (19 de janeiro de 2017). «Os Penetras 2: Andrucha Waddington e Stepan Nercessian falam sobre a sequência e já pensam em Os Penetras 3». Terra. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  86. Kogut, Patrícia (28 de outubro de 2016). «Eduardo Sterblitch será Chacrinha jovem em filme». O Globo. Consultado em 3 de setembro de 2020 
  87. «CAMILA AMADO». PRÓ-TV. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  88. «TIM 4G - Stepan Nercessian: "Eu minto muito por causa do Botafogo"». Lance!. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  89. «Curtinha: Julio Cesar festeja título do Botafogo ao lado de Zeca Pagodinho». Globoesporte. 12 de março de 2013. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  90. «Portal Goiás - Ator Stepan Nercessian vai receber o Troféu Jaburu 2017». Governo de Góias. 13 de novembro de 2017. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  91. «Galeria do Samba - As escolas de samba do Rio de Janeiro - Carnaval de 2003 - Difícil é o Nome». Galeria do Samba - As escolas de samba do Rio de Janeiro (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2020 
  92. «Folha Online - Especial - 2004 - Eleições - Apuração - Rio de Janeiro (RJ) - Vereadores». Folha de São Paulo. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  93. «Apuração de votos e candidatos eleitos (1º turno) - UOL Eleições 2010». UOL. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  94. JCNet - Stepan Nercessian, envolvido com Carlinhos Cachoeira, se licencia do PPS
  95. Folha - Stepan Nercessian recebeu R$ 175 mil de Carlinhos Cachoeira
  96. a b Jornal do Brasil - Deputado pede investigação de Stepan e mais três por laços com Cachoeira
  97. a b Veja - Além de Demóstenes, escutas da PF já ligam três deputados a Carlinhos Cachoeira
  98. O Globo - PPS quer mais explicações do deputado Stepan Nercessian
  99. «STF arquiva inquérito contra deputado Stepan Nercessian». 2 de outubro de 2012. Consultado em 4 de outubro de 2012 
  100. Disner, Elton. «1974». 48° Festival de Cinema de Gramado. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  101. Merten, Luiz Carlos (15 de agosto de 2019). «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro consagra 'Benzinho'». Terra. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  102. Fábia Oliveira (21 de agosto de 2019). «Stephan Necerssian entra em "Éramos Seis" para viver delegado». Ig. Consultado em 21 de agosto de 2019 
  103. Fábia Oliveira (22 de agosto de 2019). «Stephan Necerssian entra em 'Éramos Seis' para viver delegado». O Dia. Consultado em 22 de agosto de 2019 
  104. Globo Filmes (1 de fevereiro de 2013). «Carnaval dedicado ao cinema». Consultado em 15 de junho de 2013 
  105. Pollyane Lima e Silva (3 de setembro de 2014). «Chacrinha vai virar musical na pele de Stepan Nercessian». VEJA.com. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  106. Roberta Pennafort (1 de setembro de 2014). «Ator Stepan Nercessian interpretará Chacrinha em novo musical». O Estado de S. Paulo. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  107. Gustavo Cunha (14 de novembro de 2014). «'Chacrinha, o musical' estreia nesta sexta-feira com Stepan Nercessian no papel-título». Extra. Consultado em 2 de fevereiro de 2015 
  108. Filipe Insensee (31 de janeiro de 2015). «Stepan Nercessian brilha como Chacrinha nos palcos e recorda sobre a carreira de ator: 'Eu me sentia injustiçado'». Extra. Consultado em 2 de fevereiro de 2015 

Ligações externasEditar