Stephen Boyd

Stephen Boyd (nascido William Millar; Glengormley, 4 de julho de 1931Los Angeles, 2 de junho de 1977) foi um ator irlandês, mais conhecido por ter interpretado o personagem Messala no filme Ben-Hur, lançado em 1959, e pelo qual ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante em 1960.

Stephen Boyd
Boyd em 1961
Nome completo William Millar
Nascimento 4 de julho de 1931
Glengormley; Antrim; Irlanda do Norte
Morte 2 de junho de 1977 (45 anos)
Los Angeles; Califórnia; EUA
Nacionalidade irlandês
Cônjuge
  • Mariella di Sarzana (c. 1958; div. 1959)
  • Elizabeth Mills (c. 1974; v. 1977)
Ocupação Ator
Período de atividade 1950–1977
Prêmios Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante (1960)
Causa da morte ataque cardíaco

BiografiaEditar

Bem alto e com um físico bem formado, ele começou a carreira no teatro em Belfast, aos 16 anos, mas logo foi para Londres onde começou trabalhando como porteiro de teatro e garçom.

Sua carreira nos palcos começou graças ao ator e diretor Michael Redgrave que lhe deu a primeira chance nos teatros ingleses. Logo foi também para a TV, onde estreou em 1955, seguindo depois para o cinema.

Ele fez perto de 50 filmes e seu primeiro sucesso foi em O Homem que Nunca Existiu em 1956, mas o público não esquece sua interpretação como Messala em Ben-Hur, onde protagonizou a corrida de biga com Charlton Heston.

Outros filmes de sucesso foram Genghis Khan; A Bíblia... No Início; Viagem Fantástica; Shalako; O Diabo tem Sete Faces e Hannie Caulder, este último ao lado de Raquel Welch.

Ele se casou duas vezes e morreu aos 45 anos vitimado por um ataque cardíaco quando jogava golfe em Los Angeles. Está sepultado no Oakwood Memorial Park Cemetery.[1]

Referências

  1. Stephen Boyd (em inglês) no Find a Grave

Ligações externasEditar


  A Wikipédia tem o