Abrir menu principal

Steve Jones (músico)

Steve Jones
Steve com os Sex Pistols em 2008
Informação geral
Nome completo Stephen Phillip Jones
Nascimento 3 de setembro de 1955 (64 anos)
Londres, Inglaterra
 Reino Unido
Gênero(s) Punk Rock
Instrumento(s) Guitarra
Período em atividade 1975 - hoje
Afiliação(ões) Sex Pistols, The Professionals, Chequered Past, Fantasy 7, P, Neurotic Outsiders, Siouxsie and the Banshees,[1] Iggy Pop, Megadeth,[2] Insane Clown Posse,[3][4] Joan Jett,[5] Sham Pistols

Philip Stephen "Steve" Jones (Londres, 3 de setembro de 1955)[6][7] é um cantor e guitarrista Inglês de rock e ator, mais conhecido como guitarrista e membro fundador da banda de punk rock Sex Pistols. Foi considerado o 97º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.[8]

BiografiaEditar

Jones nasceu em Shepherd's Bush,[9] Londres, onde cresceu com sua jovem mãe, que trabalhava como cabeleira, e seus avós. Ele se mudou para Benbow Road em Shepherd's Bush. Era filho único e seu pai, Don Jarvis, um boxeador amador, o deixou quando tinha dois anos de idade. Ele revelou na sua autobiografia de 2016 Lonely Boy que foi abusado sexualmente por seu padrasto, que ele culpou pelo seu posterior vício em sexo e incapacidade de formar relacionamentos duradouros.[10] Ele também revelou que era analfabeto funcional até os seus quarenta anos.[11] Com quatorze condenações criminais, ele foi o sujeito de uma ordem de atendimento ao conselho e passou um ano em um centro de detenção preventiva, que ele disse ser mais agradável do que estar em casa. Jones também disse que o Sex Pistols o salvou de uma vida de crimes.

CarreiraEditar

Jones foi co-fundador da banda The Strand (nomeada por causa de um canção do Roxy Music), com Paul Cook e Wally Nightingale no início de 1970. The Strand foi um precursor do Sex Pistols, onde Jones aprendeu a tocar guitarra. Depois de largar Nightingale, em meados da década de 70, a banda passou ser conhecida como The Swankers.

Jones também tocou com Thin Lizzy, Joan Jett, Kraut, Adam Ant, Bob Dylan, Iggy Pop, Andy Taylor, Megadeth, o Neurotic Outsiders e teve uma carreira solo na década de 1980 e início de 1990. Sua canção "Mercy", do álbum de mesmo nome, foi usada em um episódio de Miami Vice e foi destaque na trilha sonora de Miami Vice II.

Em 2008, os Sex Pistols se apresentaram no Festival da Ilha de Wight como a atração principal na noite de sábado, o Festival Peace & Love na Suécia, o Live at Loch Lomond da Escócia e Festival de Paredes de Coura em Portugal.

DiscografiaEditar

Referências

  1. Jones, Steve; Thompson, Ben (2017). «Siouxsie Incidentally». Lonely Boy: Tales from a Sex Pistol. [S.l.]: Da Capo Press. p. 220. I played a few tracks on Kaleidoscope 
  2. «Dave Mustaine Refused Sex Demands of Ex-Pistol». Metal Underground. 28 de fevereiro de 2005. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  3. «Juggalo Sex Pistol Shocker: Insane Clown Posse Totally Pulled a Sid Vicious on Steve Jones». JG2LAND. 22 de agosto de 2011. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  4. «Piggy Pie (Old School)». AllMusic. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  5. Buskin, Richard (fevereiro de 2010). «Classic Tracks: Joan Jett "I Love Rock & Roll"». Sound on Sound. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  6. «Jones, Steve». British Film Institute. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  7. «Today in Music: a look back at pop music». United Press International. 3 de setembro de 2002  Indica o aniversário de 47 anos de Jones.
  8. «The 100 Greatest Guitarists of All Time: Steve Jones» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  9. «London's Shepherd's Bush is rock and roll capital of Britain». Daily Telegraph. Londres, Inglaterra: Telegraph Media Group. 12 de agosto de 2008. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  10. O'Toole, Jason (22 de novembro de 2016). «Steve Jones Reveals He Was Sexually Abused In New Memoir». Hot Press. Consultado em 8 de dezembro de 2018 
  11. Valania, Jonathan (14 de janeiro de 2017). «Steve Jones Was a Teenage Sex Pistol». Noisey. Montréal, Québec, Canadá: Vice Media. Consultado em 8 de dezembro de 2018 

Ligações externasEditar