Steven Gerrard

futebolista inglês

Steven George Gerrard (Whiston, 30 de maio de 1980) é um treinador e ex-futebolista inglês que atuava como meio-campista. Atualmente comanda o Aston Villa.

Steven Gerrard
OBE
Steven Gerrard OBE
Gerrard em 2018
Informações pessoais
Nome completo Steven George Gerrard
Data de nasc. 30 de maio de 1980 (41 anos)
Local de nasc. Whiston, Reino Unido
Nacionalidade inglês
Altura 1,83 m
destro
Apelido Stevie G
Stevie
Capitão Fantástico
Informações profissionais
Equipa atual Aston Villa
Posição ex-meia
Função treinador
Clubes de juventude
1987–1998 Liverpool
Clubes profissionais
Anos Clubes
1998–2015
2015–2016
Liverpool
Los Angeles Galaxy
Seleção nacional
1999–2000
2000–2014
Inglaterra Sub-21
Inglaterra
Times/Equipas que treinou
2018–2021
2021–
Rangers
Aston Villa
Última atualização: 10 de novembro de 2021

Foi revelado e atuou no Liverpool entre 1998 e 2015, onde ocupou a função de capitão da equipe. Considerado um dos melhores meias do mundo, destacava-se por ser, ao mesmo tempo, um meia de ligação brilhante e um volante marcador implacável. Dentre todos os fundamentos técnicos que dominava, a sua marca registrada era o poderoso chute de média e longa distância, com incrível potência e precisão. É apontado como um dos maiores ídolos da história do Liverpool, e também o melhor segundo volante inglês da sua geração. Sendo muito identificado com o clube e a torcida, teve papel influente tanto dentro como fora das quatro linhas. No que diz respeito a contratações e dispensas, as suas recomendações foram ouvidas e as suas opiniões sempre levadas em consideração pelos dirigentes do Liverpool. Gerrard é um dos raros exemplos de "jogadores que tem amor pelo clube".[1] Apaixonado pelo clube onde foi revelado e atuou até o ano de 2015, dedicou 27 dos seus 39 anos de idade.[2]

Em sua autobiografia, Gerrard diz também ter perdido um primo no Desastre de Hillsborough, que também era apaixonado pelo clube; todo jogo em Anfield ele ia no memorial dos 96 mortos na tragédia de Hillsborough e procurava o nome de seu primo. Por estes e outros motivos, Gerrard é o grande ídolo da torcida dos Reds, conseguindo unir profissionalismo a sua paixão pelo clube.[3]

No dia 11 de fevereiro de 2010, Gerrard foi homenageado com uma estátua de cera, exposta no famoso Museu Madame Tussauds, em Londres.[4][5][6]

Carreira como jogadorEditar

LiverpoolEditar

1998–2009Editar

Foi revelado e atuou até o ano de 2015 no Liverpool. Estreou como profissional em 1998. Quatro anos depois, já alcançava o posto de capitão do time, tendo sido preparado desde a infância para tal:[2] ingressou nos juvenis dos Reds, time de coração de seu pai e seu irmão,[2] com sete anos. Quando ainda era um desconhecido, chegou a receber convite de Alex Ferguson para treinar uma semana no clube treinado por este,[2] justamente o maior rival do Liverpool, o Manchester United. Ferguson propôs-lhe o que seria seu primeiro contrato profissional, mas o amor de Gerrard aos Reds lhe fez recusar a oferta.[2]

Participou ativamente da reconstrução do Liverpool, que, força maior do futebol inglês nas décadas de 1970 e 80, andava decadente desde o último título da Premier League, em 1990. A primeira mostra do ressurgimento deu-se na temporada 2000–01, em que o time conquistou cinco troféus: Copa da Inglaterra, contra o Arsenal; Copa da Liga Inglesa, contra o Birmingham City; Copa da UEFA, sobre o Deportivo Alavés, em que Gerrard marcou um gol; Supercopa da Inglaterra, sobre os rivais do Manchester United; e a Supercopa da UEFA, contra o Bayern de Munique. Dois anos depois, ergueria a primeira taça como capitão, em novo título sobre o United, ainda que na pouco prestigiada Copa da Liga Inglesa, marcou um dos gols.[7]

Ainda assim, os Reds ainda não haviam recuperado totalmente o prestígio que possuíam. O que mudou com a conquista da Liga dos Campeões da UEFA de 2004–05, vinte e um anos após o último título da equipe no mais importante troféu europeu de clubes. Na partida final, contra o Milan, considerada por muitos como a mais emocionante já vista no torneio, Gerrard marcou o primeiro gol da incrível recuperação do Liverpool, que perdia por 3 a 0 para os italianos até o intervalo, empatou e conquistou o título na disputa por pênaltis.[8] Ao final da partida, conhecida como Milagre de Istambul, Gerrard foi eleito o Homem do Jogo, prêmio concedido pela UEFA ao melhor em campo. Depois, um novo título na Supercopa da UEFA, contra o CSKA Moscou, viria para consagrar a temporada do clube.

 
Gerrard em ação pelo Liverpool no ano de 2007

A última conquista importante foi a Copa da Inglaterra de 2006, sobre o West Ham, em que Gerrard marcou o que considera ser seu gol mais bonito: já havia marcado um antes e, nos acréscimos da partida, fez o gol de empate em 3 a 3 com um chute de 110 km/h, a 32 metros de distância.[2]

No ano seguinte, foi eleito o melhor jogador inglês no ano em prêmio concedido pela The Football Association, a Federação Inglesa de Futebol.

2011–12Editar

Perdeu o início da temporada 2011–12 devido a uma lesão na virilha, que o manteve fora de ação por grande parte também da temporada 2010–11.[9][10] Acabaria por fazer sua primeira partida pelo Liverpool em um outubro, num jogo em Anfield contra o Manchester United. Gerrard marcou único gol do Liverpool na partida, a partir de um pontapé livre direto, que terminou com um empate 1 a 1.

No dia 29 de outubro, passou por um tratamento para limpar uma infecção no tornozelo direito, que foi colocada em um molde de gesso de proteção. Ele foi forçado a perder jogo do Liverpool da Liga contra o West Bromwich naquele dia ele foi descartado, pelo menos, jogo da semana seguinte contra o Swansea City na semana seguinte e amistosos da Inglaterra contra a Suécia e Espanha na semana seguinte. Depois de uma lesão no tornozelo prolongada recuperação, Gerrard finalmente voltou à ação regular da equipe na primeira partida contra o Blackburn Rovers, saindo do banco. No dia 30 de dezembro, saiu do banco contra o Newcastle United e marcou um belo gol.[11]

Na Copa da Liga Inglesa, ajudou o Liverpool a chegar a sua primeira final em seis anos, e seu primeiro título no Estádio de Wembley em 18 anos. Nas semifinais, os Reds derrotaram o Manchester City por 3 a 2 no agregado. Gerrard marcou de pênalti em ambas as partidas, ajudando na classificação para a final. A decisão foi contra o Cardiff City, no dia 26 de fevereiro de 2012, e o Liverpool venceu nos pênaltis.[12][13] No dia 13 de março de 2012, em sua aparição 400 na Premier League, marcou um hat-trick para dar aos Reds uma vitória por 3 a 0 sobre o rival Everton no Merseyside derby.[14][15]

2012–13Editar

 
Gerrard comemorando um gol marcado contra o Everton, numa vitória por 3 a 0

No dia 18 de agosto de 2012, jogou o seu jogo de número 250 como capitão do Liverpool. Ele marcou seu primeiro gol na Premier League da temporada em 23 de setembro, abrindo o placar em uma derrota por 2 a 1 contra o Manchester United.[16][17] Seu segundo gol veio no jogo seguinte, marcando na vitória por 5 a 2 contra o Norwich City no Carrow Road. Fez um gol contra no dia 9 de dezembro, contra o West Ham, mas sua equipe conseguiu vencer o jogo de virada por 3 a 2.[18] No dia seguinte, Gerrard projetou que o Liverpool terminaria o ano entre os quatro primeiros colocados, mesmo a sua equipe estando em 10º na classificação do Campeonato Inglês.[19]

No dia 26 de dezembro, fez um gol de pênalti contra o Stoke City aos 2 minutos do primeiro tempo abrindo o placar, mas sua equipe acabou perdendo de virada por 3 a 1.[20] Marcou um gol contra o Norwich no dia 19 de janeiro, pelo Campeonato Inglês, em uma vitória com direito a goleada de 5 a 0. O seu bom desempenho fez o treinador Brendan Rodgers pedir a renovação do seu contrato.[21] Já no dia 3 de fevereiro, marcou um gol no empate do Liverpool por 2 a 2 com o Manchester City, com um remate fulminante.[22][23][24] Perdeu grandes chances contra o West Bromwich no dia 11 de fevereiro, em derrota por 2 a 0 no Anfield Road.[25][26][27] Marcou o seu gol 157º pelo Liverpool contra o Swansea City, no dia 17 de fevereiro, na vitória por goleada de 5 a 0.[28] Fez o gol da virada do Liverpool sobre o Tottenham, de pênalti, vencendo o jogo por 3 a 2 no dia 10 de março.[29] Marcou mais um de pênalti, desta vez contra o Aston Villa, em vitória por 2 a 1.[30]

2014–15Editar

 
Gerrard atuando pelo Liverpool em 2014

Após 25 anos defendendo a camisa dos Reds, Gerrard anunciou em janeiro de 2015 que iria deixar o Liverpool no final da temporada. O meia ainda disse que não iria atuar por outro time inglês.[31][32]

Dias depois, foi confirmado que Gerrard iria disputar a Major League Soccer pelo Los Angeles Galaxy.[33]

No dia 16 de maio, realizou sua última partida pelo Liverpool no Anfield contra o Crystal Palace, em partida válida pela Premier League. Gerrard foi homenageado no início e no fim do jogo, e durante a partida os Reds abriram o placar com Adam Lallana, mas acabaram sofrendo uma virada e perdendo o jogo por 3 a 1.[34] Em sua ultima partida pelo Liverpool, diante do Stoke City, os Reds acabaram sendo goleados por 6 a 1, em plena despedida do meia para os Estados Unidos. Ainda no jogo, Gerrard marcou seu último gol pelo time inglês.[35]

Los Angeles GalaxyEditar

Foi oficializado como novo reforço da equipe no dia 7 de janeiro de 2015.[36] Em maio, em entrevista à impressa inglesa, Gerrard revelou que um dos motivos que levaram a aceitar a proposta do Los Angeles Galaxy foi para não ficar no banco do reservas, por isso decidiu encerrar seu ciclo pelo time inglês.[37] Sua apresentação ocorreu no dia 3 de julho.[38]

Em 2016, anunciou sua aposentadoria no dia 24 de novembro, após duas temporadas no clube.[39][40][41][42][43]

Seleção NacionalEditar

 
Gerrard disputando bola com Franck Ribéry na Euro 2012

A primeira convocação para a Seleção Inglesa veio em 2000, em um amistoso contra a Ucrânia.[44] Disputou a Euro 2000 com o English Team, na decepcionante campanha que terminou com a eliminação logo na primeira fase.[45] Gerrard começou a jogar muito bem na Seleção Inglesa e depressa conquistou a titularidade. Coincidência ou não, o único jogo em que Gerrard esteve em campo foi também a única vitória dos ingleses na competição, o triunfo de 1 a 0 sobre a Alemanha. Para a Copa do Mundo FIFA de 2002, sua vaga entre os titulares era certa. Porém, a um mês do torneio, uma lesão na virilha o tirou do mundial.[46]

Foi um dos líderes grande da classificação da Inglaterra nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2006. Na Alemanha, formou o que para os ingleses seria a "geração de ouro", juntamente com David Beckham, Frank Lampard e Joe Cole.[47][48] O bom desempenho que teve na primeira fase acabou ofuscado pelo pênalti perdido contra Portugal, nas quartas de final, vencida pelos lusos.[49]

Na Copa do Mundo FIFA de 2006, a sua primeira, Gerrard marcou dois gols, ambos na fase de grupos: na vitória de 2 a 0 contra Trindade e Tobago[50] e no empate de 2 a 2 contra a Suécia.[51] A Inglaterra acabou sendo eliminada por Portugal nas quartas de finais, após um empate em 0 a 0. Na disputa por pênaltis, Gerrard teve sua cobrança defendida pelo goleiro Ricardo. Ainda assim, Gerrard foi o artilheiro dos Three Lions no torneio.

Posteriormente foi eleito vice capitão da Seleção Inglesa pelo técnico Steve McClaren. Enquanto John Terry era capitão da Inglaterra[52], sofreu derrotas nas partidas de volta para a Rússia e Croácia[53], o que resultou no fim das suas esperanças de qualificação para a Euro 2008. Após o técnico Fabio Capello assumir a equipe no início de 2008, Gerrard foi capitão provisoriamente[54] em algumas partidas, mas Capello optou por manter Terry no posto.[55] Gerrard foi posteriormente substituído como vice capitão da Inglaterra por Rio Ferdinand. Após os escândalos de John Terry e a saída de Rio Ferdinand da Seleção[56], Gerrard foi selecionado como capitão principal da Inglaterra na Euro 2012[57], até ter renunciado à Seleção em 2014. Foi convocado para um amistoso contra o Brasil no dia 6 de fevereiro de 2013, em Wembley.[58][59]

Anunciou sua aposentadoria do English Team no dia 21 de julho de 2014, após a participação lamentável da Seleção Inglesa na Copa do Mundo FIFA realizada no Brasil.[60]

Carreira como treinadorEditar

Retornou ao Liverpool em 2017, onde inicialmente foi treinador das categorias de base.[61]

RangersEditar

No dia 4 de maio de 2018, assinou por quatro temporadas com o Rangers, da Scottish Premiership.[62][63][64] Pouco mais de um ano depois, no dia 13 de dezembro de 2019, renovou por mais dois anos.[65]

Gerrard manteve a boa fase e e conquistou seu primeiro título como técnico profissional no dia 7 de março de 2021, levando o Rangers ao título da Liga Escocesa após um hiato de 10 anos.[66][67]

Aston VillaEditar

Foi anunciado pelo Aston Villa em novembro de 2021.[68] Estreou no comando da equipe no dia 20 de novembro, na vitória por 2 a 0 sobre o Brighton & Hove Albion, válida pela Premier League.[69]

Vida pessoalEditar

Gerrard é católico.[70] Ele e sua esposa, jornalista de moda Alex Curran, se casaram em uma igreja católica, sua cerimônia no Cliveden, mansão em Buckinghamshire, em 16 de junho de 2007.[71][72] Ele tem um irmão mais velho, Paul (não confundir com o ex-goleiro do Everton, Paul Gerrard), e seu primo, Anthony Gerrard, atuou no Huddersfield Town. Steven e Alex têm quatro filhos: Lilly-Ella (nascida em 23 de fevereiro de 2004), Lexie (9 de maio de 2006) , Lourdes (nascida em 2 de novembro de 2011) e Lio (nascido em 29 de abril de 2017).[73]

Um hotel novo, localizado na Indonésia, em 2011 foi nomeado Stevie G em sua honra pelos proprietários do Liverpool de apoio.[74]

EstatísticasEditar

Atualizadas até 5 de dezembro de 2013[75]

ClubesEditar

Clube Temporada Premier League Liga dos Campeões da UEFA Competições europeias / Copa do Mundo de Clubes da FIFA Copa da Inglaterra / Copa da Liga Inglesa / Supercopa da Inglaterra Total
Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências
Liverpool 1998–99 12 - - - - - 1 - - - - - 13 0 0
1999–00 29 1 1 - - - - - - 2 - - 31 1 1
2000–01 33 7 - - - - 9 2 2 8 1 3 50 10 5
2001–02 28 3 2 14 1 1 1 - - 2 - - 45 4 3
2002–03 34 5 0 5 0 0 6 - - 9 2 2 54 7 2
2003–04 34 4 1 - - - 8 2 - 5 - - 47 6 1
2004–05 30 7 2 10 4 2 - - - 3 2 - 43 13 4
2005–06 32 10 1 12 7 4 2 1 - 7 5 5 53 23 10
2006–07 36 7 2 12 3 3 - - - 3 1 - 51 11 5
2007–08 34 11 10 13 6 4 - - - 5 4 4 52 21 18
2008–09 31 16 11 10 7 1 - - - 3 1 1 44 24 13
2009–10 33 9 7 5 0 1 8 2 4 3 1 1 49 12 13
2010–11 21 4 6 - - - 2 4 - 1 - - 24 8 6
2011–12 18 5 2 - - - - - - 10 3 3 28 8 5
2012–13 36 10 9 - - - 8 1 1 2 - 1 46 11 11
2013–14 34 13 15 - - - - - - 5 1 1 39 14 16
2014–15 29 9 1 6 2 - - - - 6 2 - 41 13 1
Total 504 121 70 87 30 16 45 12 7 74 23 21 710 186 114
Clube Temporada MLS US Open Cup Liga dos Campeões da CONCACAF Total
Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências Jogos Gols Assistências
Los Angeles Galaxy 2015 14 2 4 1 - - 2 - - 17 2 4
2016 22 3 11 - - - - - - 22 3 11
Total 36 5 15 1 0 0 2 0 0 39 5 15

Seleção InglesaEditar

Ano
Jogos Gols
2000 2 0
2001 6 1
2002 5 1
2003 8 1
2004 10 2
2005 8 1
2006 13 4
2007 11 2
2008 7 2
2009 7 2
2010 12 3
2011 0 0
2012 11 0
2013 8 2
2014 6 0
Total 114 21

Estatísticas como treinadorEditar

Atualizadas até 29 de novembro de 2021

Equipe Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Rangers 193 125 42 26 72.02%
Aston Villa 2 2 0 0 100%

Títulos como jogadorEditar

Liverpool
Seleção Inglesa

Prêmios individuaisEditar

RecordesEditar

  • Jogador com mais partidas como capitão do Liverpool: 473

Títulos como treinadorEditar

Rangers

Referências

  1. Bruno Bonsanti (24 de novembro de 2016). «Steven Gerrard: mais do que apenas um ídolo, um torcedor do Liverpool». Trivela. Consultado em 27 de julho de 2021 
  2. a b c d e f "Sangue Vermelho", Gustavo Villani, Placar número 1315, fevereiro de 2008, Editora Abril, págs. 60-63
  3. Cláudio Sobrinho. «Gerrard, a alma de Anfield». oGol. Consultado em 27 de julho de 2021 
  4. «Gerrard ganha estátua de cera na Inglaterra». Terra. 11 de fevereiro de 2010. Consultado em 27 de julho de 2021 
  5. «Museu de cera Madame Tussauds "contrata" Gerrard». iG. 11 de fevereiro de 2010. Consultado em 27 de julho de 2021 
  6. «Meia inglês Steven Gerrard ganha estátua de cera em museu de Londres». Folha de S.Paulo. 11 de fevereiro de 2010. Consultado em 27 de julho de 2021 
  7. «1ST TEAM SQUAD PROFILES». Consultado em 30 de julho de 2008. Cópia arquivada em 30 de julho de 2008 
  8. Leonardo Miranda (25 de maio de 2015). «Há 10 anos, "Milagre de Istambul" teve mexidas decisivas dos técnicos e Liverpool campeão». Blog Painel Tático. Consultado em 27 de julho de 2021 
  9. «Steven Gerrard é operado e para por um mês». Trivela. 11 de março de 2011. Consultado em 27 de julho de 2021 
  10. Paul Short (31 de julho de 2011). «Gerrard out for six weeks with injury» (em inglês). The Independent. Consultado em 27 de julho de 2021 
  11. «Youth steals the show at Anfield» (em inglês). BBC News. 5 de dezembro de 1999. Consultado em 27 de julho de 2021 
  12. «Liverpool vence a Copa da Liga nos pênaltis e volta a comemorar título». GloboEsporte.com. 26 de fevereiro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  13. «Liverpool bate Cardiff nos pênaltis e vence Copa após nove anos». Terra. 26 de fevereiro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  14. «Gerrard anota hat-trick para destruir Everton». Trivela. 13 de março de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  15. «Com 'hat-trick' de Gerrard, Liverpool vence clássico contra o Everton». VEJA. 13 de março de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  16. «Em dia de homenagens no Anfield, United vence o Liverpool de virada». GloboEsporte.com. 23 de setembro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  17. «De virada, Manchester United vence o Liverpool por 2 a 1». Correio do Povo. 23 de setembro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  18. «West Ham 2-3 Liverpool». oGol. 9 de dezembro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  19. «Gerrard projeta encerrar o ano entre os quatro primeiros no Inglês». Terra. 10 de dezembro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  20. «Inglês: Gols de Stoke City 3 x 1 Liverpool». ESPN.com.br. 26 de dezembro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  21. «Técnico do Liverpool pede renovação de Gerrard: "Continua em forma"». Superesportes. 30 de janeiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  22. «City empata com o Liverpool e vê distância para Manchester aumentar». Terra. 3 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  23. «City joga pior, só empata com Liverpool e diferença para o United cresce». oGol. 3 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  24. «Manchester City 2-2 Liverpool». oGol. 3 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  25. «Na estreia de Coutinho, Liverpool é derrotado em casa pelo West Bromwich». Superesportes. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  26. «Liverpool perde em casa na estreia de Philippe Coutinho». Tribuna PR. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  27. «Liverpool perde em casa na estreia de Philippe Coutinho». A TARDE. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  28. «Brasileiro faz gol relâmpago, Liverpool goleia Swansea por 5 a 0 e afasta má fase na Inglaterra». UOL. 17 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  29. «Suárez vence 'duelo' com Bale, e Liverpool passa pelo Tottenham». GloboEsporte.com. 10 de março de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  30. «Suárez passa em branco, Liverpool vence e persegue vaga na Liga Europa». Terra. 31 de março de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  31. «Gerrard confirma adeus ao Liverpool: "Decisão mais difícil da minha vida"». GloboEsporte.com. 2 de janeiro de 2015. Consultado em 27 de julho de 2021 
  32. «LFC statement on Steven Gerrard» (em Site oficial do Liverpool). Site oficial do Liverpool. 2 de janeiro de 2015. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  33. «LA Galaxy oficializa a chegada de Gerrard, que diz: "Encaixe perfeito"». GloboEsporte.com. 7 de janeiro de 2015. Consultado em 27 de julho de 2021 
  34. «Liverpool perde em adeus de Gerrard à torcida e ainda fica sem Champions». GloboEsporte.com. 16 de maio de 2015. Consultado em 27 de julho de 2021 
  35. «Gerrard marca na despedida, mas vê o Liverpool ser atropelado pelo Stoke». GloboEsporte.com. 24 de maio de 2015. Consultado em 27 de julho de 2021 
  36. «Los Angeles Galaxy confirma a contratação de Steven Gerrard». O Globo. 7 de janeiro de 2015. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  37. «Gerrard deixa o Liverpool para não ficar no banco: "A química muda"». GloboEsporte.com. 13 de maio de 2015. Consultado em 27 de julho de 2021 
  38. «Gerrard é apresentado no Los Angeles Galaxy e ganha camisa 8». Terra. 3 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2021 
  39. «O adeus do capitão: Steven Gerrard anuncia aposentadoria dos gramados». GloboEsporte.com. 24 de novembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2021 
  40. «Após 19 anos de profissional, Steven Gerrard anuncia sua aposentadoria do futebol». ESPN.com.br. 24 de novembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2021 
  41. «Ídolo do Liverpool, Gerrard anuncia aposentadoria aos 36 anos». UOL. 24 de novembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2021 
  42. «Gerrard anuncia aposentadoria e recebe homenagens». VEJA. 24 de novembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2021 
  43. «Gerrard anuncia aposentadoria do futebol: "Realizei meu sonho de infância"». Goal.com. 24 de novembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2021 
  44. «Victorious farewell for England» (em inglês). BBC SPORT. 31 de maio de 2000. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  45. «Keegan names Euro 2000 squad» (em inglês). BBC SPORT. 1 de junho de 2000. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  46. «Lesão na virilha tira meia inglês Steven Gerrard da Copa». Folha de S.Paulo. 14 de maio de 2002. Consultado em 27 de julho de 2021 
  47. «Inglaterra põe "geração de ouro" à prova contra Paraguai». UOL. 9 de junho de 2006. Consultado em 27 de julho de 2021 
  48. Paulo de Faria (10 de julho de 2018). «A Geração de Ouro da Inglaterra: um timaço que nunca entregou o esperado». Goal.com. Consultado em 27 de julho de 2021 
  49. «England 0-0 Portugal» (em inglês). BBC SPORT. 1 de julho de 2006. Consultado em 27 de julho de 2021 
  50. «Trinidad resiste até 37min do 2º, mas perde de ingleses». UOL. 15 de junho de 2006. Consultado em 27 de julho de 2021 
  51. «Suécia mantém tabu contra ingleses, empata e pega Alemanha». UOL. 20 de junho de 2006. Consultado em 27 de julho de 2021 
  52. «Terry named new England skipper» (em inglês). BBC SPORT. 10 de agosto de 2006. Consultado em 27 de julho de 2021 
  53. Stevenson, Jonathan (21 de novembro de 2007). «England 2-3 Croatia» (em inglês). BBC SPORT. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  54. Hodges, Vicky; Caroe, Charlie (5 de fevereiro de 2008). «Fabio Capello names Steven Gerrard captain» (em inglês). The Telegraph. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  55. «Capello names Terry as captain» (em inglês). The Independent. 19 de agosto de 2008. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  56. «Rio Ferdinand out of England World Cup squad» (em inglês). BBC Sport. 4 de junho de 2010. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  57. «England Euro 2012 squad: Steven Gerrard named captain» (em inglês). BBC Sport. 16 de maio de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  58. «Gerrard, Lampard e Rooney são convocados para amistoso da Inglaterra contra o Brasil em Wembley». ESPN.com.br. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  59. «Gerrard quer vitória para provar que Inglaterra é capaz de vencer os melhores». oGol. 6 de fevereiro de 2013. Consultado em 27 de julho de 2021 
  60. «Gerrard anuncia aposentadoria da seleção da Inglaterra após 14 anos». GloboEsporte.com. 21 de julho de 2014. Consultado em 12 de janeiro de 2020 
  61. «Gerrard tem o primeiro dia de trabalho como técnico da base do Liverpool». GloboEsporte.com. 1 de fevereiro de 2017. Consultado em 27 de julho de 2021 
  62. «Rangers anuncia Gerrard como novo técnico para a próxima temporada». GloboEsporte.com. 4 de maio de 2018. Consultado em 27 de julho de 2021 
  63. «Rangers anuncia que Steven Gerrard é o novo técnico do clube». UOL. 4 de maio de 2018. Consultado em 27 de julho de 2021 
  64. Felipe Lobo (4 de maio de 2018). «Trivela». Gerrard encara um desafio gigante no seu primeiro trabalho como técnico: Rangers. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  65. «Rangers anuncia ampliação em mais 2 anos do contrato de Steven Gerrard». UOL. 13 de dezembro de 2019. Consultado em 27 de julho de 2021 
  66. «Rangers é campeão escocês e Gerrard conquista primeiro título como técnico». UOL. 7 de março de 2021. Consultado em 27 de julho de 2021 
  67. «Rangers é campeão escocês e Gerrard conquista primeiro título como técnico». Gazeta Esportiva. 7 de março de 2021. Consultado em 27 de julho de 2021 
  68. «Aston Villa acerta a contratação de Steven Gerrard como novo treinador». UOL. 10 de novembro de 2021 
  69. «Gerrard estreia com vitória no Aston Villa; Newcastle empata em dia de gol do brasileiro Joelinton». GloboEsporte.com. 20 de novembro de 2021 
  70. Powell, Hannah Lyons (2 de novembro de 2011). «Steven Gerrard and Alex Curran welcome baby girl called Lourdes». Glamour. Consultado em 18 de fevereiro de 2020. Arquivado do original em 22 de maio de 2012 
  71. «Nice day for a WAG wedding! Neville, Gerrard and Carrick get hitched» (em inglês). Daily Mail. 18 de junho de 2007. Consultado em 27 de julho de 2021 
  72. «EXCLUSIVE: CARRICK IN WEDDING DAY CLASH» (em inglês). Mirror Online. 10 de março de 2007. Consultado em 27 de julho de 2021 
  73. «Steven Gerrard foi pai pela terceira vez». SAPO. 29 de abril de 2017. Consultado em 10 de novembro de 2021 
  74. «Indonesia hotel named after Liverpool's Steven Gerrard» (em inglês). Belfast Telegraph. 14 de fevereiro de 2012. Consultado em 27 de julho de 2021 
  75. «Player - Steven Gerrard» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 15 de julho de 2012 
  76. «Steven Gerrard é escolhido Jogador do Ano pela Uefa». Trivela. 25 de agosto de 2005. Consultado em 27 de julho de 2021 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Steven Gerrard