Abrir menu principal
Stoffel Vandoorne
Stoffel Vandoorne - Malaysia GP 2017.jpg
Stoffel Vandoorne em 2017
Informações pessoais
Nome completo Stoffel Vandoorne
Nacionalidade belga
Nascimento 26 de março de 1992 (27 anos)
Courtrai, Bélgica
Registros na Fórmula 1
Temporadas 20162018
Equipes 1 (McLaren)
GPs disputados 42 (41 largadas)
Pontos 26[1]
Primeiro GP GP do Bahrein de 2016
Último GP GP de Abu Dhabi de 2018
Registros na FIA Fórmula E
Temporadas 2018-19
Equipes 2 (HWA Racelab e Mercedes-Benz EQ Formula E Team)[2]
ePrix's 13
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 1
Pontos 35
Pole positions 1
Primeiro ePrix ePrix de Al-Diriyah de 2018
Último ePrix ePrix de Nova Iorque de 2019

Stoffel Vandoorne (Courtrai, 26 de março de 1992) é um automobilista belga que atualmente compete na Fórmula E pela equipe Mercedes-Benz EQ Formula E Team.[3] Ele anteriormente foi piloto da equipe McLaren na Fórmula 1.

CarreiraEditar

KartEditar

Aos seis anos de idade, Vandoorne iniciaria sua carreira pilotando no kart. Foi campeão do campeonato belga KF2 em 2002, e sete anos depois, foi vice-campeão no mundial da categoria.

Fórmula 4 francesa e Fórmula RenaultEditar

Em 2010, faria sua estreia como piloto de monopostos na Fórmula 4 francesa 1.6, sagrando-se campeão em sua única temporada na categoria.

No ano seguinte, passaria a disputar simultaneamente a Fórmula Renault 2.0 Eurocup e a Fórmula Renault 2.0 NEC, sendo campeão na Eurocup em 2012.

Para 2013, Vandoorne é contratado pela Fortec Motorsport para suceder o então campeão Robin Frijns. Até as últimas etapas, tinha chances de obter seu segundo título consecutivo em uma categoria de monopostos, mas acabaria sucumbindo frente ao dinamarquês Kevin Magnussen, que tornaria-se campeão,[4] e fecharia o certame em segundo lugar, com 214 pontos (60 de desvantagem em relação ao nórdico).

Em fevereiro de 2013, Vandoorne foi contratado pela McLaren para fazer parte do seu programa de desenvolvimento de jovens pilotos.[5]

GP2 SeriesEditar

Em Janeiro de 2014, Vandoorne foi promovido para piloto de teste na equipe Inglesa, paralelamente, disputou a GP2 Series pela equipe ART Grand Prix.[6]

Em 2015,o Belga renovou com a ART Grand Prix, mas perdeu a vaga de piloto de teste da McLaren para Kevin Magnussen. Em 11 de outubro consagrou-se campeão da GP2 Series[7]

Fórmula 1Editar

McLarenEditar

 
Vandoorne em sua estreia na F1 pela McLaren no GP do Bahrein de 2016.

Vandoorne estreou na Fórmula 1 no Grande Prêmio do Bahrein de 2016 quando substituiu o titular Fernando Alonso, que fora vetado pelos médicos em decorrência do forte acidente sofrido na prova anterior. Utilizando o número 47,[8] obteve o décimo lugar, conquistando um ponto. Em setembro de 2016 a equipe anunciou sua promoção a piloto titular no lugar de Jenson Button a partir da temporada 2017.[9] Utiliza desde então o número 2 em seu McLaren, que lhe foi atribuído em 2010 quando disputava, com grande êxito, a Formula 4 Eurocup.[10]

Fórmula EEditar

HWA RacelabEditar

Foi confirmado, em 15 de outubro de 2018, que Vandoorne iria pilotar para a equipe HWA Racelab na temporada de 2018–19 da Fórmula E.[11] Ele se juntou ao britânico Gary Paffett para completar a formação de pilotos da HWA Racelab. Vandoorne fez sua estreia na Fórmula E apenas três semanas após deixar a Fórmula 1 e chegou em 17º na sua primeira corrida. Vandoorne também conseguiu sua primeira pole position na Fórmula E no chuvoso ePrix de Hong Kong de 2019.[12] Ele ficou em terceiro no ePrix de Roma de 2019, conquistando assim o seu primeiro pódio na Fórmula E.

Mercedes-Benz EQ Formula E TeamEditar

Foi confirmado, em 11 de setembro de 2019, que Vandoorne iria pilotar para a nova equipe de Fórmula E, a Mercedes-Benz EQ Formula E Team, na temporada de 2019–20.[3]

Resultados nas corridas da F1Editar

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Class. Pontos
2016 McLaren Honda McLaren MP4-31 Honda RA616H 1.6 V6 AUS
BHR
10
CHN
RUS
ESP
MON
CAN
EUR
AUT
GBR
HUN
ALE
BEL
ITA
SIN
MAL
JAP
EUA
MEX
BRA
EAU
20º 1
2017 McLaren Honda McLaren MCL32 Honda RA617H 1.6 V6 AUS
13
CHN
Ret
BHR
DNS
RUS
14
ESP
Ret
MON
Ret
CAN
14
AZE
12
AUT
12
GBR
11
HUN
10
BEL
14
ITA
Ret
SIN
7
MAL
7
JAP
14
EUA
12
MEX
12
BRA
Ret
EAU
12
16º 13
2018 McLaren F1 Team McLaren MCL33 Renault R.E.18 1.6 V6 AUS
9
BHR
8
CHN
13
AZE
9
ESP
Ret
MON
14
CAN
16
FRA
12
AUT
15
GBR
11
ALE
13
HUN
Ret
BEL
15
ITA
12
SIN
12
RUS
16
JAP
15
EUA
11
MEX
8
BRA
15
EAU
14
16º 12

* Temporada em andamento.

† Pilotos que não terminaram o Grande Prêmio mas foram classificados pois completaram 90% da corrida.

Referências

  1. «Stoffel Vandoorne stats f1». statsf1 
  2. «Stoffel Vandoorne completes HWA RACELAB's driver line up». Formula E. Consultado em 15 de outubro de 2018 
  3. a b Kalinauckas, Alex (11 de setembro de 2019). «Mercedes signs Vandoorne, de Vries for debut FE season». motorsport.com. Consultado em 11 de setembro de 2019 
  4. Autosport.com. «Stoffel Vandoorne takes Frijns place at Fortec for FR3.5 season». Consultado em 22 de dezembro de 2012 
  5. Autosport.com (18 de fevereiro de 2013). «Stoffel Vandoorne joins McLaren F1 Young Driver Programme» 
  6. «Novo reserva da McLaren, Vandoorne se diz "satisfeito e animado" por fazer parte do projeto». Grande Prêmio. Consultado em 17 de outubro de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  7. «Protegido da McLaren, Vandoorne é campeão da GP2». Motorsport.com. Consultado em 17 de outubro de 2015 
  8. Jack Leslie (31 de março de 2016). «Stoffel Vandoorne to race with number 47 in Bahrain». Motorsportweek 
  9. «McLaren promotes Stoffel Vandoorne to replace Jenson Button in 2017» (em inglês). USA Today. 3 de setembro de 2016 
  10. Chris Medland (13 de dezembro de 2016). «Vandoorne explains number 2 choice» (em inglês). F1i 
  11. «Stoffel Vandoorne completes HWA RACELAB's driver line up». Formula E. Consultado em 11 de setembro de 2019 
  12. «Vandoorne on Pole for historic Hong Kong race». Formula E. Formula E. Consultado em 11 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar