Sturlungaöld

A Sturlungaöld (em islandês) ou era de Sturlung foi um período de cerca de 43 anos de lutas internas no século XIII na Islândia. Este foi, provavelmente, o período mais violento e sangrento da história do país. Esse período foi documentado por meio da Saga de Sturlung.

Um islandês se submetendo a ordens do rei norueguês.

Este período é marcado pelo conflito entre poderosos caciques, goðar, que juntaram seguidores e entraram em guerra. O nome deste período vem da família Sturlungar, o clã familiar mais poderosos da Islândia na época. No fim deste período a Comunidade Islandesa deixou de existir e o país se tornou colônia da Noruega.

Os historiadores atribuem ao ano de 1220 o início da era dos Sturlung, apesar de alguns acharem que o conflito começou alguns anos antes na batalha de Víðines. O poder do país estava consolidado no domínio de alguns clãs familiares - os Haukdælir, de Árnesþing; os Oddaverjar, de Rangárþing; os Ásbirningar, de Skagafjörður; os Vatnsfirðingar de Ísafjörður; os Svínfellingar de Eastfjords e os Sturlungar, de Hvammur em Dalir.[1]

Neste período o rei Haakon IV da Noruega estava tentando estender sua influência na Islândia. Muitos chefes islandeses se tornaram seus seguidores - com destaque para Gissur Thorvaldsson - e faziam diversos favores para o rei; em troca recebiam presentes, seguidores e status de respeito. Consequentemente, os maiores chefes islandeses estavam submetidos ao poder do rei norueguês, de uma forma ou de outra.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Karlsson, Gunnar (2000). «Fristatens sista tid». Islands historia i korta drag (em sueco). Reiquiavique: Forlagið. p. 16. 79 páginas. ISBN 978-9979-3-3156-8 

BibliografiaEditar

  • Íslensk miðaldasaga (volume II), Björn Þorsteinsson, Sögufélagið (Reykjavík), 1980.
  • Medieval Iceland. Society, Sagas, and Power, Jesse L. Byock, University of California Press, 1990.
  • "Frá þjóðveldi til konungsríkis" in Saga Íslands II, Gunnar Karlsson, Sigurður Líndal (editore), Hið íslenzka bókmenntafélag, Sögufélagið (Reykjavík), 1975.
  • "Goðar og bændur" in Saga X (pagine 5-57), Sögufélagið (Reykjavík), 1972.
  Este artigo sobre a Islândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.