Subaru Vivio

Subaru Vivio
Subaru Vivio RX-R
Visão Geral
Produção 19921998
Fabricante Subaru
Matriz Japão Ōta, Gunma, Japão
Montagem Japão Ōta, Gunma, Japão
Japão Yokohama, Kanagawa, Japão
Modelo
Classe Kei car
Carroceria Hatch de 5 portas
Hatch de 3 portas
Targa de 2 portas
Ficha técnica
Motor 658 cm³ EN07A carburado I4
658 cm³ EN07E MPI I4
658 cm³ EN07Z supercharged I4
658 cm³ EN07X SC DOHC 16V I4
Potência «Ver lista motores»
Torque «Ver lista motores»
Layout Motor frontal, tração dianteira / tração integral
Dimensões
Comprimento 3 295 mm (129,7 in)
Entre-eixos 2 310 mm (90,94 in)
Largura 1 395 mm (54,92 in)[1]
Altura 1375 - 1385 mm (54.13 - 54.53 in)
Altura livre do solo 150 mm (5,906 in)
Peso 650 - 700 kg (1,433 - 1,543 lb)
Cronologia
Subaru Rex
Subaru Pleo

O Vivio é um kei car que foi produzido pela Subaru entre Março de 1992 e Outubro de 1998.[2] Ele possui um motor de 658 cm³ com injeção eletrônica de combustível multiponto, em sua versão mais potente alcança 64 cv (47 kW). Por ser um veículo pequeno e leve se encaixa na categoria de kei cars, o que garante a seu dono descontos em tributos no Japão.

HistóriaEditar

O nome "Vivio" é uma referência ao volume de deslocamento do motor, 660 cm³, escritos em números romanos (VI,VI,O), além disso também é inspirado pela palavra "vivid" (vívido em português). Ele veio para substituir o Subaru Rex que foi lançado na década de 1970, e no fim de sua trajetória ele, o Vivio, deu lugar ao Subaru Pleo. Ele foi disponibilizado em versões três e cinco portas, além de uma versão duas portas com teto targa chamada de T-top, disponibilizada apenas sob encomenda em 1994.[3] O T-top era feito por Takada Kogyo, um especialista em conversíveis quem também fabricou os Nissan's Figaro e Silvia Varietta entre outros carros especiais.[4]

 
Subaru Vivio Bistro White Edition

Em Novembro de 1995 o Vivio Bistro foi introduzido a linha. Essa era uma versão modificada com tema retrô, sua dianteira e traseira eram fortemente influenciada pelo design do Mini original, combinando com os bancos e o painel modificado. A série Bistro foi muito popular, tão popular que a Subaru lançou várias versões do Bistro, chamadas de "Bistro B-Custom", "Bistro Chiffon", "Bistro White Edition", "L Bistro", "Sports Bistro" com rodas BBS, o "Bistro SS" que usava o mesmo motor do Vivio RX-SS, e o "Club Bistro" com aparência inspirada nos táxis britânicos os black cab. A cultura dos carros com estilo retrô foi bastante popular na década de 1990 no Japão, seguindo o sucesso dos carros da série "Pike" da Nissan, como o Pao e o Figaro. Subaru também tentou repetir esse sucesso com o Subaru Impreza em uma versão chamada de Casa Blanca que teve um relativo sucesso.

O Vivio foi disponibilizado ao mercado com motores de quatro cilindros em linha naturalmente aspirado ou sobrealimentado por um supercompressor e diferentes opções de transmissão (incluindo ECVT - uma transmissão continuamente variável controlada eletronicamente) e diversos pacotes de equipamentos. exceto o topo de linha RX-R, todos os motores eram SOHC de 8 válvulas. O modelo equipado com transmissão ECVT e supercharger alcançava 64 cv (47 kW) nesta configuração, e enquanto a versão de 16 válvulas Twin Cam RX-R eram limitadas para não gerar mais potência do que o SOHC, isso acontecia apenas para ficar dentro das limitações estabelecidas pelas legislações de keicars do Japão. O torque alegado era maior, 88 Nm (65 lb·ft) versus 84 Nm (62 lb·ft).[3] Foram oferecidas versões de tração dianteira ou integral.

O arranjo de suspensão usado foi inspirado no Legacy ao invés de usar apenas suspensão MacPherson para reduzir custos de produção.

AutomobilismoEditar

 
Subaru Vivio rallycar

As versões com supercharger RX-R e RX-RA foram largamente usadas em competições rally no Japão. RX-RA foi uma versão exclusiva para automobilismo com modificações como relação de marchas curta e suspensão mais firme que o RX-R. Ainda é possível ver alguns participantes usando o Vivio no WRC Rali do Japão.

Em 1992, durante o "rali raid" de Paris-Pequim, um participante privado correu com o Vivio RX-R equipado com o motor EN07X. A maioria das pessoas que viu o carro imaginou logo deixaria a competição, mas foi mais rápido que o time da Mitsubishi Pajero no prologue stage, e correu por mais de uma semana até que ela quebrasse a suspensão. O carro chegou à linha de chegada de forma não oficial depois que os reparos foram realizados, sem outros problemas sérios.

A mais famosa aparição do Vivio em um evento internacional foi no Safari Rally, em 1993, com a intenção de promover este modelo, por decisão de Noriyuki Koseki, antigo piloto de fábrica, fundador da Subaru Tecnica International (STI) e dono da equipa que entrou em prova.[5][6] Foram três os carros inscritos (o modelo desportivo - Super KK) conduzidos por Masashi Ishida, pelo condutor local Patrick Njiru e pela estrela do WRC em ascensão, Colin McRae. O "Super KK" é o nome de homologação pela FIA para uma versão do RX-R, nas especificações para rali o motor de 660 cm³ produzia 85 cv (62,5 kW) a 6000 rpm.[6]

Apenas um dos três carros terminou a prova, em 12 º lugar, conduzido por Njiru.[6]

McRae conseguiu estabelecer o melhor tempo numa das etapas antes de abandonar com problemas de suspensão e a duas etapas de atingir Makindu.[5][7] Mais tarde, referiu acerca de carro: "pode-se escondê-lo em qualquer buraco que aparece ao longo das etapas".[6] Ishida abandonou posteriormente devido a problemas de aquecimento.[7]

Essa aparição foi satirizada pelo cartunista Jim Bamber na banda desenhada Yumping Yarns da revista Car & Car Conversions, quando ele representou McRae dirigindo seu Vivio embaixo de um elefante.

MotorEditar

Motor Disponibilidade Deslocamento Potência Torque 0–100 km/h
(segundos)
Velocidade máxima
(km/h)
Consumo Combinado
(km/l)
Emissão de CO2
(g/km)
EN07A 19971998[8] 658 cm³ 47 cv (35 kW) @ 7000 rpm 5,3 kgf-m (52,0 Nm) @ 4500 rpm 18 133 19,6 147.09
EN07E 19921998 658 cm³ 53 cv (39 kW) @ 7200 rpm 5,5 kgf-m (53,9 Nm) @ 5600 rpm ND ND ND ND
EN07Z 19961998[9] 658 cm³ 64 cv (47 kW) @ 6400 rpm 8,6 kgf-m (84,3 Nm) @ 4400 rpm 16 138 ND ND
EN07X 19921998[10] 658 cm³ 64 cv (47 kW) @ 7200 rpm 10,8 kgf-m (106 Nm) @ 4000 rpm ND ND ND ND

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Subaru Vivio

Referências

  1. «SUBARU Vivio 5 Doors». autoevolution.com. Consultado em 15 de janeiro de 2018 
  2. Ricardo de Oliveira. «Subaru Vivio, o pequeno nipônico que chegou ao Brasil». Noticias automotivas. Consultado em 30 de novembro de 2017 
  3. a b Büschi, Hans-Ulrich, ed. (6 de março de 1997). Automobil Revue 1997 (em alemão e francês). 92. Berne, Switzerland: Hallwag AG. p. 506. ISBN 3-444-10479-0 
  4. 髙田工業株式会社: 会社紹介: 沿革: 1990~1999 [Takada Kogyo - Quem somos: História: 1990-99] (em japonês). Takada Kogyo. 2009 
  5. a b Athman Amran (22 de setembro de 2007). «Kenya: Citizens Remember Colin McRae». allAfrica.com. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  6. a b c d «Subaru Vivio Details». Rallye-Info.com. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  7. a b RallyBase
  8. «1992 Subaru Vivio 4WD». Carfolio.com. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  9. «Subaru - Vivio - 0.66 T». auto-data.net. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  10. «1993 Subaru Vivio GX-R E-KK4». carfolio.com. Consultado em 23 de abril de 2019