Abrir menu principal

A substância fundamental (Substantia fundamentalis), também conhecida como substância amorfa, é um dos componentes da matriz extracelular, existindo em conjunção com diferentes tipos de proteínas fibrosas para a formar. É um termo para designar os componentes não-celulares da matriz, contendo as fibras.[1]

Não é normalmente visível em lâminas para visualização microscópica, visto ser removida durante o processo preparatório.[2]

A substância fundamental tradicionalmente não inclui o colagénio, mas inclui todos os outros componentes proteináceos, incluindo os proteoglicanos, proteínas da matriz e de maneira mais prevalente, a água. Os componentes não-colagénicos da matriz variam de acordo com o tecido onde se encontram

Pode ser viscosa e e hidrofílica, ou seja, é capaz de atrair água. Composta por moléculas carregadas electricamente, nomeadamente proteoglicanos (dão rigidez à matriz, resistindo à compressão e preenchendo espaços) e glicosaminoglicanos (atraem e retêm água e iões com carga positiva e são compostos hidratados que formam um gel) e glicoproteínas como a laminina e fibronectina.

A água presente serve como meio de difusão para os gases e para os metabolitos, dos vasos sanguíneos até às células e vice-versa.[3][4]

É na substância fundamental que o tecido conjuntivo e as células estão envoltos e se dá o seu desenvolvimento. É o seu ambiente metabólico.[5]

Glicosaminoglicanos

Os glicosaminoglicanos são os elementos básicos da substância fundamental dos tecidos conjuntivos.[6]

Condroitinsulfato

São dos mais comuns mucopolissacáridos existentes no corpo humano e estão maioritariamente ligados ao colagénio, servindo como constituinte da substância fundamental do tecido conjuntivo.[7][8]

CeluliteEditar

Em estados em que ocorre celulite, a substância fundamental retém mais fluidos e aumenta a sua viscosidade. O resultado é uma menor capacidade de trocas capilares que por sua vez interfere na mobilização do excesso de tecido adiposo.[9]

Lesão alérgicaEditar

Algumas reacções alérgicas parecem ter lugar e envolver a substância fundamental. É sugerido que haja uma ligação física entre estas substâncias e os anticorpos.[10]

TerminologiaEditar

O significado do termo substância fundamental evoluiu durante o tempo.[11]

Locais de ocorrênciaEditar

Alguns locais de ocorrência:

BibliografiaEditar

  • Alberts B, Bray D, Johnson A, Lewis J, Raff M, Roberts K, Walter P. Fundamentos da Biologia Celular. 1999. Ed. Artmed.
  • Junqueira LCU, Carneiro J. Histologia Básica. 10a Ed.(2004). Editora Guanabara Koogan.

ReferênciasEditar

  1. connective tissue em Dicionário Médico de Dorland
  2. «Connective Tissue». Consultado em 27 de novembro de 2008. Arquivado do original em 7 de novembro de 2008 
  3. Bailey, Frederick T. Textbook on histology. 16th ed. Ed. by Wilfred M. Copenhaven, and others. Baltimore. Williams & Wilkins. 1971.
  4. Reed, Ronald. Ancient skin, parchments and leathers. London. Seminar Press. 1972.
  5. Paul Chauffour, Eric Prat, Monique Bureau, Jean-Pierre (FRW) Barral. Mechanical Link: Fundamental Principles, Theory, and Practice Following an Osteopathic Approach. North Atlantic Books, 2003
  6. A natural mix of type II collagen and chondroitin sulfate, both evidencing widely-documented effects on joint pain relief
  7. "Chondroitin Sulfates," an information article by Professor Dr. Fernando Fussi, HEPAR- CHEMIE S.A, Fribourg, Switzerland.
  8. Toole, Brian P. et al., "Develpmental Roles of Hyaluronate and Chondroitin Sulfate Proteoglycans," Cell and Tissue Interactions, Raven Press, New York, 1977.
  9. Patent - Use of low intensity light therapy for the treatment of various medical conditions
  10. James F. Rinehart. THE ROLE OF THE CONNECTIVE TISSUE GROUND SUBSTANCES (MUCOPOLYSACCHARIDES) IN ALLERGIC INJURY. Calif Med. 1951 November; 75(5): 335–340
  11. Wheatley DN (2003). «Diffusion, perfusion and the exclusion principles in the structural and functional organization of the living cell: reappraisal of the properties of the 'ground substance'». J. Exp. Biol. 206 (Pt 12): 1955–61. PMID 12756276 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.