Abrir menu principal
Sumo
Informação geral
Origem Buenos Aires
País  Argentina
Gênero(s) Pós-punk, reggae
Período em atividade 1982 - 1988
2007 (Reunión Quilmes Rock '07)
Integrantes Luca Prodan(†) (voz)
Germán Daffunchio (guitarra)
Diego Arnedo (baixo e teclados)
Ricardo Mollo (guitarra)
Roberto Petinatto (saxofone)
Alberto Superman Troglio (bateria e percussão)
Alejandro Sokol (voz, baixo e bateria) (†)
Ex-integrantes Ricardo Curtet (guitarra)
Stephanie Nuttal (bateria)

Sumo foi uma banda argentina de rock alternativo formada em 1982 que fundia pós-punk com reggae. Com o passar dos anos, seu sucesso e trajetória fez tornar-se, junto com Patricio Rey y sus Redonditos de Ricota e Soda Stereo, em uma das bandas mais influentes do rock argentino. Credita-se ao Sumo a introdução do pós-punk britânico no cenário argentino, com muitas letras em inglês, e fornecendo um contraponto visceral às influências do rock progressivo e da nueva canción então dominantes no rock em espanhol.

Após a morte de Luca Prodan, em 1987, o grupo se dividiu em 2: Divididos (com Diego Arnedo e Ricardo Mollo), e Las Pelotas (com Germán Daffunchio e Alejandro Sokol).[1]

Em 2007, o grupo se reuniu para uma única apresentação no Quilmes Rock 2007, com a seguinte formação: Alejandro Sokol: Voz / Ricardo Mollo: Voz, guitarra / Diego Arnedo: Baixo / German Daffunchio: Guitarra / Roberto Pettinato: Saxofone / Alberto Troglio: Bateria / Marcelo Rodríguez: Trompete[2]

Linha do TempoEditar

 

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdioEditar

Ano de Lançamento Título Gravadora
1983 Corpiños en la Madrugada Independente
1985 Divididos por la Felicidad Sony Music
1986 Llegando los Monos Sony Music
1987 After Chabón Sony Music
1989 Fiebre (póstumo) Sony Music
1992 Corpiños en la Madrugada (re-edição em CD) Silly Records

Álbuns ao vivoEditar

Ano de Lançamento Título Gravadora Formato
1987 Sumo en Obras (9/8/1986) VHS

ColetâneasEditar

Ano de Lançamento Título Gravadora Certificação / Vendas / Órgão
1991 Greatest Hits Sony Music
1991 The Collection Sony Music   ouro[3] / 50.000+[4] /   CAPIF
1996 Ultra Rare Trax Vols. 1, 2 y 3 Sony Music
1999 Inolvidable Sony Music
1999 El legado de Sumo Sony Music
2000 Obras Cumbres Sony Music   platina[3] / 100.000+[4] /   CAPIF
2008 Sí o Sí de Sumo: Diario del Rock Argentino Sony Music

Ver tambémEditar

Referências

  1. enlacecritico.com/ El rock de ayer - Sumo!
  2. «showrock.com.ar/». Consultado em 29 de julho de 2013. Arquivado do original em 29 de junho de 2013 
  3. a b «Discos de oro y platino» (em Spanish). Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas. Consultado em 8 de março de 2013. Arquivado do original em 6 de julho de 2011 
  4. a b «capif.org.ar/». Consultado em 6 de julho de 2011. Arquivado do original em 6 de julho de 2011 

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Argentina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.