Super Bowl XXXI

O Super Bowl XXXI, disputado em 26 de janeiro de 1997 em Nova Orleães, Luisiana, Estados Unidos, foi a decisão da temporada de 1996 da NFL decidido entre o vencedor da AFC, New England Patriots, contra o vencedor da NFC, Green Bay Packers. O Packers derrotou o Patriots por 35-21, ganhando pela terceira vitória vez o Super Bowl e a primeira desde o Super Bowl II. O Packers também estendeu seu recorde da liga para o maior número de campeonatos da NFL para 12. Foi também o último em uma série de 13 vitórias consecutivas no Super Bowl da NFC sobre a AFC.[1]

Super Bowl XXXI
Superdome12Jan06.jpg
1 2 3 4 Total
NE 14 0 7 0 21
GB 10 17 8 0 35
Data 26 de janeiro de 1997
Estádio Mercedes-Benz Superdome
MVP da Partida Desmond Howard
Árbitro Gerald Austin
Público 72 301
Cerimônia
Hino Nacional Luther Vandross
Cara ou Coroa Treinadores vencedores do Super Bowl: Hank Stram, Mike Ditka, Tom Flores, Tom Landry , Chuck Noll, George Seifert
Halftime Show The Blues Brothers, James Brown e ZZ Top
Transmissão (EUA)
Transmissora FOX
Custo comercial de 30s US$ 1,2 milhões

Este Super Bowl apresentou dois times que recentemente voltaram à competitividade. Depois de 24 temporadas ruins desde a saída de Vince Lombardi, a sorte do Packers mudou depois que o técnico Mike Holmgren e o quarterback Brett Favre se juntaram ao time em 1992. Depois de quatro temporadas perdidas, a ascensão do Patriots começou em 1993, quando Bill Parcells foi contratado como técnico principal, e a equipe contratou o quarterback Drew Bledsoe. Sob seus respectivos treinadores e quarterbacks, o Green Bay alcançou uma campanha de 13–3 na temporada regular da NFC em 1996, enquanto o New England avançou para seu segundo Super Bowl depois de registrar uma campanha de 11–5.

O jogo começou com os times combinando 24 pontos no primeiro quarto, o máximo na história do Super Bowl. O Packers marcou 17 pontos sem resposta no segundo quarto, incluindo o passe de Favre para touchdown de 81 jardas no então recorde do Super Bowl para o wide receiver Antonio Freeman. No terceiro quarto, o Patriots reduziram a vantagem para 27-21 após o touchdown do running back de Curtis Martin de 18 jardas. Mas no pontapé inicial que se seguiu, Desmond Howard devolveu a bola para um touchdown de 99 jardas. O placar acabou sendo o último, com as defesas de ambas as equipes dominando o restante da partida. Howard se tornou o primeiro jogador de times especiais a ser nomeado MVP do Super Bowl.[2] Ele ganhou um total de 154 jardas de retorno de kickoff e também registrou um recorde do Super Bowl de 90 jardas de retorno de punt, empatando assim os recordes do então Super Bowl de jardas de retorno total (244) e jardas líquidas combinadas ganhas (244).

Esta foi a primeira transmissão do Super Bowl pela Fox em seu primeiro contrato para transmitir jogos da NFL. Por uma grande margem, foi o programa de maior audiência na história da rede na época.

Escolha da sedeEditar

Os proprietários da NFL premiaram o Super Bowl XXXI em New Orleans durante o encontro de 26 de outubro de 1993 em Chicago. Esta foi a oitava vez que Nova Orleans sediou o jogo.

EntretenimentoEditar

Cerimônias antes do jogoEditar

O show pré-jogo apresentou Los del Río, que executou seu hit "Macarena", a mania da dança que se tornou um hit mundial de verão em 1996. A cantora e compositora country Mary Chapin Carpenter e o grupo musical BeauSoleil também apareceram cantando o hit de Carpenter "No Twist and Shout".

O cantor de R&B Luther Vandross posteriormente cantou o hino nacional, e a Miss Louisiana 1996 Erika Schwarz Wright executou a língua de sinais para o hino nacional.

A cerimônia de cara ou coroa contou com os treinadores vencedores do Super Bowl que estiveram em Nova Orleans: Hank Stram (Super Bowl IV), Tom Landry (Super Bowl VI , Super Bowl XII), Chuck Noll (Super Bowl IX), Tom Flores (Super Bowl XV), Mike Ditka (Super Bowl XX) e George Seifert (Super Bowl XXIV). Hank Stram teve a honra de fazer o lance da moeda.

Show do intervaloEditar

O show do intervalo foi intitulado "Blues Brothers Bash" e contou com os atores Dan Aykroyd, John Goodman e Jim Belushi como The Blues Brothers. O show teve destaque para o blues e também teve apresentações da banda de rock ZZ Top e do cantor James Brown.

Resumo do jogoEditar

Super Bowl XXXI: Green Bay Packers 35, New England Patriots 21 — Resumo do Jogo
1 2 3 4 Total
Patriots (AFC) 14 0 7 0 21
Packers (NFC) 10 17 8 0 35

no Louisiana Superdome, Nova Orleães, Luisiana

  • Data: 26 de janeiro de 1997
  • Horário do jogo: 5:25 p.m. UTC−05:00
  • Clima do jogo: 67 °F (19 °C)<
  • Público: 72.301
  • Árbitro: Gerald Austin
  • TV: FOX
Resumo da pontuação
Quarto Tempo Campanha Equipe Informações da pontuação Placar
Jogadas Jardas TDP NE GB
1 11:28 2 55 0:51 GB Passe de 54 jardas de Brett Favre para recepção de touchdown de Andre Rison, Chris Jacke acerta o chute de ponto extra 0 7
8:42 4 9 1:58 GB Field Goal de 37 jardas de Chris Jacke 0 10
6:35 6 79 2:07 NE Passe de 1 jarda de Drew Bledsoe para recepção de touchdown de Keith Byars, Adam Vinatieri acerta o chute de ponto extra 7 10
2:33 4 57 2:11 NE Passe de 4 jardas de Drew Bledsoe para recepção de touchdown de Ben Coates, Adam Vinatieri acerta o chute de ponto extra 3 7
2 14:04 1 81 0:10 GB Passe de 81 jardas de Brett Favre para recepção de touchdown de Antonio Freeman, Chris Jacke acerta o chute de ponto extra 14 17
8:15 8 33 2:58 GB Field Goal de 31 jardas de Chris Jacke 14 20
1:11 9 74 5:59 GB Corrida de touchdown de 2 jardas de Brett Favre, Chris Jacke acerta o chute de ponto extra 14 27
3 3:27 7 53 3:25 NE Corrida de touchdown de 18 jardas de Curtis Martin, Adam Vinatieri acerta o chute de ponto extra 21 27
3:10 GB Touchdown de retorno de 99 jardas de Desmond Howard, conversão de dois pontos de Favre para Mark Chmura 21 35
Placar final 21 35

Referências

  1. «New England Patriots 21 vs. Green Bay Packers 35». Consultado em 21 de fevereiro de 2013 
  2. Super Bowl XXXI MVP: Desmond Howard. Página acessada em 21 de fevereiro de 2013