Abrir menu principal

Superliga Brasileira de Voleibol Feminino de 2014–15 - Série A

Superliga Série A 2014/2015
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País  Brasil
Organizador CBV
Período 7 de novembro de 2014 a abril de 2015
Participantes 13
Resultados
Campeão Rio de Janeiro Rexona/Ades Rio (10º título)
Vice-campeão São Paulo Molico/Nestlé Osasco
MVP Brasil Fofão RIO
Aumento Promoção Rio de Janeiro Rexona/Ades Rio (Sul-Americano de Clubes de 2016)
Baixa Rebaixamento Maranhão Maranhão/CEMAR
São Paulo UNIARA/AFAV Araraquara
São Paulo São José dos Campos
Estatísticas
Número de jogos 175
Maior pontuador(a) Brasil Gabi RIO (426 pontos)
◄◄ 2013–14 Bola de volei de quadra.svg 2015–16 ►►
Página oficial da competição

A Superliga Brasileira de Voleibol Feminino de 2014–15 - Série A foi a 21ª edição desta competição organizada pela Confederação Brasileira de Voleibol através da Unidade de Competições Nacionais. Também é a 37ª edição do Campeonato Brasileiro de Voleibol Feminino, a principal competição entre clubes de voleibol indoor feminino do Brasil. Participaram do torneio treze equipes provenientes de cinco estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Maranhão) e do Distrito Federal.

RegulamentoEditar

A fase classificatória da competição foi disputada por treze equipes em dois turnos. Em cada turno, todos os times jogaram entre si uma única vez. Os jogos do segundo turno foram realizados na mesma ordem do primeiro, apenas com o mando de quadra invertido. Os oito primeiros colocados se classificaram para os play-offs. Nesta fase, a vitória por 3-0 ou 3-1 garantiu três pontos para o ganhador e nenhum ponto para o perdedor. Já com o placar de 3-2, o ganhador da partida registrou dois pontos e o perdedor um. As três últimas colocadas foram rebaixadas para a Série B 2016.

Os play-offs foram divididos em três fases - quartas-de-final, semi-finais e final.

Nas quartas-de-final houve um cruzamento entre as equipes com os melhores índices técnicos seguindo a lógica: 1ª x 8ª (A); 2ª x 7ª(B); 3ª x 6ª(C) e 4ª x 5ª(D). Estas jogaram partidas em melhor de 3 (jogos), sendo um mando de campo para cada e o jogo de desempate, caso houvesse, no ginásio da equipe com o melhor índice técnico da fase classificatória.

As semifinais foram disputadas pelas equipes que passaram das quartas-de-final, seguindo a lógica: vencedora do duelo A x vencedora do duelo D; vencedora do duelo B x vencedora do duelo C. Estas jogaram novamente partidas em melhor de 3 (jogos), sendo um mando de campo para cada e o jogo de desempate, caso necessitasse, no ginásio da equipe com o melhor índice técnico da fase classificatória.

As vencedoras se classificaram para a final, que foi disputada em jogo único no estado do primeiro colocado da fase classificatória. A terceira e a quarta colocações foram definidas pelo melhor índice técnico da fase classificatória.

Os sets do torneio foram disputados até 25 pontos com a diferença mínima de dois pontos (com exceção do quinto set, que foi vencido pela equipe que fez 15 pontos com pelo menos dois de diferença). Ocorreram paradas técnicas no 8º e no 16º pontos da equipe que primeiro os alcançaram.[1]

Equipes participantesEditar

Treze equipes disputaram o título da Superliga Feminina de 2014/2015 - Série A. Foram elas:

Equipe
Nome fantasia
Ginásio
Cidade
Capacidade Temporada 2013/2014
Rio de Janeiro VC
Rexona/Ades
Tijuca TC
Rio de Janeiro
3 000
Sesi-SP
Sesi-SP
Sesi Vila Leopoldina
São Paulo
800
Osasco VC
Molico/Nestlé
José Liberatti
Osasco
4 500
Praia Clube
Dentil/Praia Clube
Oranides Nascimento
Uberlândia
1 730
EC Pinheiros
EC Pinheiros
Henrique Villaboim
São Paulo
1 100
São Caetano EC
São Cristóvão Saúde/São Caetano
Lauro Gomes
São Caetano do Sul
5 000
IAV Brasília
Brasília Vôlei
Sesi Taguatinga
Taguatinga
1 150
AAD São Bernardo
São Bernardo Vôlei
Adib Moysés Dib
São Bernardo do Campo
5 730 10º
AFAV Araraquara
Uniara/AFAV
Gigantão
Araraquara
4 000 11º
Minas TC
Camponesa/Minas
Arena JK
Belo Horizonte
3 650 12º
Rio do Sul Vôlei
Rio do Sul/Equibrasil
Artenir Werner
Rio do Sul
1 500 13º
CTGM Maranhão
Maranhão Vôlei/CEMAR
Castelinho
São Luís
6 000 14º
CEPE São José dos Campos
São José dos Campos
CEPE
São José dos Campos
1 100 1º (Série B)

Fase classificatóriaEditar

ClassificaçãoEditar

  • Vitória por 3 sets a 0 ou 3 a 1: 3 pontos para o vencedor;
  • Vitória por 3 sets a 2: 2 pontos para o vencedor e 1 ponto para o perdedor.
  • Não comparecimento, a equipe perde 2 pontos.
  • Em caso de igualdade por pontos, os seguintes critérios serviram como desempate: número de vitórias, média de sets e média de pontos.
Equipes classificadas para às quartas-de-final e garantidas na Série A 2015/2016.
Rebaixadas para a Série B 2016.
Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Rexona-Ades 67 24 23 1 13 7 3 1 0 0 71 16 4.438 2083 1663 1.253
2 SESI-SP 60 24 21 3 14 4 3 0 2 1 65 19 3.421 2011 1600 1.257
3 Molico/Nestlé 54 24 19 5 14 1 4 1 2 2 61 24 2.542 1983 1754 1.131
4 Dentil/Praia Clube 49 24 16 8 11 3 2 3 1 4 55 31 1.774 1955 1836 1.065
5 Camponesa/Minas 49 24 16 8 6 9 1 2 2 4 54 35 1.543 2029 1825 1.112
6 E.C. Pinheiros 42 24 14 10 7 3 4 4 2 4 52 41 1.268 2100 1953 1.075
7 Brasília Vôlei 33 24 11 13 6 3 2 2 6 5 43 46 0.935 1949 1993 0.978
8 São Cristóvão Saúde/São Caetano 32 24 11 13 2 5 4 3 4 6 43 52 0.827 2038 2117 0.963
9 Rio do Sul/Equibrasil 25 24 8 16 2 5 1 2 8 6 36 55 0.655 2006 2116 0.948
10 São Bernardo Vôlei 22 24 7 17 1 5 1 2 2 13 27 58 0.466 1683 1996 0.843
11 Maranhão/CEMAR 19 24 6 18 2 2 2 3 6 9 30 60 0.500 1852 2088 0.887
12 UNIARA/AFAV 11 24 3 21 1 1 1 3 6 12 21 66 0.318 1784 2051 0.870
13 São José dos Campos 5 24 1 23 1 0 0 2 7 14 14 69 0.203 1545 2026 0.763

ResultadosEditar

Para um dado resultado encontrado nesta tabela, a linha se refere ao mandante e a coluna, ao visitante.

  ARA BRA MAR MIN OSA PIN PRC RIO RSU SBE SCA SJC SES Pos
  ARA UNIARA/AFAV 0–3 1–3 0–3 0–3 0–3 2–3 0–3 3–1 1–3 2–3 3–0 0–3 11º
  BRA Brasília Vôlei 3–0 3–1 3–1 0–3 2–3 0–3 0–3 3–0 3–2 3–1 3–0 1–3
  MAR Maranhão/CEMAR 3–1 1–3 1–3 0–3 0–3 0–3 2–3 1–3 1–3 2–3 3–0 0–3 12º
  MIN Camponesa/Minas 3–0 1–3 3–1 3–1 0–3 3–0 0–3 0–3 0–3 1–3 3–0 3–1
  OSA Molico/Nestlé 3–0 3–1 3–0 3–0 3–2 3–0 0–3 3–0 3–0 3–2 3–0 0–3
  PIN E.C. Pinheiros 3–0 3–1 3–0 2–3 2–3 3–2 0–3 3–0 3–1 3–2 3–0 0–3
  PRC Dentil/Praia Clube 3–2 3–1 3–0 3–2 0–3 3–0 0–3 3–0 3–0 3–0 3–0 2–3
  RIO Rexona-Ades 3–0 3–0 3–0 3–2 3–0 3–0 3–0 3–1 3–0 1–3 3–0 3–1
  RSU Rio do Sul/Equibrasil 3–0 3–0 3–1 0–3 2–3 0–3 1–3 1–3 3–0 1–3 3–1 0–3
  SBE São Bernardo Vôlei 3–1 2–3 3–1 0–3 0–3 0–3 0–3 0–3 0–3 3–0 3–2 0–3 10º
  SCA São Cristóvão Saúde/São Caetano 3–1 1–3 3–2 1–3 0–3 3–2 0–3 1–3 3–1 3–1 3–1 0–3
  SJC São José dos Campos 2–3 0–3 3–0 1–3 0–3 0–3 0–3 0–3 1–3 2–3 1–3 0–3 13º
  SES SESI-SP 3–0 3–2 3–0 3–0 3–0 3–0 3–2 1–3 3–1 3–0 3–0 3–0

PlayoffsEditar

  Quartas-de-final Semifinais Final
   20 de março à 27 de março de 2015  4 de abril à 10 de abril de 2015  26 de abril de 2015
                                   
     Rio de Janeiro VC 3 3  
   São Caetano EC 0 1  
     Rio de Janeiro VC 3 3  
     Minas 1 0  
   Praia Clube 2 3 0
     Minas 3 2 3  
       Rio de Janeiro VC 3
     Osasco VC 0
     Sesi-SP 3 3  
   IAV Brasília 0 1  
     Sesi-SP 2 0
     Osasco VC 3 3  
   Osasco VC 3 3
     EC Pinheiros 0 2  

Classificação finalEditar

Referências

  1. CBV. «Superliga 2014/2015 - Regulamento oficial» (PDF). pp. 1–73. Consultado em 22 de dezembro de 2014. Arquivado do original (PDF) em 22 de março de 2015 
  2. http://superliga.cbv.com.br/

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar