Abrir menu principal

Superliga Brasileira de Voleibol Masculino de 1995–96

Superliga 1995-96
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País  Brasil
Organizador CBV
Período de 1995 a 26 de março de 1996
Participantes 11
Resultados
Campeão São Paulo Olympikus/Telesp (1º título)
Vice-campeão São Paulo Papel Report /Suzano
Estatísticas
◄◄ 1994-95 Bola de volei de quadra.svg 1996-97 ►►
Página oficial da competição

A Superliga Brasileira de Voleibol de 1995-96 foi um torneio realizado entre o final de 1995 e 26 de março de 1996,[1] contando com onze equipes representando seis estados. Foi a segunda edição da competição.

ParticipantesEditar

  Banespa, São Paulo/SP
  Chapecó, Chapecó/SC
  Cocamar, Maringá/PR
  Estrela do Oeste, Divinópolis/MG
  Flamengo, Rio de Janeiro/RJ
  Ginástica, Novo Hamburgo/RS
  Náutico, Araraquara/SP
  Olympikus, São Paulo/SP
  Palmeiras, São Paulo/SP
  Santo André, Santo André/SP
  Suzano, Suzano/SP

RegulamentoEditar

  • Fase Classificatória:A primeira fase da Superliga foi realizada com a participação de onze equipes. A competição foi dividida em duas fases. Na primeira, as equipes jogaram entre si, em turno e returno, realizando 20 partidas cada uma.
  • Playoffs:As oito melhores colocadas avançaram às quartas-de-final (melhor de três jogos), obedecendo ao seguinte cruzamento: 1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6º e 4º x 5º, em playoffs melhor de três jogos.

As quatro equipes vencedoras avançaram às semifinais (melhor de cinco jogos), respeitando o seguinte critério: o vencedor do jogo entre o 1º e o 8º enfrentará o do jogo entre o 4º e o 5º, e o ganhador da partida entre o 2º e o 7º terá pela frente o do confronto entre o 3º e o 6º. Os dois times vencedores disputaram o título na final, também em uma série melhor de cinco jogos.

Classificação finalEditar