Abrir menu principal

Superliga Nacional de Futebol Americano de 2016

Superliga Nacional de Futebol Americano de 2016
Dados
Participantes 30
Organização CBFA
Período 09 de julho - 17 de dezembro
Campeão Santa Catarina Timbó Rex
Vice-campeão Rio de Janeiro Flamengo FA
rebaixados São Paulo Botafogo Challengers[a]
Paraná Foz do Iguaçu Black Sharks
São Paulo Sorocaba Vipers
Bahia Vitória FA[b]
◄◄2015 Sport football.svg 2017►►

A Superliga Nacional de Futebol Americano de 2016 é a primeira edição unificada do campeonato de futebol americano do Brasil correspondente à divisão de elite nacional. O Timbó Rex vence o Flamengo FA, conquista o inédito Brasil Bowl e o bicampeonato nacional por ter vencido o Torneio Touchdown 2015.[1][2]

A Superliga Nacional registrou mais de 64 mil pessoas nos estádios durante a competição com média de 656 pessoas por jogo. O público por jogos representou 77% do público do Novo Basquete Brasil e 50% da Superliga de Vôlei na mesma temporada.[3]

Índice

Fórmula de disputaEditar

Os times estão divididos em quatro conferências: Leste, Oeste, Sul e Nordeste. Na Temporada Regular, só havendo confrontos entre times das mesmas conferências e cada time realiza seis jogos, sendo três jogos em casa e três jogos fora.[4][5]

Nas Conferências Leste e Oeste, as equipes vencedoras dos seus grupos estão classificadas para os Playoffs, bem como as duas equipes melhores classificadas dentro de cada conferência, independentemente do grupo. Nas Conferências Nordeste e Sul classificam-se as quatro melhores equipes de cada conferência.

A pior equipe de cada conferência é rebaixada para a Liga Nacional de 2017. As 16 equipes classificadas jogam no sistema mata-mata em jogo único, com mando de campo do time de melhor campanha, até a grande final, o Brasil Bowl VII. Nas oitavas de final o melhor classificado de cada conferência joga com o quarto colocado enquanto o segundo colocado joga com o terceiro. Nas quartas de final, os vencedores das oitavas de final decidem o campeão da conferência. Nas semifinais, o campeão da Conferência Nordeste joga com o campeão da Conferência Leste e o campeão da Conferência Oeste joga com o campeão da Conferência Sul para definirem os finalistas do Brasil Bowl VII.

Critérios de desempateEditar

Os critérios de desempate dentro das conferências são confronto direto e depois a força de tabela (que é a soma das vitórias dos adversários de cada time). Só depois, e só se for necessário, é que será considerado o saldo de pontos.[5]

Equipes participantesEditar

Este torneio conta com a participação de 30 equipes em suas quatro Conferências. Disputariam as 15 equipes que participaram em 2015 (7 da Superliga Centro-Sul e 8 da Superliga Nordeste), as 2 equipes que garantiram acesso através da Liga Nacional de 2015 e também as 16 equipes que participaram do Torneio Touchdown 2015, totalizando 33 equipes. Com a fusão de São José Istepôs e Itapema White Sharks, este número passou de 33 para 32. Com as desistências do Jaraguá Breakers e Sergipe Redentores, disputam a Superliga 30 equipes.[6][7][8]

Os times marcados com * vieram do Torneio Touchdown.

Conferência Nordeste Conferência Leste
Grupo 1 Grupo 2
Conferência Sul Conferência Oeste
Grupo 1 Grupo 2


Classificação da Temporada RegularEditar

Classificados para os playoffs estão marcados em verde e em rosa o rebaixado à Liga Nacional de 2017.

Conferência NordesteEditar

Pos Times V E D PCT PF PS SP
1   Ceará Caçadores 5 0 1 .833 171 106 65
2   Recife Mariners 5 0 1 .833 173 33 140
3   João Pessoa Espectros 4 0 2 .667 207 71 136
4   América Bulls 4 0 2 .667 78 111 -33
5   Recife Pirates 2 0 4 .333 84 159 -75
6   UFERSA Petroleiros 1 0 5 .167 54 138 -84
7   Vitória FA[b] 0 0 6 .000 32 181 -149

Conferência LesteEditar

O símbolo # indicada a classificação dentro da conferência.

Grupo 1
Pos Times V E D PCT PF PS SP
1   Vila Velha Tritões #2 5 0 1 .833 264 68 196
2   Minas Locomotiva 2 0 4 .333 130 116 14
3   Cabritos FA 1 0 5 .167 49 275 -226
4   Botafogo Challengers[a] 0 0 6 .000 0 278 -278
Grupo 2
Pos Times V E D PCT PF PS SP
1   Flamengo FA #1 6 0 0 1.000 291 38 253
2   Vasco da Gama Patriotas #3 4 0 2 .667 168 85 83
3   Botafogo Reptiles #4 4 0 2 .667 174 120 54
4   Santos Tsunami 2 0 4 .333 67 163 -96

Conferência OesteEditar

O símbolo # indicada a classificação dentro da conferência.

Grupo 1
Pos Times V E D PCT PF PS SP
1   Cuiabá Arsenal #1 6 0 0 1.000 199 75 124
2   Tubarões do Cerrado #3 4 0 2 .667 106 98 8
3   Goiânia Rednecks #4 3 0 3 .500 129 142 -13
4   Campo Grande Predadores 2 0 4 .333 91 160 -69
Grupo 2
Pos Times V E D PCT PF PS SP
1   Lusa Lions #2 5 0 1 .833 176 83 93
2   Corinthians Steamrollers 3 0 3 .500 150 113 37
3   São Paulo Storm 1 0 5 .167 147 158 -11
4   Sorocaba Vipers 0 0 6 .000 55 224 -169

Conferência SulEditar

Pos Times V E D PCT PF PS SP
1   Timbó Rex 5 0 1 .833 279 34 245
2   Coritiba Crocodiles 5 0 1 .833 119 66 53
3   Paraná HP 4 0 2 .667 111 56 55
4   São José White Sharks Istepôs 4 0 2 .667 82 69 13
5   Juventude FA 2 0 4 .333 37 109 -72
6   UFPR Brown Spiders 1 0 5 .167 55 189 -134
7   Foz do Iguaçu Black Sharks 0 0 6 .000 26 186 -160

PlayoffsEditar

 Ver artigo principal: Playoffs da Superliga Nacional

Em itálico, os times que possuem o mando de campo e em negrito os times classificados.

  Campeões de Conferência.

Semifinal de Conferência Final de Conferência Semifinal Nacional Brasil Bowl
                                     
1    Ceará Caçadores 57  
4    América Bulls 00  
       Ceará Caçadores 20  
       João Pessoa Espectros  27  
2    Recife Mariners 08
3    João Pessoa Espectros 16  
       João Pessoa Espectros 10  
       Flamengo FA 25  
1    Flamengo FA 41  
4    Botafogo Reptiles 26  
       Flamengo FA  43
       Vasco da Gama Patriotas 03  
2    Vila Velha Tritões 40
3    Vasco da Gama Patriotas 43  
       Flamengo FA 24
       Timbó Rex 36
1    Cuiabá Arsenal 31  
4    Goiânia Rednecks 10  
       Cuiabá Arsenal  32
       Lusa Lions 03  
2    Lusa Lions 14
3    Tubarões do Cerrado 06  
       Cuiabá Arsenal 07
       Timbó Rex 20  
1    Timbó Rex 12  
4    São José White Sharks Istepôs 00  
       Timbó Rex  15
       Coritiba Crocodiles 00  
2    Coritiba Crocodiles 11
3    Paraná HP 07  

Brasil Bowl VIIEditar

PremiaçõesEditar

Brasil Bowl VII
 
Timbó Rex
Campeão
(1º título)

Ver tambémEditar

Notas

  • a. ^ O Botafogo Challengers desistiu da competição alegando problemas financeiros e logísticos. Assim foi decretada como vencedora a equipe adversária nos jogos que seriam realizados contra o Botafogo Challengers pelo placar de 49 a 0 (W.O.).[9]
  • b. ^ A equipe do Vitória FA, atual Cavalaria 2 de Julho, rebaixada este ano, continua na elite nacional em 2017.[10]

Referências

  1. «Timbó Rex reage no segundo quarto, conquista o Brasil Bowl VII e o bicampeonato brasileiro». futebolamericanobrasil.com. 18 de dezembro de 2016. Consultado em 18 de dezembro de 2016 
  2. «T-Rex bate o Fla e se sagra o primeiro campeão do torneio unificado de FA». globoesporte.com. 20 de dezembro de 2016. Consultado em 20 de dezembro de 2016 
  3. «No Brasil, Futebol Americano já tem 77% da média de público do Basquete e 50% do Vôlei». jc.ne10.uol.com.br. 26 de dezembro de 2016. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  4. «Vai começar o maior campeonato de futebol americano da história do Brasil». globoesporte.com. 9 de julho de 2016. Consultado em 9 de julho de 2016 
  5. a b «Regulamento da Superliga Nacional 2016». salaooval.com.br. Consultado em 5 de julho de 2017 
  6. «Superliga Nacional é lançada com 31 equipes e grupo com clubes de peso». globoesporte.com. 14 de maio de 2016. Consultado em 28 de junho de 2016 
  7. «Após saída do Jaraguá Breakers, CBFA estuda manutenção de 32 equipes no campeonato brasileiro». futebolamericanobrasil.com. 21 de abril de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  8. «Sergipe Redentores anuncia saída da Superliga Nacional». futebolamericanobrasil.com. 9 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  9. «Bota Challengers desiste da Superliga e Vila Velha Tritões vence por W.O.». globoesporte.com. 6 de setembro de 2016. Consultado em 6 de setembro de 2016 
  10. «5 motivos para você assistir à BFA – Brasil Futebol Americano 2017». theplayoffs.com.br. 1 de julho de 2017. Consultado em 4 de setembro de 2017. Arquivado do original em 26 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar