Susan Solomon
Nascimento 19 de janeiro de 1956 (64 anos)
Chicago
Nacionalidade estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Instituto Tecnológico de Illinois, Universidade da Califórnia em Berkeley
Ocupação química, meteorologista
Prêmios Medalha Nacional de Ciências (1999), Prêmio Planeta Azul (2004), Prêmio V. M. Goldschmidt (2006), Medalha William Bowie (2007), Grande médaille de l’Académie des sciences (2008), Prêmio Ambiental Volvo (2009), Prêmio Vetlesen (2012), Prêmios Fronteiras do Conhecimento (2012)
Empregador National Oceanic and Atmospheric Administration, Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Instituições National Oceanic and Atmospheric Administration
Campo(s) química atmosférica

Susan Solomon (Chicago, 19 de janeiro de 1956[1]) é uma química atmosférica estadunidense.

Trabalha na National Oceanic and Atmospheric Administration.[2] Solomon foi uma das primeiras pessoas a propor o clorofluorcarboneto (CFC) como causador do buraco na camada de ozônio na Antártica.[2]

Referências

  1. «What's Up With Ozone?». Women In Chemistry. Chemical Heritage Foundation. Consultado em 28 de outubro de 2010. Arquivado do original em 20 de junho de 2010 
  2. a b «InterViews». Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. 26 de julho de 2004. Consultado em 28 de outubro de 2010. Arquivado do original em 24 de agosto de 2007 


  Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.